Sesinho e sua Turma

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Logo sesinho.gif

Cquote1.svg Porra, cadê Hentai do Sesinho? Cquote2.svg
Nerd noob sobre Sesinho
Cquote1.svg Fui eu que projetei Cquote2.svg
Sergio Naya sobre Sesinho Sesi
Cquote1.svg Esto non ecziste. SAI CAPETA!!! Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre Sesinho

A venda das revistas[editar]

"Hehe... meu pau parece uma lombriga"

O BOZO do Sesi, declarou no final do ano que a venda das revistinhas faturaram cerca de 15 milhões de dólares e agora estão negociando a compra do Pudim.com.br que passara a ser o portal principal do Sesinho. Quando a compra for realizada, o Sesi vai lançar uma história sobre como Sesinho comeu o pudim pela primeira vez.

Atualmente a venda das revistas foram primordiais para abrir novos horizontes para o mundo do Sesinho, entre eles, empregar muita gente para fazer bonecos, camisetas, chaveiros e até se vestir como os personagens para alienar outras criancinhas.

Desenho animado e a Mania chamada Sesinho[editar]

Embora que o Sesi esteja milionário com a venda das revistas, ele diz não ter dinheiro para criar episódios para a televisão, então, como um improviso, eles criaram miniepisódios de 1 minuto e meio para a televisão atualmente passando na TV Cultura e TV Brasil, o que salvou a Cultura de críticas quanto a série Cocoricó, que agora só faz parte de 99,9999999% da programação semanal da cultura.

Mesmo com esses episódios de bosta pequenos, Sesinho virou a febre da molecada.

A produção do Sesinho caiu em todo o Brasil, por conta de Sir. Paulo Skaf não querer pagar o Pato.

Este artigo deveria ser um esboço.
Mas, como ninguém dá atenção para ele, ele tentará o suicídio.
Você pode ajudar o artigo tirando-o da depressão.