Shogo Akuji

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Shogo se preparando para dormir infinitamente em sua cama antes de perceber que esqueceu de tirar a roupa do varal.

Shogo Akuji é um dos três líderes de gangue do jogo Saints Row 2 que você tem que meter porrada durante o jogo. O próprio é líder da versão americana da Yakuza do jogo, os Ronin. Shogo é o filho do mafioso japonês Kazuo Akuji, onde se trata de um personagem muito arrogante e preguiçoso, o que faz o mesmo ser ignorado por Kazuo 11 de 10 vezes que tenta explicar alguma coisa para o seu pai.

Saints Row 2[editar]

Cquote1.svg Tu não viu o Shogo? Cquote2.svg
D'Alessandro jogando Saints Row II
Shogo e seu pai, Kazuo aproveitaram uma brecha em Stilwater, que estava sem liderança de gangues depois de uma grande explosão acabar teoricamente com todas as gangues que existiam naquela cidade e formaram um império na parte norte da cidade, abrindo casinos e bancas de pastel de flango naquela parte. Shogo, com essas ideias que eram consideradas lucrativas para a gangue japonesa, sempre recebia um fora de seu pai quando estava tentando ganhar a atenção dele, virando uma espécie de filho mimado.

Enfim, seu casino é roubado pelos 3rd Street Saints e resolve meter seu modo foda-se achando que iria ganhar dinheiro grátis do seguro que conseguiu com a Ultor Corporation, o que é desaprovado tanto pelo seu pai quanto Jyunichi, um de seus puxa-sacos até a metade do jogo. Jyunichi resolve caguetar toda a incompetência de Shogo ao cagar e andar para grande parte do dinheiro da gangue ser roubado e isso faz que Kazuo saia do Japão para ir a cidade pacata de Stilwater, o que deixou Shogo nervoso.

O mesmo tentou fingir se importar com a gangue e tentou fazer várias tentativas de assassinato aos 3rd Street Saints, porém era péssimo em realizar planos e tentou fazer o Jyunichi pensar em um para depois roubar os créditos disso, como o caso do Pierce e da Shaundi no mesmo jogo. Depois disso, os Saints resolvem se vingar para tentar matar Kazuo no aeroporto e Jyunichi chega primeiro para salvar-o, algo que Shogo novamente não tava dando uma mínima, o que fez seu pai ficar ainda mais bravo com ele.

Por causa disso, Jyunichi vira uma espécie de "filho adotado" de Kazuo e vira o preferido, o que faz Shogo se morder de raiva e decide secretamente mandar a localização dele para os Saints fazer presunto dele. Tentando ganhar a confiança de seu pai, Shogo tenta consolar ele mesmo, mas de tanta burrada, Kazuo resolve tomar a gangue e deixar Jyunichi como um mero soldado com um cargo um pouco mais elevado como uma punição, o que resulta em Kazuo cortando o contrato com Dane Vogel e a Ultor, além de uma das bases da gangue virar uma churrascaria humana por causa dos Saints de novo.

Shogo, após ser humilhado e ignorado mais uma vez pelo seu pai, resolve ter bolas para tentar pagar uma de machão e faz sua maior burrada no jogo, que é resolver invadir o funeral da Aisha com alguns membros da gangue. Mesmo com Gat tentando mandar o garoto embora, Shogo mesmo assim resolve acabar com o funeral e deixar Gat pistola da vida. Depois de uma longa batalha entre o protagonista e alguns membros da Ronin, o próprio consegue capturar Shogo, que fica cara a cara com os dois personagens principais do jogo e toma o maior especial de porrada de sua vida por parte do Johnny Gat, que dá vários socos e chutes, tanto que o deixa quase paraplégico.

Depois de apanhar bastante, Shogo começa a implorar para virar presunto de uma vez por todas depois de passar por mais uma humilhação no jogo, já que sofreu várias de seu pai tanto no jogo quanto na vida e Gat, que queria matar ninguém naquele dia, tem a ideia de fazer o próprio virar um presunto fora da validade, o enterrando vivo em um caixão para sempre, onde, como óbvio, morreu mas não passa bem.

Gat out of Hell[editar]

Mesmo com os Ronin aparecendo em massa nas simulações de Saints Row IV, Shogo era tão insignificante no segundo jogo que mal apareceu lá, sendo novamente trocado por sua versão superior, o Jyunichi. Depois de sua morte humilhante no segundo jogo, como óbvio, Shogo vai parar no quinto dos infernos (literalmente) como o resto da gangue dos Ronin e tentam dar um golpe de estado em William Shakespeare na zona dos classes média do jogo e a gangue dos japas resolveu se aliar com William Sharp e Killbane para dominar aquele lugar inteiro e lutar contra o império capitalista da Ultor Corporation que dominava até o Inferno.

Por causa de um asiático metido a fodão e uma hacker invadindo aquele lugar, o resultado não foi dos melhores e o trio parada dura da Ronin acabou se ferrando mais uma vez, com Shogo novamente sendo enterrado vivo trocentas vezes pelo próprio William Shakespeare em uma peça teatral.

v d e h
Saints row.jpg