Síndrome de Fregoli

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Encircled Rod of Asclepius.svg ATENÇÃO: A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.

Síndrome de Fregoli é uma doença mental mais rara do que político honesto caracterizada pelo doente achar que uma pessoa está a perseguindo, porém ela está se disfarçando por ser várias pessoas diferentes. Por exemplo, uma pessoa com essa síndrome poderia sua mãe também poderia ser, além dela mesma, um carteiro, o faxineiro de uma escola que ela frequenta e seu cachorro, com o único propósito em persegui-la. Ela faz parte da mesma chave de delírios, loucuras que a síndrome de Capgras.

Sobre[editar]

Impostores!!!!AAA!!!

O principal sintoma é a pessoa achar que um bolo de pessoinhas são na verdade uma só pessoinha, que se disfarça no intuito de persegui-la. Além disso a pessoa pode ficar estressada ao ouvir o canto dos pássaros enquanto come queijo. Então se alguém da sua família sofrer dessa terrível doença, não a deixe comer queijo perto de pássaros, até mesmo pinguins e galinhas. Essa é o quase único sintoma da doença, graças a Deus, pois se tivesse mais o vitimado iria matar todo mundo com um queijo de 3 quilos...

A doença foi nomeada assim por conta do ator das antigas Leopoldo Fregoli, que era "famoso" por fazer shows e peças de teatro mudando rapidamente suas roupas. E foi realmente em um teatro que a sua primeira vítima foi vitimada. Foi uma mulher que disse aos tiras da pesada que estava sendo vigiada por dois atores que "se disfarçavam" de parentes da família dela, como por exemplo o queijo que também era tio dela, Rodolho César...

Algo curioso a respeito da doença é que qualquer pessoa pode ser afetada por essa doença. Melhor dizendo, até mesmo uma pessoa totalmente normal e consciente do que faz pode acabar adquirindo essa doença misteriosamente, sem nem mais e nem menos... Isso quer dizer que eu, você (não, você não) e qualquer um cidadão de bom grado pode adquirir essa doença num passe de mágica, mesmo que não tenha nenhum histórico com doenças mentais.

Cura e tratamento[editar]

Segundo o "Departamento de Comer Pão e Beber Leite" ainda não existe cura comprovada. Porém, segundo a OMS, uma fonte mais confiável, existe uma cura com o medicamento L-Dopa, que é um queijo embutido em outro queijo amassado por um pijama e misturado com dopamina, epinefrina e noradrenalina (segundo a Wikipédia). Dizem que após o maluco beleza consumir o remédio ele irá ficar 100% chapado e achar que até mesmo ele é um farsante criminal. Depois de 10 minutos ele voltará ao normal, ou não e continuará delirando, por isso não é 87% por cento seguro...

Todavia existe um tratamento a base de drogas antipsicóticas feitas de 50% de batatas, 25% de batatas e 100% de isopor e caixas de papelão. Normalmente é recomendado que portador dessa doença mental use esse remédio a cada 5 segundos, ingerindo uma dose de 0 capsulas por dia se você por fazer as contas... Alguns testes com efeito placebo e persuasão já estão entrando nas fases de testes com batatas de laboratório, mas por enquanto não estão recebendo bons resultados...

Ver também[editar]