Rurik

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Este artigo é relacionado à história.

Se você vandalizar, o Cardeal Belarmino vai te pegar!

Luteroaaaa.jpg
Rurik e sua tropa

Rurik ou Rodrigo ou Rurico ou mesmo Rørik (ou um simples Рюрик em cirílico), apesar do sobrenome "de Kiev", era russo. Foi príncipe de Novo Goró e fundador da temida Dinastia Ruríquida que originou os czares, ou seja, ele é pai dessa terra sem lei chamada Rússia. Se hoje temos AK-47s e vídeos de eslavos dançando hardbass em corta-ventos da Adidas, agradeçam a este homem.

Juventude[editar]

A origem de Rurik é incerta, como em toda biografia de rei lendário. Mas o consenso historiográfico aponta para Rurik como membro dos Rus, um povo viking que foi se assentando pros lados da Europa Oriental e esqueceram deles lá, pois os mais famosos escandinavos ficavam com todo prestígio e mídia da época.

Certo dia, um recenseador passou por lá e perguntou a Rurik que tribo era aquela. Ele espirrou na hora, fazendo um som tipo Cquote1.svg Rus! Cquote2.svg. O IBGE anotou dessa forma mesmo, e os Rus iam entrando para a posteridade como uma onomatopéia.

Haja o que hajar, Rurik subiu na hierarquia dos Rus até se tornar seu governante. Ao contrário de outros caciques e pajés que contentavam em passar o tempo acumulando filhos e concubinas até empacotar, Rurik tinha mais ambições e jurou que um dia ele e seus Rus seriam um povo importante na história europeia. E o primeiro passo foi mudar esse nome do país que já tinha virado chacota; a exemplo de Escócia e Mongólia, lançou um simples -ia ali no final, gerando assim a Rússia e o resto é história.

Reinado[editar]

Rurik também vendeu sua imagem aos RPGs de mesa, trazendo uma renda extra aos cofres russos

No século IX, como não poderia deixar de ser, as tribos eslavas brigavam entre si. O problema é que era uma suruba de mais de 500 cidades, cada uma querendo aparecer mais que as outras. A partir dessa balbúrdia toda, os registros existentes querem que a gente simplesmente acredite que os eslavos resolveram chamar comerciantes suecos para pôr fim naquele arranca-rabo.

Rurik, que apesar de russo tinha estudado em Estocolmo, com seu Telecurso 2000 era o mais preparado e foi escolhido como novo czar. Ganhou um chapeuzinho legal, um cetro em forma de cruz pra dar na cabeça dos súditos que não trouxessem sua vodka rápido o suficiente e resolveu montar seu palácio em Novgorod, às margens do rio Volkswagen, lugar onde ele mais gostava de pescar.

Com tudo a que tinha direito, nem precisava sair de casa para mandar naquele bando de desordeiro, coisa que quando não tava afim de levantar da cama ele delegava a seus irmãos Sineus e Truvor. Nomes que em nada lembram o russo, mas vá lá.

Morte e legado[editar]

Rurik faleceu após travar uma longa batalha... com a cirrose, depois de anos de consumo de destilados. Deixou o reino a seu quase parente Oleg, que vai esquentando banco até o real herdeiro Igor Rurikovich Rurikov estar apto ao cargo. Aqui nem precisou de golpe da maioridade pois Igorzinho pacientemente assumiu o trono uns 30 anos depois, após farrear bastante, com seu tio desocupando a vaga por uma fatal mordida de cobra colocada em sua tenda.

Igor daria continuidade então à Dinastia Ruríquida que governou até o século XIV, quando Ivan o Terrível, de tão terrível morreu e passou a batata quente pros Romanov.

Precedido por
Ninguém
Smirnoff.gif
Grão-Príncipe de Kiev

862 - 879
Sucedido por
Oleg

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!