The Last of Us Part II

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg The Last of Us Part II é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, um tarado gasta centenas de reais para comprar cubos para Azur Lane

Midna é humana! ALERTA DE SPOILER GAMÍSTICO!

Este artigo gamístico pode conter spoilers que revoltam os nerds, como o fato de que:
Susano é quem liberou Orochi de sua tumba!!!

Portanto, leia com cuidado.


Resta Um Parte Dois
The Last of Us Part II cover.jpg

Capa do jogo, mostrando a Ellie na TPM

Informações
Desenvolvedor Cachorrinho Safado
Publicador Sony Computer Entertainment
Ano 2020
Gênero Filme da Netflix jogável
Plataformas Polystation 4,5
Avaliação 100% (nota dada por um crítico subornado)
Classificação indicativa +16

Cquote1.svg Você quis dizer: Vingança da sapatona Cquote2.svg
Google sobre The Last of Us Part II
Cquote1.png Experimente também: Jogo da loira bombada Cquote2.png
Sugestão do Google para The Last of Us Part II
Cquote1.svg Eu morri nesse jogo? Como vou tomar café agora? Cquote2.svg
Joel sobre The Last of Us Part II
Cquote1.svg Eu jogo golfe como ninguém! Cquote2.svg
Abby sobre The Last of Us Part II
Cquote1.svg Vamos fuder la bagaça toda, cáblon Cquote2.svg
Manny sobre The Last of Us Part II
Cquote1.svg Eles mataram o Joel! Agora eu vou matar todo mundo, vou deixar os lobinhos com o rabo entre as pernas! Cquote2.svg
Ellie sobre The Last of Us Part II
Cquote1.svg Esse game foi um presente pra minha ex. Cquote2.svg
Neil Druckman sobre The Last of Us Part II
Cquote1.svg Agora estamos transando no inferno, não é Texas? Cquote2.svg
Tess sobre The Last of Us Part II

The Last of Us- Parte II é um game que serve pra porra nenhuma, apenas para contar o que aconteceu após os eventos de The Last of Us. Essa porcaria foi lançada em 2020, trazendo a temática do outro game, um funguinho que causa uma pandemia (bem familiar, não?), e que foi um fenômeno entre os nerds ao trazer uma protagonista que cola o velcro com uma morena judaica e por ter mostrado a morte terrível de Joel, o protagonista do game anterior que foi morto num amigável jogo de golfe. O demente jogador assume o papel de duas doidas principais num Estados Unidos fodido: Ellie, que busca por vingança após ver seu papai postiço ser espancado durante um baile funk, e Abby, uma loira viciada em anabolizantes que se envolve em um conflito entre uma milícia comandada pelo Neagan de The Walking Dead por um velho negão chamado Isaac e um culto digno de Far Cry 5. O jogo simplesmente é um Survival Horror muito louco com câmera em quarta pessoa e com memória RAM de 29 terabytes com conexão via satélite e frigideira pra fritar costelas. Os jogadores podem sair atirando igual um cowboy bêbado com armas de fogo ou armas brancas, além de terem que andar agachados e na ponta dos pés para não serem estuprados por humanos hostis e criaturas infectadas por uma mutação do fungo cordycepts. O game também teve a sorte de ganhar o prêmio de "Salame do ano" no The Game Awards de 2020. O game se passa durante uma pandemia e foi lançado durante uma pandemia, o que mostra que os caras do marketing da Cachorrinho Safado são gênios. Como eles se deram conta de que o pessoal estaria em casa sem fazer nada devido ao lockdown, eles fizeram o game ter o dobro de horas do original, sendo que boa parte das custscenes e filminhos interativos fazem os fillers de Naruto parecerem relevantes para a história. A jogabilidade é exatamente a mesma do primeiro, mas com a adição de uma coisinha ou outra só para justificar você jogar essa porra. O mais importante desse game seria a história, já que o primeiro game era basicamente um filme em forma de jogo com um pouco de Uncharted entre as cutscenes.

O game foi muito bem recebido pelos críticos que receberam a cópia do jogo pré-lançamento e mais um brindezinho. Agora, o pessoal que torrou quase 300 Bolsonaros nessa porra detestaram o jogo por diversos motivos, apesar de que o game ainda tem fanboys porque sempre tem que ter.

Jogabilidade[editar]

Ellie pegando no bacalhau.
Uma das adições notórias deste game foi a habilidade de poder fazer cover de músicas do Chico Buarque, utilizando seu controle como instrumento

Como já dito, o jogo é quase igual o primeiro, então seria mais produtivo você simplesmente ler a mesma seção no artigo do primeiro game.

Algumas das mudanças são os tipos de inimigos: agora você pode matara cachorros! Isso não é incrível? Engraçado o PETA não ter cancelado o jogo - e mesmo se cancelasse, ninguém leva eles a sério. Outro ponto estranho nisso é que o nome da empresa é Cachorrinho Safado, então não era para os caras serem furries, ou seja, gostarem de cachorros? Talvez seja um fetiche diferenciado.

Outro tipo de inimigo inclui o Shambler, que é igual o Bloater na verdade, só deram um nome diferente, é que nem quando você copia o tema do seu amigo e só muda o nome.

Agora os inimigos se chamam pelos nomes e imploram por suas vidas quando você owna eles, o que faria sentido se o objetivo desse game fosse ser um serial killer simulator, mas nesse caso é apenas hiper-realismo mesmo, para fazer você ter peso na consciência por matar um bando de pixels.

Algumas mudanças foram adicionadas no combate, como a habilidade desviar, se esconder no armário na grama, mas de longe o que mais chama atenção é o fato de que você joga o game com dois personagens diferentes, e não é como no primeiro game que tem uma parte que é jogada com outro personagem: nesse game, as protagonistas ficaram com ciúmes uma da outra em se tratando do tempo de tela, então elas dividiram em partes iguais. Por isso que, no meio de jogo, você volta no tempo e joga o mesmo jogo com outra personagem. É como se no Super Mario Bros. 3 quando você chegasse no quarto mundo o jogo te obrigasse a voltar atrás para jogar tudo de novo, mas com o Luigi desta vez.

O game é um survival horror de ação aventura onde você controla Ellie, uma garota lésbica envocada, e Abby, uma loira com excesso de testosterona, no mundo dominado por cheiradores de maconha e mulheres com TPM. No jogo você pode fazer várias coisas, crafitar objetos como kits médicos, caso você esteja surrado, molotovs, caso você queira botar fogo no rabo, e outros itens como facas, bombas de fumaça, bombas de PVC, etc.

Essa merda conta ainda com o sistema de stelph (cagar no mato para não ser visto) para facilitar pegar os inimigos por trás ("aí pai para!") e abater eles com um mata leão ou quebrando o pescoço deles com o muque de uma loira que faz uso de esteróides. Você também pode pegar um monte de porcarias pelo cenário para aprimorar suas habilidades, além de encontrar manuais de sobrevivência. Você ainda conta com a ajuda de Dina e seus amiguxos, que não passam de NPC's burros que não ajudam em nada.

O tipo de "manuais" que você encontra durante o jogo.

Você também pode usar o famoso "Modo Escuta", onde você pode adquirir a audição do Superman e escutar os inimigos por qualquer parede, mostrando a silhueta do inimigo como se você estivesse no modo online do Call of Duty.

História[editar]

Cquote1.svg Perdeu! Passa tudo! Passa tudo! Cquote2.svg
Ellie pensando que está no Rio de Janeiro

Cinco anos depois dos eventos do primeiro jogo, Joel e Ellie estão morando em Alexandria na comunidade de Michael Jackson. Durante esse tempo, Ellie fez "amizade" com Dina e Jesse (um japa caçador de piriguetes), e entrou em um relacionamento com Dina depois que o casal terminou. No inverno, quando Joel e Tommy tomam Doril e somem, Ellie e Dina vão procurar os dois alcoólatras. Joel e Tommy encontram uma loira fisiculturista com cara de atriz pornô chamada Abigail (a.k.a Abby Muscle) e o grupo foge de um grupo de fãs do Metallica. Abby se revela como tenente de um pequeno grupo da WLF (World Lesbian Football) e filha de um dos cirurgiões dos Vaga-Lumes que Joel matou para o cirurgião não retirar as amídalas de Ellie. Abby manda Joel pro inferno com um taco de golfe quando Ellie o encontra. Ellie menstrua e jura vingança contra os Lobos. Na primavera, Tommy dá uma de John Wick e vai atrás dos assassinos até a base deles em Seatle enquanto estavam gravando para o iCarly. Enquanto isso, Maria, esposa de Tommy, manda Ellie e Dina irem atrás do corno burro, que já matou vários membros da WLF. Em Seatle, Dina revela que não usou camisinha e que acabou fabricando um bebê oriental. No dia seguinte, com Dina fraca por causa da gravidez indesejada, Ellie segue Tommy sozinha e encontra Jesse, havia stalkeado uma criancinha pra ele comer até Seatle, mas foi ferido, deixando Ellie a continuar sozinha. Enquanto procurava por uma das amantes de Abby chamada Nora, ela encontra os Serafitas/Cicatrizes, um grupo de evangélicos da igreja universal que estão lutando contra a WLF pelo controle de Seattle. No dia seguinte, Ellie encontrela Owen e Mel, faz um interrogatório paraguaio ensinado por Joel, mas como Owen era pedófilo, Ellie mata Owen e, com um diploma de medicina falsificado, faz um aborto em Mel. Depois de Ellie se encontrar com Dina, Jesse e Tommy, o quarteto fantástico decide voltar para Jackson, mas Abby chega no esconderijo deles junto com um transmuleque cabeçudo e mata Jesse e mantém Tommy como refém, enquanto explica que Joel matou o pai dela e ela matou Joel depois de descobrir que o pai dela era Darth Vader. Ela mostra um flashback onde ela acha Owen escondido num barco e os dois brincam de britadeira.

Cquote1.svg Rebola minha loira cavala, rebola! Cquote2.svg
Owen sobre Abby


Abby atira em Tommy e depois sai na porrada com todo mundo, mas não mata Ellie e Dina porque é ruim matar mulheres grávidas, especialmente num apocalipse. Abby manda Ellie e sua trupu saírem de Seatle com o rabo entre as pernas. Depois de algum tempo, Ellie e Dina vivem felizes numa fazendinha da eguinha pocotó, mas Tommy, com dor no cu, convence Ellie a viajar até Santa Bárbara atrás de Abby e Lev. Todos são capturados pelos Cascavéis, um grupo de traficantes muito doidos. Ellie luta e quase mata Abby, só desiste porque ela acabou ficando sem dois dedos e com dor na consciência, então Ellie deixa Abby e o garotinho transexual chamado Lev ir embora. Ellie volta pra fazendinha pocotó, mas Dina fica cansada das putices de Ellie e cai fora junto com J.J, o filho de Dina com o asiático pedófilo, e Ellie fica sozinha.

Resumo:

O Joel Santana, do primeiro game, agora mais velho ainda, é confundido com uma bola de golfe por Abby, que quebra sua cabeça. Ellie, revoltada, vai atrás de Abby, e depois de matar mais pessoas que você jamais matou tocando o putedo no GTA San Andreas, ela não conseguiu encontrar a Abby, e acaba desistindo por hora para levar Dina, sua namorada grávida, para casa. Só que a Abby acaba encontrando os dois e mata o pai do bebê de Dina, do qual ninguém se importa, e depois de uma briga entre Abby e Ellie (em que você controla a Abby mas que tanto faz, só tem que fazer o game manda), Abby resolve deixar Ellie viver.

Enfim, meses se passaram e agora a Ellie vai atrás de Abby e depois de brigarem de novo, Ellie é quem deixa Abby viver dessa vez, mas sem antes a Abby morder dois dedos da Ellie, fazendo ela virar parente do Lula e também dificultando para ela tocar violão, o que é uma tragédia pois ela não pode mais fazer bicos tocando em bares no apocalipse, isso sem falar que tocar violão é provavelmente a melhor parte do game.

Em meio a essa história, vários personagens são introduzidos e mortos, outros sobrevivem, mas como já foi dito, a história é puro filler. Resumindo bem, é isso que acontece, e se você acha que vale a pena gastar 25 horas só para ver isso, então você é um louco homem.


Personagens[editar]

Ellie prestes a sofrer abuso, de novo.
  • Joel Muller: Traficante e mercenário pós-apocalíptico que perdeu a filha, mas a substituiu por uma garota boca suja chamada Ellie. Joel é morto por uma loira anabolizada com um taco de golfe.
  • Ellie: Uma adolescente assassina lésbica que não gosta de tomar banho e tem um relacionamento com uma latina judaica chamada Dina.
  • Dina: Uma jovem mãe viúva bissexual que se envolveu com Ellie mas engravidou de um japa tarado chamado Jesse.
  • Abby (Abigail Patterson): Uma loira fisiculturista que teve o pai morto por um traficante, deu o goró pra um jovem chamado Owen várias vezes e gosta do mar.
  • Jason Patterson: O pai de Abby que foi um dos cirurgiões que ia cutucar o cérebro da Ellie para criar uma cura para o fungão cordycepts. Foi morto por Joel ainda no primeiro The Last of Us.
  • Jesse: Um asiático que era namorado de Dina, mas Ellie deu pois um chifre nele. Ele é o pai biológico de J.J. Morreu com uma bala na cara.
  • Owen: Um membro da WLF que comeu e engravidou uma puta com síndrome de Down chamada Mel, mas sempre teve tesão por uma loira chamada Abby. Ele é morto por Ellie quando tentou reagir ao assalto no aquário.
  • Mel: Uma grávida com síndrome de Down que, mesmo grávida, gosta de pegar na espingarda e cheirar pólvora (entenda como quiser). Foi morta quando Ellie deu uma de médica e abortou a criança que ela estava esperando.
  • Manny: Um argentino safado que gosta de iludir mulheres "falando espanhol no ouvido". Ele é morto por um franco-atirador drogado chamado Tommy.
  • Tommy Muller: Irmão mais novo de Joel, que é casado com uma MILF mandona chamada Maria. Ele parte numa jornada de "duro de matar" para vingar a morte do irmão, mas leva uma facada de Lev na perna e quase é morto por Abby.
  • Isaac Dixon: O negão que é o chefe da WLF e o cafetão de Abby, que tem fobia á um grupo de religiosos fanáticos cheiradores de pó chamados de Cicatrizes mas que se chamam na verdade de Serafitas. Ele é "supostamente" morto com um tiro na bunda nas costas.
  • Lev: Um garoto que não é um garoto que fazia parte dos Serafitas, mas como os Serafitas são homofóbicos, ele traiu a ceita e se aliou a uma loirona que mais parece a Gracyanne Barbosa. Ele foge com sua irmã japa, Yara, da ilha dos Serafitas mas Yara morre e Lev resolve ser o esCUdeiro de Abby.
  • Yara: A irmã japa de Lev que foi condenada a ter os braços triturados como castigo por não comer brócolis ter traído o culto de Far Cry 5. Abby a salva, leva ela para ter o braço amputado mas morre quando os Lobos (WLF) invadem a ilha.
  • Nora: Outra Loba que, junto com outros bobões azarados, foi vasculhar um hospital infestado de infectados e com um Rei dos Ratos no estacionamento. Foi morta por Ellie e teve a sorte, ou azar, de ter descoberto que Ellie é imune ao fungo cordycepts.
  • Maria: A esposa de Tommy que não suporta mais as loucuras do marido. Ela é a chefona da comunidade de Jackson.
  • Jules: Um completo desconhecido que só foi descoberto através das cartas de obtuários escritas pelos seus deprimidos amigos.
  • Boris: Um arqueiro muito foderoso que acabou sendo infectado, mas seu arco e flechas encontraram serventia melhor nas mãos de Ellie.
  • Profetisa: Não mostra a cara no game, mas ela é conhecida por ter criado o culto que daria origem aos Serafitas.
  • Cat: Outra que nunca deu as caras, mas foi responsável pela tatuagem no braço de Ellie e também por ter sido a primeira a mexer no cuticuticulá da protagonista.

Grupos[editar]

Comunidade de Jackson[editar]

A comunidade de Jackson Five.

Grupo de mal-encarados que resolveram montar uma cidadezinha aonde podem beber e foder a vontade. A comunidade de Jackson resolveu deixar aquela usina hidrelétrica do primeiro jogo e montaram uma cidade com muralhas de madeira e comandada por uma mulher preguiçosa chamada Maria, que sempre manda os outros fazerem o trabalho sujo. Também é uma cidade onde costumam se desenvolver velhos homofóbicos e putas lésbicas.

É o lar de Ellie e Dina, e também o lugar onde crianças estão acostumadas á falar palavrões e mostrar o dedo do meio pra tia.

Lobos (WLF)[editar]

"O lobo está no cio!!!"

Os Lobos, também conhecidos como WLF ("World Lesbian Footbal", ou "Mundo feminista anti-machista" em portugays), é uma organização paramilitar militantante (a.k.a milicianos da favela). Eles estão em Seattle, e atualmente estão em guerra com os Serafitas pelo controle da porra toda.

Durante o controle da FEDRA sobre a Zona de Quarentena, a população ficou puta e se revelou contra os militares que só queriam meter bala no cu de todo mundo. Isaac Dixon, Emma e Jason Patterson eram três influenciadores digitais que estavam cansados das explosões, a falta de alimentos e as execuções realizadas pelos militares sob o comando do tenente Torres e o sargento Cebola. Em meados da década de 2020 com a pandemia de coronavírus, os Pattersons formaram o WLF, apelidado de "Lobos", como um sindicato que luta por melhores direitos de vida para os civis da zona e trabalhadores com mulheres grávidas. Porém, seus protestos rapidamente se transformaram em uma campanha anti-FEDRA, com os Pattersons, Isaac e seu pequeno grupo de membros distribuindo propaganda anti-FEDRA, roubando suprimentos militares e acendendo mais ainda o fogo no rabo dos pobres coitados da zona de quarenta. Eles foram marcados como terroristas.

Serafitas/Cicatrizes[editar]

Serafitas durante um de seus rituais.

Os Serafitas (chamados pelos Lobos de "Cicatrizes") são uma seita satanista criada por uma velha conhecida como "Profetisa". Essa seita de Far Cry 5 vi e em pé de guerra com os Lobos, além de adotarem doutrinas bem estranhas como transar só depois do casamento e oferecer um de seus filhos pra satanás comer. São facilmente identificáveis pois sempre vestem capas vermelhas, se comunicam por assovios e estão acostumados a chamar os infectados de "demônios" e outros vivos não-serafitas de "hereges".

Inimigos[editar]

Cuidado! O gordão vai te pegar!
  • Corredores: São os infectados mais comuns e que se transformaram recentemente, são Usain Bolts com síndrome de hipoatividade e ainda tem a aparência de "pessoas".
  • Perseguidores: São praticamente a mesma merda, só que esses tem o costume de esperar pra te comer num cantinho atrás da porta ou de alguma outra brecha.
  • Espreitadores: São criaturas cracudas que andam de quatro e fazem barulhos estranhos(hummmmm...), costumam te pegar de jeito atrás de uma mesa.
  • Estaladores: São dotados de uma força enorme, mas como o fungo já fodeu a cara deles, eles são cegos e se movem através da ecolocalização, e costumam fazer barulhos de estalos.
  • Tropêgos: São gordos, esquisitos e jogam umas bombinhas de gás fetal em você.
Essa porra escrota pode estar no seu cu agora.
  • Baiacus/Vermes: São bordões super foderosos que rasgam você ao meio, mas são lentos e também cegos. São duros de matar porque eles não tomam banho a mais de 20 anos, formando uma armadura de fungos.
  • Rei dos Ratos: O único chefão do jogo, foi formado depois que vários infectados ficaram décadas grudados um nos outros dentro de uma sala do hospital de Seattle, formando um câncer gigante que saiu de um parede de fungos e pode rasgar o seu pescoço e comer suas víceras.

Itens[editar]

  • Canos, porretes, machados, ripas - Itens que se quebram em meros dois ou três usos, são a fraqueza dos zumbis (vai por mim, melhor uma paulada do que um tiro, vai entender...). Na época do apocalipse se o exército estivesse equipado com canos e não com metralhadoras, talvez o sucesso tivesse sido maior em controlar o surto (por,consequência, ia virara a maior pauleira)
  • Armas de fogo - Com a pouca munição não dá para sair igual um mercenário retardado achando que está em Call of Duty, e fazem um barulho do cão que atrai todo mundo.
  • Arco e flecha - Embora silenciosa, na maioria das vezes as flechas atiradas se quebram e não podem ser recuperadas e elas quase não existem (o Joel sabe fazer bombas de prego, e não sabe fazer uma maldita flecha!).
  • Kit médico - Mesmo que você leve um tiro no fígado, na cara, no piru, ou uma pancada de cano na cabeça, basta passar umas ataduras no braço COM ÁLCOOL (muda demais esse detalhe) para curar-se completamente.
  • Coquetel molotov - Mais um item surreal capaz de matar um bando de zumbis trouxas que se juntam na fogueira criada por um desses. Dá até pra fazer churrasco de fungo (ECA!).
  • Bomba de pregos - Item útil criado por Bill que eleva ao máximo a capacidade de McGyver de Joel em criar uma bomba a partir de meras latas de seleta de legumes, pólvora e tesouras.(quando se chega ao nível máximo, pode-se também fazer com latas de nescau e sardinha)
  • Bomba de fumaça - Esse aqui é tão inútil que ninguém usa. (pelo menos na história)
  • Tijolos e garrafas - Encontrado aos montes em todos cenários do jogo, se fossem muito úteis não existiram tantos à toa.
  • Bomba de PVC - Muito usada pelos membros da WLF e por algum pedreiro chamado Serjão. É uma bomba que faz tanto estrago quanto um rojão de festa junina.

Ver também[editar]