Seleção Galesa de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

País de Gales
Gales Escudo.png
Lema:
Local: Cardiff
Confederação: UEFA
MELHOR Resultado: País de Gales 11-0 Irlanda em Wrexham (03/03/1888)
PIOR Resultado: Escócia 9-0 País de Gales em Glasgow (23/03/1878)
Fornecedor: {{{Fornecedor}}}
Apelido: Os Cagões Dragões
Ídolos: Gareth Bale, Ryan Giggs, Ian Rush, John Charles, Ivor Allchurch e Simon Church Mark Hughes
Mascote: Um dragãozinho sem fogo
Hino: Terra dos Meus Pais
Títulos: {{{Títulos}}}


Cquote1.svg Você quis dizer: Gareth Bale mais 10 Cquote2.svg
Google sobre Seleção Galesa de Futebol
Cquote1.svg Tem eu também! Cquote2.svg
Aaron Ramsey, se achando bom jogador, sobre a afirmação acima
Cquote1.svg E isso existe? Cquote2.svg
Idiota desinformado que não conhece o Reino Unido sobre Seleção Galesa de Futebol
Cquote1.svg Isso é uma vergonha! Cquote2.svg
Bóris Casoy sobre a quantidade de Copas com a presença do País de Gales
Cquote1.svg É tão ruim que minha presença não foi o suficiente Cquote2.svg
Ryan Giggs sobre participar de Copa do Mundo e Euro

A Seleção Galesa de Futebol nada mais é que uma entidade futebolística formadora de jogadores perna de pau e não é conhecida porque falhou como vários times anteriores: quase não participou de Copas do Mundo, só a de '58. Os maiores ídolos dessa seleção até hoje foram John Charles, Ivor Allchurch, Ian Rush, Mark Hughes (mesmo só tendo marcado 16 gols pela seleção), Ryan Giggs e agora, Gareth Bale. Entre os perebas que já passaram ou passam por essa seleção estão Jonathan Williams, Darcy Blake, etc.

Saudoso antigo escudo da seleção, bem mais bonito do que o novo que é tão cru que parece marca de carro.

História[editar]

Rubinho triste ao saber o resultado do 1º jogo.

É uma das seleções mais velhas do mundo, fundada apenas em 1876 (sim, já existia futebol na época) e também por inveja das irmãs inglesa e escocesa. Na época faltaram jogadores para a primeira da seleção então, os fundadores construiram uma máquina do tempo para recrutar o Tabajara e assim jogar contra os homens de saia. E assim aconteceu o vexame: 4-0 para a Escócia naquele 26 de Março com tempo horrível em Glasgow (até hoje a seleção afirma que beberam o wisque oferecido pelos escoceses, motivo do fiasco do time na partida). Em 1956, a seleção oferece algumas bombas e caças para a seleção israelense e assim participaram da única Copa do Mundo em 1958.

Na copa de 1958 , fizeram uma atuação meia-boca e nas quartas acabaram sendo eliminados pelo Brasil , com o único gol de Pelé , foi desse jogo que saiu a expressão de Professor Girafales.

Cquote1.svg GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL , DE PELÉ Cquote2.svg
Professor Girafales

Eliminatórias Euro 2012[editar]

Os jogadores do time ainda nem sabiam limpar o próprio rabo direito na época e Bale praticamente jogava sozinho, resultado: não conseguiram a classificação para a eurocopa. Já começou perdendo de 1-0 pra Montenegro, depois derrota em casa pra Bulgária por 1-0 em casa depois um outra de 4-1 pra Suíça, seguido de uma derrota de 2-0 no duelo britânico com a Inglaterra. Finalmente venceu a primeira no 2-1 sobre Montenegro, aí perdeu de novo pra Inglaterra de 1-0 e com Earnshaw perdendo um gol feito e entrando pro Zoação Esporte Clube do Esporte Interativo, depois venceu a Suíça por 2-0 mas a essa altura já não adiantava mais nada e pra fechar ganhou da Bulgária em Sófia com um gol solitário de Bale, fechando o Grupo G em penúltimo com 9 pontos.

Eliminatórias Copa do Mundo 2014[editar]

A seleção na época ainda era bem zuada e dependia muito de Bale, então a classificação pra copa do mundo no Brasil era bem improvável, e não deu outra, foi uma campanha vergonhosa com os galeses. Já começou perdendo pra Bélgica de 2-0 em casa, depois tomou um histórico 6-1 da Sérvia em Novi Sad com Bale e tudo (que fez o gol de falta) jogo em que Gales jogou de preto (sabe o que isso significa? Nada), finalmente na terceira rodada venceu a primeira no clássico contra a Escócia de virada por 2-1, com Bale fazendo os dois gols pra variar e ainda teve um gol anulado duvidoso de Fletcher e o pênalti duvidoso no gol de empate de Bale (pelo jeito os bandeirinhas e o árbitro Florian Meyer foram comprados), mas voltou a perder de novo pra Croácia por 2-0 em Osijek e o povo já começou a pedir a cabeça do técnico Chris Coleman. No quinto jogo, debaixo de neve, venceu a Escócia de virada por 2-1 em Glasgow, nesse jogo Bale não viu a cor da bola e foi substituído no segundo tempo. No jogo com a Croácia em Cardiff Bale abriu o placar de pênalti e tudo caminhava para uma vitória importante, mas pra você ver o azar desse time mesmo com uma defesaça de Boaz Myhill no segundo tempo, ele levou um perusaço num chute de Lovren e 10 minutos depois o brasileiro Eduardo virou o jogo para os croatas, foi o último jogo de Bale na competição. No jogo seguinte, Bale ficou no banco e o time conseguiu perder para a Macedônia por 2-1 e a chance de se classificar que já era quase impossível foi por água abaixo, e ainda tomou outra enfiada da Sérvia de 3-0 em Cardiff e os jogadores já estavam querendo vaselina. No penúltimo jogo conseguiu cagadamente se vingar da Macedônia com uma vitória de 1-0 com gol de Simon Church (que ainda perdeu um pênalti) e no último jogo da vergonhosa campanha conseguiu o milagre de empatar em 1-1 com a Bélgica em Bruxelas, mesmo sem Bale que estava ocupado no Real Madrid e não ia jogar no time que só 'tava cumprindo tabela. E assim terminou Gales em penúltimo lugar no Grupo A, apenas a frente dos macedônios, com 10 pontos, mas mesmo assim o treinador Chris Coleman ficou no time.

Eliminatórias Euro 2016[editar]

Depois da campanha pífia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, onde só somou míseros 10 pontos, mantiveram Chris' Coleman no cargo e apostaram no trabalho dele para as Eliminatórias da Euro 2016 (MMXVI), não se sabe se ele fez ritual de macumba ou magia negra mas em 2014 a seleção teve um surto repentino de qualidade e aquele bando de maricas aprendeu a jogar bola. Começou a competição de foram duvidosa vencendo Andorra de virada por 2-1 fora de casa com dois gols de Bale (que estava com um cabelo horrível) e após o gol da virada de falta alguns torcedores alucinados invadiram o campo para comemorar e depois aparece Bale pedindo calma aqueles vândalos. Quem viu pensou que, vencendo uma seleção merda como Andorra no sufoco, a história iria se repetir, mas no jogo seguinte conseguiu um 0-0 com a Bósnia (os jogadores estavam tão acostumados com humilhações que comemoraram um empate!), depois venceram o Chipre (Freguês da Bélgica) por 2-1 e seguraram um 0-0 com a Bélgica em Bruxelas e comemoraram como se fosse um título. No quinto jogo, meteu 3-0 em Israel em Haifa com Bale jogando muito e marcando 2 gols, depois venceu a Bélgica com um gol solitário de Bale (que recebeu a assistência de Nainggolan) e Gales conseguiu subir para o décimo lugar no ranking da FIFA. Venceu o Chipre por 1-0 em Nicósia com Bale marcando de cabeça, depois empatou sem gols com Israel em Cardiff. No penúltimo jogo, mesmo perdendo de 2-0 para a desesperada Bósnia, como Israel conseguiu perder para o Chipre por 2-1 em Jerusalém, Gales conquistou a classificação inédita para uma eurocopa, para cumprir tabela venceu Andorra na última rodada por 2-0, Bale e Ramsey fizeram os gols, terminando em 2° no Grupo B com 21 pontos atrás da Bélgica.

Eurocopa de 2016[editar]

O primeiro gol da seleção em eurocopas foi marcada por Bale de falta contra a Eslováquia em Bordeaux, que ainda empatou com Duda mas num chute bem cagado Robson-Kanu fez o gol da vitória. No segundo jogo enfrentou a vizinha Inglaterra, Bale abriu o placar de falta com um frangasso de Hart, mas Vardy e Sturridge viraram para o English Team. No último jogo da fase de grupos enfiou 3-0 na Rússia com Ramsey (o gol dele vitimou Benoîte Groult, escritora francesa), Taylor e Bale e se classificaram em 1° no Grupo B. Nas oitavas venceram na sorte na Irlanda do Norte com um gol contra de Gareth McAuley (ainda do West Bromwich Albion na época) e protagonizou um jogo maluco com os belgas nas quartas-de-final, depois da Bélgica abrir o placar num chute de fora da área com Nainggolan (com uma falha terrível de Hennessey), o zagueiro Ashley Williams empata de cabeça e no segundo tempo o espírito de Johan Cruyff baixa em Robson-Kanu que faz uma jogada no estilo do holandês e vira o jogo, e Gales ainda fez 3-1 com Vokes de cabeça (é o único jeito que ele sabe fazer gol) num cruzamento de Bale. E o conto de fadas galês acabou na semifinal, derrota de 2-0 para Portugal com um gol de um tal de Cristiano Ronaldo e outro de Nani, Gales terminou em 3° lugar, nem o mais iludido otimista torcedor galês imaginaria uma zebra como essa, quase que foi campeão.

Eliminatórias Copa do Mundo 2018[editar]

A medíocre seleção teve a grande chance de se classificar para o mundial da Rússia em 2018, o time vinha embalado com a cagada de ficar em 3° na eurocopa, e Bale teve a melhor chance de jogar uma copa do mundo na vida, mas...

Começou com um 4-0 tranquilo sobre o lixo da Moldávia, aí depois veio um 2-2 com a Áustria de Alaba e as coisas começaram a ficar preocupantes com um empate suadíssimo com a Geórgia em casa por 1-1 e a Geórgia ainda meteu uma bola na trave (o que deve ter feito uns 33 torcedores galeses no Cardiff City Stadium infartarem). O time vencia a Sérvia por 1-0 com um gol de Bale mas aos 40' do segundo tempo a maldição dos empates continuou e Mitrović empatou para os sérvios, e não parou por aí, 0-0 com a Irlanda e outro 1-1 com a Sérvia, 5 empates seguidos! Finalmente os cabaços voltaram a vencer, 1-0 sobre a Áustria, depois um 2-0 suado sobre a Moldávia em Chişinău, depois um 1-0 sobre a Geórgia em Tbilisi. E então veio o jogo de vida ou morte com a Irlanda em Cardiff na última rodada, se o time empatasse iria pelo menos a repescagem. O dia 9 de outubro de 2017 com certeza ficará marcado pra sempre na história do País de Gales, Bale não jogou porque 'tava quebrado, e James McClean acabou com o sonho dos Dragões marcando o gol da vitória para a Irlanda, os galeses entraram em depressão depois desse jogo.

Eliminatórias Euro 2020[editar]

Pra tentar amenizar um pouco da dor da não classificação ao mundial da Rússia, o mínimo que esses boçais deveriam era se classificar pra Euro 2020 para os galeses terem algum orgulho do povoado país. Pegou um grupo beeem enjoado, Croácia, Eslováquia, Hungria e Azerbaijão (Grupo E), o apuramento foi meio difícil, começou vencendo a Eslováquia por 1-0 com um gol de Daniel James (nascido na Inglaterra) logo no começo do jogo, depois cagou contra a Croácia perdendo de 2-1 e pra Hungria de 1-0, deixou os torcedores um pouco mais aliviados vencendo suado o Azerbaijão por 2-1 em Cardiff, depois empatou em 1-1 com a Eslováquia em Trnava e empatou de novo em 1-1 com a Croácia, a essa altura os torcedores já não estavam tão otimistas com a classificação, a esperança reacendeu com a vitória de 2-0 sobre os azeris em Baiacu Baku e na última rodada Gales selou a classificação com dois gols do assassino de celebridades Aaron Ramsey (vitimando Gugu) contra a Hungria na última rodada, se classificando com 14 pontos em 2° no grupo atrás da Croácia com 17. Bale foi bem mais econômico na competição, nos 8 jogos foram só 2 gols e 1 assistência, a pior eliminatória dele desde que se ficou famoso, ele estranhamente tem broxado (igual a um certo alguém) ultimamente.

Eurocopa de 2021[editar]

E a segunda euro dos galeses começou com a ajuda do 12° jogador, não a torcida e sim o VAR, no 1-1 com a Suíça, depois ganharam tranquilamente da Turquia (que foi justamente eleita a boneca de pano de prato do torneio) por 2-0 e encerrou a fase de grupos perdendo pra Itália por 1-0 mas passaram em 2° numa caganeira enorme. No mata-mata os galeses foram de brinco de argola largo contra a Dinamarca e levaram um humilhante 4-0 fora a surra, e Bale completou seus 79 jogos sem gol pela equipe nacional.

Kieffer Moore treinando ginástica.

Ver também[editar]