Super Street Fighter IV: 3D Edition

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg Super Street Fighter IV: 3D Edition é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, o Donkey Kong mata o K. Roolenstein.

Street Fighter IV IV for Nintendo 3DS
Super Street Fighter IV 3D Edition cover.jpg

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Dimps e Capcom
Publicador Capcom
Ano 2011
Gênero Luta de rua
Plataformas Nintendo 3DS
Avaliação Indefinido
Classificação indicativa Livre

Super Street Fighter IV: 3D Edition é a versão do Street Fighter IV para Nintendo 3DS. Embora a Capcom seja famosa por lançar seus Street Fighter para todos consoles imagináveis da face da Terra, ela sempre encontra empecilhos na hora de adaptar seus jogos para os consoles da Nintendo, como por exemplo, a regra da Nintendo de que todo e qualquer jogo lançado no Nintendo 3DS tem que ter a menção "3D" ou "3DS" no título do jogo. Outra regra é que esses jogos precisam ser desenvolvidos por empresas de fundo de quintal, então a Dimps precisou ser chamada. E outra determinação é que o touchscreen e a estereoscopia do portátil devem ser obrigatoriamente utilizadas em algum momento. Como a Capcom é especialista em relançar Street Fighter infinitamente e também muito especialista em terceirizar o trabalho de jogos sem importância e também em utilizar funções sem sentido em cada relançamento seu, foi muito fácil cumprir as três exigência e entrar em acordo com a Nintendo para criar essa versão.

Jogabilidade[editar]

Como se trata de uma mera adaptação de Street Fighter IV, a jogabilidade é aquele esperada de qualquer Street Fighter, um jogo de luta de um contra um, só que ainda menos divertido porque não dá pra jogar contra seu amigo (onde existe duas pessoas que ao mesmo tempo são amigas e ao mesmo tempo possui um Nintendo 3DS e uma cartuchinho do Super Street Fighter IV: 3D Edition? Isso não existe), sendo possível jogar apenas contra trolls online (enquanto o servidor não foi desligado). O jogo ocorre numa tela menor que um celular Nokia, sendo necessário uso de lupa para enxergar o ecrã. A tela touchscreen é completamente desperdiçada e reduzida a ser apenas 4 botões a mais. Aliás, a Capcom já ciente que apenas crianças tem esse portátil, os Super Combos e Ultra Combos podem ser realizados ao se apertar apenas 1 botão, na dificuldade "Lite", assim qualquer noob pode se achar o profissional.

Novidades[editar]

O único diferencial em relação ao Street Fighter IV normal é a presença de todos recursos característicos do console Nintendo 3DS na jogabilidade do 3D Edition. Não porque isso agregaria qualquer coisa de bom, mas essas funcionalidades estão lá porque a Capcom foi obrigada a fazer isso para ter essa sua versão do 3DS. Além da inutilidade do touchscreen que serve apenas para ser 4 botões de golpes a mais, dá para usar o StreetPass do jogo que serve para colecionar umas porras de umas figurinhas.

Fora isso ainda existe o Dynamic Mode, um modo de jogo onde a câmera vai para as costas do personagem e você agora ao invés de apertar os botões deve ficar balançando o videogame feito um retardado mental para seu personagem dar os golpes (e errar todos).

Enfim, só porcarias.