Seleção Bielorrussa de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Bielorrússia (ou Belarus, tanto faz)
Belarus.png
Lema: Sempre em busca da goleada (contra)
Local: Minsk
Confederação: UEFA
MELHOR Resultado: 6-1 contra o Tadjiquistão (grande merda) em Borisov (04/09/2014)
PIOR Resultado: Derrota de 5-0 (só cinco?) pra Áustria em Innsbruck (11/06/2003)
Fornecedor: Comunistas bielorrussos
Apelido: Piada da Europa
Ídolos: Alyaksandar Hleb
Mascote: Josef Stalin (que nem é do país)
Hino: Foi mal
Títulos: Nada


A Seleção Bielorrussa de Futebol é um dos sacos de pancadas entre as seleções europeias que surgiu após o fim da União Soviética, antigamente até que não era uma bela duma porcaria, mas hoje dá até dó de ver essa desgraça de time em campo. Durante muitos anos o elenco foi composto por 10 cones e um "craque" bêbado, literalmente.

História[editar]

O primeiro jogo não foi oficial, jogou contra um compilado de lituanos em Vilnius (20/07/1992) mas a ruindade era tanta que só empataram em 1-1. Três meses depois (28/10/1992) fez o primeiro jogo oficial jogando contra a também ex-soviética Ucrânia, e não fez feio empatando em 1-1. A seleção só possui uma única estrela na história, o meia Alyaksandar Hleb, um galego feio e bebum que não fazia gols.

Eliminatórias Eurocopa de 1996[editar]

A primeira competição oficial da Bielorrússia, no Grupo 5 pegou 3 pedreiras: República Tcheca, Holanda e os nórdicos da Noruega e duas seleções mais fracas: Luxemburgo (acreditem se quiserem, Luxemburgo ainda conseguiu ganhar um jogo da República Tcheca por 1-0) e Malta. A seleção bem que tentou mas não conseguiu superar as três seleções fortes e só ficou em 4° no grupo com 11 pontos, o melhor resultado foi uma vitória surpreendente de 1-0 em cima da Holanda (algo quase impossível de acontecer hoje em dia).

Eliminatórias Copa do Mundo de 1998[editar]

No Grupo 4 também pegou pauleira, Áustria, Escócia, Suécia, Letônia e Estônia. Dessa vez foi um verdadeiro fiasco mesmo, lanterna do grupo e só 4 míseros pontos (um empate 1-1 com a Letônia e uma vitória magra sobre a Estônia), já começou passando vasilina tomando de 5-1 da Suécia, fora o 4-1 da Escócia e o 4-0 da Áustria.

Eliminatórias Eurocopa de 2012[editar]

No Grupo D também pegou seleções fortes: França, Bósnia, Romênia, Albânia e a mais cabaça do grupo Luxemburgo. A seleção não conseguiu a classificação mas pelo menos conseguiu alguns ótimos resultados, mesmo com Hleb nem sequer chutando pro gol, conseguiu arrancar um 1-1 com a França em casa e fora inacreditavelmente conseguiu ganhar por 1-0, também empatou em 0-0 e 2-2 com a Romênia, mas terminou o grupo em 4° com 13 pontos.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2014[editar]

Hleb bêbado vs Xabi Alonso.

No Grupo I pegou Espanha, França, Finlândia e Geórgia, mas com duas seleções campeões mundiais foi covardia, aliás logo na estreia já foram perdendo pra Geórgia de 1-0; depois tomou 3-1 dos Le Bleus; depois um vareio espanhol de 4-0 em Minsk; venceu a primeira se vingando da Geórgia por 2-0, seguido; em seguida Shitov deu a vitória à Finlândia fazendo um gol contra; 4 dias depois ambas empataram em 1-1; depois um passeio francês em Gomel de 4-2 e no último jogo perdeu de 2-1 pra Roja em Palma, terminou na lanterna e foi assistir a copa na Plim Plim.

Eliminatórias Eurocopa de 2016[editar]

Hleb nessa só jogou 4 jogos e deu 1 assistência (e depois foi beber mais), a seleção nesse tempo ainda era mais ou menos, hoje... No Grupo C pegou Espanha, Eslováquia, Ucrânia, Luxemburgo e Macedônia, num grupo com 3 pedreiras era quase impossível se classificar, e foi exatamente o que aconteceu. Começou com empate 1-1 com Luxemburgo; depois perde em casa de 2-0 pra Ucrânia no confronto ex-soviético; perde pra Eslováquia de 3-1; vareio de 3-0 da Espanha; ano novo vida nova e em 2015 a primeira vitória contra a cagada Macedônia (sem Pandev) por 2-1 em Escópia; perde pra Espanha de 1-0 em Borisov; perde pra Ucrânia por 3-1; vence Luxemburgo por 2-0; pra surpresa de todos vence a a Eslováquia fora de casa por 1-0 com Dragun fazendo o gol e ainda salvando bola quase em cima da linha (Hleb não jogou) e pra fechar 0-0 com a Macedônia, 4° lugar no grupo, 11 pontos e assistiram a euro comendo pipoca e bebendo cerveja (Hleb principalmente) na televisão com a narração chata de Galvão Bueno.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2018[editar]

Nessa competição Hleb só jogou três jogos devido a ressaca constante, e no jogo contra a Bulgária foi expulso. Começou segurando um 0-0 com a França em Borisov numa baita retranca; depois apanhou pra Holanda de 4-1; depois empatou 1-1 com Luxemburgo; perdeu de 1-0 pra Bulgária e Hleb foi pro chuveiro antes da partida encerrar; agora em 2017 tomou um belo 4-0 dos suecos; no jogo seguinte venceu na cagada a Bulgária por 2-1; depois fez o mais difícil, perdeu pra Luxemburgo de 1-0; logo em seguida achando pouco o primeiro confronto tomou outro 4-0 da Suécia; na penúltima rodada deu um susto na Holanda em Borisov, mas na reta final a Laranja fez 2 gols e venceu por 3-1 e no último jogo perdeu de 2-1 pra França no mítico Stade de France em Saint-Denis. Resultado: lanterna do Grupo A com 5 pontos e não pode jogar a copa na Mãe Rússia.

Liga das Nações da UEFA 2018-19[editar]

Jogando na Liga D e num grupo que só tinha gato morto, terminou em 1° lugar no Grupo 2 com 14 pontos acima das babas de Luxemburgo, Moldávia e San Marino, sendo promovida à Liga C.

Eliminatórias Eurocopa de 2020[editar]

Nessa competição aconteceu uma das maiores palhaçadas da história da UEFA (que por si só já é uma palhaçada), no Grupo C pegou Alemanha, Holanda, Irlanda do Norte e Estônia, a Bielorrússia foi um fiasco e terminou em penúltimo com 4 pontos (ambos conquistados contra a Estônia), mas a seleção já estava automaticamente classificada para o play-off porque ela tinha vencido seu grupo na Liga das Nações (que só tinha baba), até parece que uma penúltima colocada merece ter chance de jogar a repescagem (se tivesse terminado em 3°, posição de play-off na eliminatória anterior quando nem existia essa merda de Nations League, teria compensado), isso é culpa do careca viado fdp do presidente da FIFA Gianni Infantino que está acabando com a competitividade no futebol. Felizmente a Bielorrússia perdeu no play-off pra Geórgia na primeira perna.

Liga das Nações da UEFA 2020-21[editar]

No Grupo 4 terminou em 2° com 10 pontos e ficou no limbo, 1 ponto atrás da Albânia e acima de mais gato morto, Lituânia e o lanterna Vasco Cazaquistão que foi rebaixado à Liga D.

Jogadores Conhecidos (Ou Não)[editar]

  • Alyaksandar Hleb
  • Vitaliy Rodionov
  • Alyaksandr Valadzko (ou Volodko)
  • Sergei Kornilenko (o chifrudo da seleção)
  • Pavel Savitski
  • Anton Saroka
  • Alexei Rios
  • Renan Bressan (brasileiro infiltrado)
  • Alyaksandar Martynovich
  • Igor Shitov
  • Stanislaw Drahun (ou Dragun)
  • Maksim Romaschenko