Seleção Marroquina de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Marrocos
Seleção Marrocos.png
Lema: A França não nos representa!
Local: Rabat
Confederação: CAF
MELHOR Resultado: Marrocos 13 - 1 Arábia Saudita (06/09/1961)
PIOR Resultado: Hungria 6 - 0 Marrocos (11/10/1964, Jogos Olímpicos
de Tóquio)
Fornecedor: França Puma
Apelido: Raposinhas Leões do Atlas
Ídolos: Maomé VI
Mascote: Maomé
Hino: Time Of Our Lives
Títulos: Taça Africana de Nações de 1976 e Campeonato
Genérico Africano de Nações de 2018
(só isso)


Cquote1.svg Aye, aye, here we go aye, this is the time of our lives! Cquote2.svg
Música da Seleção Marroquina

A Seleção Marroquina de Futebol atualmente é uma das seleções africanas mais fortes, já que a grande maioria do continente possui seleções que não é aquela coisa que se diga: "Nossa, que timaços!". A seleção é basicamente formada por gringos (geralmente nascidos na Europa) com ascendência que se julgam "nativos", mas a verdade é que a seleção marroquina (assim como a da link={{{3}}} Argélia) não é marroquina. O jogador com mais partidas pela seleção é Noureddine Naybet com 115 jogos (1990-2006) e o maior artilheiro é Ahmed Faras com 36 gols em 94 jogos (1966-1979), mas ele não se orgulha disso.

História[editar]

A história da seleção "marroquina" começa em 1928 quando os franceses jogadores do link={{{3}}} Marrocos jogando com o time B da link={{{3}}} França e perdeu por 2-1 isso com o time francês com 4 jogadores bêbados em campo. Já que os verdadeiros nativos não eram bons em futebol, os donos da colônia resolveram fazer um acordo com os marroquinos, para que a seleção ficasse mais forte, os "habilidosos e bem treinados" franceses jogariam pela seleção marroquina deixando ela mais "forte", o que foi aceito de imediato. Sua primeira partida oficial (já com a independência da França) foi contra a seleção iraquiana em 19 de Outubro de 1957 em Beirute, link={{{3}}} Líbano, num torneio importantíssimo, os Pan Arab Games, que estava em sua segunda edição, com um empate de ruindade o jogo terminou 3-3.

Benatia querendo chamar atenção pra câmera.

Copas do Mundo[editar]

Amrabat putaço com o VAR.

Participou ao todo de 5 copas (1970, 1986, 1994, 1998 e 2018), mas em nenhuma delas fez uma campanha de destaque, o máximo foi chegar as Oitavas-de-Final em '86 (11° lugar), nas outras caiu na fase de grupos.

Copa Africana de Nações[editar]

Foi a única competição em que Marrocos teve alguma glória, participou de 17 edições do torneio, sendo campeões em '76 jogando com o time francês emprestado.

O Outro Campeonato Africano de Nações[editar]

Também participaram de 3 edições desse torneio genérico (2014, 2016 e 2018), sendo campeões em 2018, sabe o que isso significa? Nada.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2014[editar]

Era uma das seleções "favoritas" a classificação, mas logo na estreia empatou com a toda poderosa link={{{3}}} Gâmbia em 1-1 (02/06/2012), sete dias depois enfrentaram a melhor seleção do Grupo link={{{3}}} Costa do Marfim, jogando em casa, Marrocos perdia por 2-1 e já sofria a pressão de que era um time "forte demais" para somar só 1 ponto em 2 jogos, aos 43' do segundo tempo Hamza Abourazzouk empatou o jogo. O time "fortíssimo" terminou em 2° no grupo com 9 pontos (2 vitórias, 3 empates e 1 derrota) e não avançou para a próxima fase, com direito a derrota pra link={{{3}}} Tanzânia por 3-1 (24/03/2013).

Torcedores Ilustres[editar]

Jogadores De Destaque (Ou Não)[editar]

  • Hakim Ziyech
  • Mehdi Benatia
  • Yassine Bounou
  • Youssef El-Arabi
  • Achraf Hakimi
  • Noureddine Naybet
  • Ahmed Faras
  • Adel Taarabt
  • Youssef En-Nesyri
  • Salaheddine Bassir