Seleção Gabonense de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Gabão
Seleção Gabão.png
Lema: À procura de um milagre
Local: Libreville
Confederação: CAF
MELHOR Resultado: 7 - 0 contra Benim (02/04/1995, nossa que resultado extraordinário!)
PIOR Resultado: 6 - 0 pra Camarões (26/12/1961) e Marrocos (15/11/2006)
Fornecedor: Matte Leão
Apelido: Les Brésiliens (Os Brasileiros), só por causa do uniforme
Ídolos: Pierre-Emerick Aubameyang
Mascote: Pantera Cor de Rosa
Hino: Só decepção
Títulos: Nada


Cquote1.svg Você quis dizer: Aubameyang e mais 10 Cquote2.svg
Google sobre Seleção Gabonense de Futebol

A Seleção Gabonesa (ou gabonense, tanto faz) de Futebol é mais uma seleção frustrada do continente africano que só tem uma única estrela na história, que é francês ainda, Pierre-Emerick Aubameyang (filho do ex-caneleiro Pierre-François "Yaya" Aubameyang), maior artilheiro da seleção com 27 gols em 66 jogos, e o goleirão Didier Ovono foi o que mais perdeu tempo vestindo a camisa da seleção com 112 jogos (desde 2003). A seleção nunca conquistou nada, pelo contrário, só tem decepções, fazendo os gaboneses se arrependerem de terem criado uma seleção nacional.

História[editar]

Quando ainda era colônia da link={{{3}}} França, não existia futebol no país, pois os cidadãos praticavam capoeira para darem uma surra nos franceses e era comum ter um quebra-pau no meio das ruas de Libreville. Decidiram formar um time de futebol para se divertirem ao invés de ficarem o dia inteiro caçando lagartixas, então escolheram 11 jogadores totalmente aleatórios que nem sabiam jogar para jogar uma partida, mas não deu muito certo pois levaram uma surra de 15-3 do time sub-8 do Iêmem do Sul mas mesmo assim continuaram com a ideia de uma seleção. Jogaram seu primeiro jogo oficial contra Upper Volta (hoje conhecida como link={{{3}}} Burkina Faso em 13 de Abril de 1960, perderam por 5-4 (detalhe: a partida não teve juiz e 6 dos 11 jogadores adversários estavam bêbados).

Quando finalmente se livraram dos franceses (17/08/1960), veio o sonho de dominar o futebol africano como nação independente, mas ocorreu totalmente o contrário, o time apanhava tanto que tentaram convencer o presidente do país a pagar a CAF e a FIFA para que descem vitórias a seleção, o que foi obviamente negado e as duas federações ainda mandaram os gaboneses tomarem vergonha na cara para pararem de beber cachaça e aprendessem a jogar bola. A seleção até hoje não aprendeu a jogar como se deve, nunca disputou uma copa do mundo já que a FIFA só beneficia os europeus.

Que porra é essa?

Copa Africana de Nações[editar]

Disputou 7 edições mas nunca teve uma campanha de destaque, o máximo foi chegar às Quartas-de-Final em '96 e 2012. com Aubameyang jogando sozinho o tempo todo. Quando não entrava em campo devido as sérias crises de diarreia, o time se fodia ainda mais.

Copa do Mundo[editar]

Carece de Fontes

O Jogo Mais Maluco Da História![editar]

O dia 15 de Junho de 2013 ficará marcado para sempre na história do futebol como o jogo mais insano de todos os tempos, foi tão louco que quase teve um conflito armado e gente recebendo indenização da ONU por "danos morais". Jogo entre link={{{3}}} Gabão e link={{{3}}} Níger em Franceville pelas Eliminatórias da Copa de 2014, o Gabão não chegou nem perto de se classificar mas se destacou por esse jogo, começou com Níger abrindo o placar com Ali Yacouba Seydou, mas o craque do time gabonês Aubameyang empatou de pênalti ainda no primeiro tempo. Foi no segundo tempo que houve um show de loucura, começou quando o zagueiro nigerino Kofi Dankwae foi expulso após o segundo amarelo, mas logo em seguida o gabonês Éric Mouloungui (que tinha entrado 16 minutos antes no lugar de Étienne Alain Djissikadié) foi expulso com vermelho direto, 4 minutos depois o nigerino Kourouma Fatoukouma também entrou na brincadeira e foi expulso, gerando um pênalti para o Gabão, que Aubameyang bateu e marcou, já nos acréscimos aos 50 minutos Bruno Ecuélé Manga fez 3-1 para o Gabão e no minuto seguinte houve mais mais um pênalti para o Gabão, a essa altura 13 torcedores já tinham infartado, e Aubameyang fez seu terceiro gol no jogo de pênalti e fechou o placar do jogo histórico em 4-1, mas a CAF pegou os lances desse jogo e enfiou no rabo, você não encontrarar os melhores momentos desse jogo mesmo se morrer de procurar (¡¿o que é que teve nesse jogo que ninguém pode ver?!), talvez tenha só na Deep Web.

Jogadores De Destaque (Ou Não)[editar]

  • Pierre-Emerick Aubameyang
  • Didier Ovono
  • Bruno Ecuélé Manga
  • Daniel Cuzão Cousin
  • Moïse Brou Apanga
  • André Biyogo Poko
  • Lloyd Palun
  • Mario Lemina