The Doors

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
The Doors
220px-The-doors.jpg
aff odeio tirar foto
Origem Califórnia
País EUA
Período 1965 a 1973
Gênero(s) Rock psicodélico
Gravadora(s) Elektra
Integrante(s) Jim Morrison, Ray Manzarek, John Densmore, Robby Krieger
Ex-integrante(s) tiozinho da barraca de cachorro quente
Site oficial essa banda é tão velha que não sequer existia site


Cquote1.svg Na União Soviética, o Jim Morrison acende o fogo de VOCÊ!!! Cquote2.svg
Reverssal Russa sobre Jim Morrison
Cquote1.svg Eu entendia suas letras... Cquote2.svg
Maconheiro sobre The Doors
Cquote1.svg Molesto sim, seu filho da puta! Cquote2.svg
Mosquito sobre The Doors
Cquote1.svg O baixista dessa banda é bom né?! Cquote2.svg
Ignorante sobre The Doors

O grupo de punheteiros estadunidense The Doors (Os Portas) foi uma banda de 4 jovens maconheiros e homossexuais músicos dos Anos 60,cujas letras muito dãããã ninguém entendia bulhufas e cujas músicas eram tão fodas e sobre fodas que as pessoas achavam ser psicodelia. Era composta por Jim Morrison, Robby Krieger, John Densmore e Ray Manzarek. Começaram a fazer surubasucesso na mesma época de Beatles e Rolling Stones e lançaram seu primeiro disco em 1967, causando um grave problema de desabastecimento de heroína, LSD e maconha no mundo inteiro(leia-se Inglaterra e Estados Unidos).

O sucesso[editar]

Lá em 1900 e guaraná com rolha, os Doors chegam ao topo das paradas musicais com a música Light my Fire, ou em português, "Acenda meu Fogo" cujo título era tão estúpido quanto os fãs da banda. À partir daí, o grupo lançou mais 5 filmes pornôsdiscos, até 1971, o ano da morte de Jim Morrison. Depois, foram mais 2 discos, obviamente obra dos outros músicos tentando faturar em cima do espólio do falecido.

O Fim[editar]

Jim Morrison e sua reencarnação.

Cquote1.svg This is the end.... Cquote2.svg
Jim Morrison sobre O Fim

O comportamento irriquieto de Morrison abreviou o fim do grupo, apesar de ser a única forma de divulgação da banda. Eram ofensas a policiais,excesso de álcool e drogas, pênis para fora durante shows (uuii!!),obesidade, entre outros. Com tudo isso, foi obrigado a se exilar na França, onde se tornou amigo de Johnnie Walker, Jim Bean e Jack Daniels.

A morte[editar]

Após um show em Paris, e uma noitada,Willy Jim Morrison foi encontrado morto encalhado em uma praia numa banheira, num hotel das redondezas. O atestado de óbito constava que ele morreu de ataque cardíaco, mas como sabemos, Jim está vivo e está em sua fazenda, a Mojos Green, no Acre.

Homenagens[editar]

Desde sua "morte", Jim tornou-se um ícone da cultura boçal jovem. Hoje em dia, é possível ver um monte de gente usando uma camisa dele, sem ao menos ter ideia de quem ele foi ou o que fez. No entanto, desde que o cantor morreu em 1971, bilhões de pessoas de todas as partes do mundo vêm homenageando o Doors botando portas em suas casas.

Curiosidade[editar]

Baseando-se no comportamento acima citado, alguns jornalistas começaram a desconfiar que Britney Spears fosse a reencarnação de Morrisson. E não é só pelo hábito de posar para fotografias com o pescoço torto e o olhar dããã, afinal ambos gostavam de mostrar as partes íntimas em público, ambos eram mais famosos pelos escândalos do que pela música, ambos têm fãs cujo cérebro foi afetado por algum tipo de droga e acabaram suas carreiras obesos, drogados e alcoólatras.

Discografia[editar]

Lula muito empolgado com as músicas longínias dos The Doors.
  • As Portas - 1967. Primeiro disco dos Porteiros.
  • Ânus estranho - 1967. Jim estava sentindo dores no ânus, que mais tarde se revelaram uma doença de próstata terrível.
  • Esperando pelo sol nascer quadrado - 1968. Os Porteiros foram presos por roubar portas das casas dos outros. Escreveram as letras desse disco na prisão, ou seja: esperando o sol nascer quadrado.
  • A parada sutil - 1969. Uuuuuuiiiiiiaaaaa!
  • O puteiro do Morrison - 1970. Um álbum que falava sobre o puteiro que Jim abriu para fugir da fama e dos outros Porteiros. Dizem que ele não morreu e se esconde lá para fugir do assédio dos fãs.
  • Mulher de S.P. - 1971. Último disco (ainda bem!) com o Morrison. Jim provavelmente colocou esse nome no disco, por causa de uma visitinha que uma mulher foi fazer em seu querido bordel.
  • Uma outra voz - 1971. Como Jim já estava na fila para jogar ping-pong no céu, os outros babacas continuaram a usar o nome "Portas". Colocaram o nome de "Uma outra voz", indicando que o antigo vocalista já era! Se fudeu! Dorme com os peixes! E que quem mandava naquela porra eram eles.
  • O círculo cheio (...de merda) - 1972. O verdadeiro nome do disco inclui o parêntese, mas foi considerado inapropriado pela gravadora para ser lançado no mercado.

Integrantes[editar]

The Doors e seus integrantes.

Fatos[editar]