Seleção Montenegrina de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Monte Preto
Montenegro logo.gif
Lema: Não somos a Sérvia!
Local: Pó de Gorila
Confederação: UEFA
MELHOR Resultado: 6-0 contra o Eterno Perdedor da Europa (11/09/2012)
PIOR Resultado: Inglaterra 7-0 Montenegro (Numericamente) (14/11/2019)
Fornecedor: Milo Đukanović
Apelido: Sérvia
Ídolos: Stevan Jovetić, Mirko Vučinić, Stefan Savić e se tivesse classificado o time pra alguma competição e não tivesse tomado de 5-2 da Moldávia, Branko Brnović...
Mascote: Sinalizador
Hino: Saudade da Iugoslávia
Títulos: Campeonato Europeu de Arremesso de Sinalizadores


Cquote1.svg Você quis dizer: Jovetić, Savić e mais 9 Cquote2.svg
Google sobre Seleção Montenegrina de Futebol
Cquote1.svg ¡¿Como que um time desse toma um vareio da MOLDÁVIA dentro de casa?! Cquote2.svg
Torcedor montenegrino puto com o vexame histórico
Cquote1.svg Hehehehe... Cquote2.svg
Torcedor moldavo sobre comentário acima
Cquote1.svg Vá jogar sinalizador na tua mãe, filho da puta!!! Cquote2.svg
Igor Akinfeev sobre torcedor montenegrino
Cquote1.svg Marco Reus montenegrino Cquote2.svg
Comentarista esportivo sobre Stevan Jovetić
Cquote1.svg Deveria ter jogado pela Bósnia Cquote2.svg
Dejan Damjanović sobre a Seleção Montenegrina

A Seleção Montenegrina de Futebol é mais uma dissolução mal acabada da ex-Iugoslávia e da ex-Sérvia e Montenegro que mesmo tendo mudado de território duas vezes não consegue produzir jogadores decentes nem conseguem se classificar pra competição nenhuma, no máximo disputando o play-off e olhe lá.

História[editar]

É uma seleção nova demais para ter alguma história relevante, surgiu após a dissolução da Sérvia e Montenegro. Não é nem um fio de pentelho ensebado do futebol que a Iugoslávia tinha, em tão pouco tempo de vida essa seleção já conseguiu decepcionar seus torcedores várias vezes. Se vendeu afiliou a UEFA em 26 de Janeiro de 2007 e realizou sua primeira partida como membro da UEFA em 24 de Março daquele ano contra a Hungria no Estádio Pod Goricom em Podgorica, venceram por 2-1 com 6 com 12000 pessoas assistindo. Foi aceito como membro da FIFA em 31 de Maio de 2007 após mala branca oferecendo prostitutas aos membros da entidade.

Eliminatórias Euro 2008[editar]

Não disputou porque quando a competição começou a seleção ainda não era membro da UEFA.

Eliminatórias Copa 2010[editar]

Foi a primeira competição oficial de link={{{3}}} Montenegro, grupo que tinha Itália, Irlanda, a Bulgária de Berbatoba, Chipre e Geórgia (Grupo 8), mas como o time na época já era uma bela duma bosta em putrefação terminou em penúltimo no grupo com apenas 9 pontos (apenas 1 vitória, 6 empates e 3 derrotas), deixando o time fimose comandado por Zoran Filipović longe da copa do mundo na África do Sul.

Eliminatórias Euro 2012[editar]

Grupo que tinha Inglaterra, Suíça, País de Gales e Bulgária (agora já sem Berbatov) (Grupo G). Dessa os azalados chegaram perto da classificação, indo para a repescagem após dar o rabo pra UEFA terminar em 2° no grupo com 12 pontos (3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas). Mas o sonho foi por água abaixo ao jogar com a República Tcheca na repescagem, perdendo as duas partidas (2-0 e 1-0), assistindo a Euro na Polônia/Ucrânia pela televisão e sem chance de comerem as galegas ucranianas e polonesas com nível de beleza que não se acha facilmente em Montenegro.

Eliminatórias Copa 2014[editar]

O "timaço" que fracassou.

A campanha em si não foi ruim, caiu num grupo difícil que tinha Inglaterra, Ucrânia, Polônia e os gato' morto' Moldávia (que não era tão lixo assim como é hoje) e o eterno perdedor San Marino (Grupo H). Terminou em 3° no grupo com 15 pontos (4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas), mas o pior não foi a seleção ter falhado em se classificar para a copa do mundo no Brasil e sim ter perdido na última rodada pra Moldávia por 5-2 em casa (Jovetić fez os dois gols, os únicos dele na competição), dia que ficou conhecido nacionalmente como "Goricomaço", foi a maior humilhação da história dessa seleção e os montenegrinos se lembrarão desse fiasco pelo resto de suas vidas. Nem Jovetić, Vučinić e Damjanović (que só jogou bem na Coreia do Sul) conseguiram levar a seleção para o mundial de 2014 (com o frangueiro Mladen Božović complicou tudo também) e os torcedores já começaram a pedir a cabeça do treinador Branko Brnović, principalmente após esse desastre no último jogo, mas o treinador permaneceria no cargo até o final de 2015, fazendo os torcedores temerem pelo pior.

Eliminatórias Euro 2016[editar]

Monte preto caiu num grupo complicado que tinha Rússia, Áustria, Suécia, o seu algoz Moldávia e Liechtenstein (Grupo G). E os vexames continuaram, como no qual a seleção cheia de pé de bagre abaitolado não conseguiu vencer o inexpressivo time de Liechtenstein no jogo em Vaduz em 09 de Outubro de 2014 na segunda rodada (0-0). Terminou em 4° no grupo com apenas 11 pontos (3 vitórias, 2 empates e 5 derrotas), longe da Euro na França e ainda ficou marcado pela polêmica quase guerra civil no jogo contra a Rússia e assim foi o fim da era Branko Brnović, que deixou a seleção após o contrato expirar em 17 de Dezembro de 2015, pra alívio dos torcedores que estavam à ponto de matá-lo e transformar seu corpo em fogueira nas festas de São João, mas pelo menos eles se "vingaram" da Moldávia.

Polêmica No Jogo Com A Rússia[editar]

Akinfeev sendo atingido por um míssil sinalizador montenegrino.

A partida entre Montenegro e Rússia (país com o qual não tem uma relação lá muito amigável) em 27 de Março de 2015 em Pó de gorila pela quinta rodada foi alvo de uma grande polêmica. Logo aos 10 segundos de jogo um terrorista torcedor montenegrino atirou um bojo explosivo sinalizador que acertou o goleiro russo Igor Akinfeev que foi atendido, as equipes foram para o vestiário e se mataram com tiros de Nerf decidiram continuar o jogo, mas o fuzuê não parou por aí. Aos 20 do segundo tempo (com o jogo com o placar a zero), após o russo Roman Shirokov perder um pênalti outro artefato foi jogado no gramado e aí foi confusão generalizada e o árbitro alemão Deniz Aytekin decidiu encerrar o jogo ali mesmo para cabeças não rolarem. Foi decretada judicialmente a vitória por 3-0 para os russos (só faltou Vladimir Putin declarar guerra à Montenegro).

Eliminatórias Copa 2018[editar]

Caiu em outro grupo complicado com Polônia, Dinamarca, Romênia, Armênia e Cazaquistão (Grupo E). Até fez um campanha decente mas as gazelas de novo broxaram na hora de ejacular e não conseguiram a classificação para o mundial no Cabaré de luxo do Putin mesmo com Jovetić em boa fase marcando 7 gols no total (incluindo 3 golaços no 4-1 sobre a Armênia), terminando em 3° com 16 pontos (5 vitórias, 1 empate e 4 derrotas).

Eliminatórias Euro 2020[editar]

Competição nova, história velha, dessa vez foi a pior campanha de Montenegro numa eliminatória, parecia que era o Vasco jogando a eliminatória, terminando na lanterna com apenas 3 míseros pontos (0 vitórias, 3 empates e 5 derrotas) num grupo que tinha Inglaterra, República Tcheca, Bulgária e Kosovo, Jovetić não jogou em nenhuma partida porque de cada 3 partidas ele se lesiona em 4, Stefan Mugoša também não faz nada além de segurar vela no time e o resto dos otários pareciam estar com as pernas em estado de necrose.

Atualmente[editar]

Hoje em dia a seleção tenta se reestruturar para conseguir vaga em alguma competição, fazendo os jogadores virarem garotos de programa ou vendendo camisinha Olla que não rasga nem com navalha pra ver se ganham um cascalho a mais para conseguirem comprar algum árbitro europeu ou pagarem paraísos fiscais pros que trabalham na UEFA. Jovetić retorna após 2 anos sem jogar um único jogo pela seleção devido a série absurda de lesões para tentar ajudar a seleção a fazer uma campanha decente pelo menos na Liga das Nações da UEFA.

Eliminatórias Copa do Mundo 2022[editar]

A missão impossível de se classificar para o mundial de 2022 no Qatar com certeza vai ser complicada, a seleção já anda meia bamba das pernas e vai ter muita dor de cabeça com a Holanda, Turquia e Noruega no grupo (Letônia e Gibraltar não contam).

Jogadores de Destaque[editar]

  • Stevan Jovetić
  • Mirko Vučinić (primeiro capitão da história da seleção)
  • Stefan Savić
  • Andrija Delibašić
  • Dejan Damjanović (que nasceu na Bósnia)
  • Mladen Božović
  • Marko Baša
  • Nikola Vukčević
  • Dino Islamović
  • Nikola Drinčić
  • Fatos Bećiraj

Ver Também[editar]