Estuprador italiano

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar



Conrrrhado.jpg Sai de perto, seu azar é contagioso!

Este artigo traz relatos de uma criatura azarenta que só se estrepa no dia-a-dia.

Por precaução, deixe o artigo quietinho, mas se você se sentir seguro em mexer, vá em frente.

Ele também sabe cantar!

Cquote1.svg Você quis dizer: Rubinho? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Você quis dizer: Ronho? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Você quis dizer: Chris Rock? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Você quis dizer: Foca de Circo? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Você quis dizer: Ciclista? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Você quis dizer: Mercenário? Cquote2.svg
Google sobre Robinho
Cquote1.svg Esse aprendeu comigo Cquote2.svg
Terrell Owens sobre Robinho
Cquote1.svg Minha inspiração Cquote2.svg
Marián Hossa sobre Robinho
Cquote1.svg He's Fucking Lazy!!!! Cquote2.svg
Noel Gallagher sobre Robinho
Cquote1.svg Filho da puta! Cquote2.svg
Santista sobre Robinho
Cquote1.svg Pedaaaala Robinho! Cquote2.svg
Pânico na TV sobre Robinho
Cquote1.svg Hijo de la puta madre! Cquote2.svg
Torcedor do Real Madrid sobre Robinho
Cquote1.svg Meu Filho! Cquote2.svg
Pelé sobre Robinho
Cquote1.svg Son of a bitch! Cquote2.svg
Torcedor do Manchester City sobre Robinho
Cquote1.svg Aqui comecei minha carreira e aqui vou ficar. Cquote2.svg
Robinho sobre Santos FC. No mês seguinte, faltava aos treinos para deixarem-no ir ao Real Madrid
Cquote1.svg Figlio di una puta! Cquote2.svg
Torcedor do Milan sobre Robinho
Cquote1.svg Mercenário! Cquote2.svg
Santista, torcedores do Real Madrid e Manchester City sobre Robinho
Cquote1.svg É quem trabalha em mercearia? Cquote2.svg
Carla Perez sobre comentário acima
Cquote1.svg Um novo drible: Vai pra lá, que eu vou pra cá Cquote2.svg
Galvão Bueno pagando uma de engraçadão sobre drible velho de Robinho
Cquote1.svg Grrrande juigada!!! Cquote2.svg
Narrador de Super Nintendo sobre o mesmo drible.
Cquote1.svg Robsooon!! Cquote2.svg
Vizinho de Robinho sobre Robinho.

Robinho, também conhecido como Pequeno Furto, ou "Small Robbery" é um triatleta (corre, pedala e nada) ícone máximo do futebol moleque (firulento e irresponsável) que ganha milhões para jogar pelada em vários times ricos pelo mundo.

Iniciou sua carreira no Santos FC, começou a faltar nos treinos para deixarem ele ir para o Real Madrid. Depois, brigou com toda a diretoria do Real para deixarem ele ir pro Chelsea. Mas, como um time forte daquele não o quis, o máximo que ele conseguiu ir foi para o Manchester City Football Club, time que não tem nada de história, comparado aos grandes da Inglaterra. No fim, brigou com todo mundo do City e voltou a jogar no Santos.

Habilidades[editar]

Pedala agora Robinho! (Com Maradona fazendo o link traseiro)

Apenas passar o pé em cima da bola, denominado pedalada. Na hora de chutar, em um jogo no Maracanã, a bola só não vai parar na Finlândia porque seu chute não tem o mínimo de força. Sem força corporal, não consegue ganhar uma dividida com minha vó de 92 anos com osteoporose. Corre tanto quanto o Usain Bolt fugindo da sogra, isso até algum zagueiro brutamontes desgraçado arrebentar sua canela fina ao meio.

Carreira futebolística[editar]

Robinho tenta segurar Carlitos Tevez, a ponto de agredir torcedores que os chamaram de feios

Começou no Santos FC, fez apenas uma partida contra os gambás da zona leste na final de 2002 do lixo do brasileirão, onde pedalou 8 vezes sem sair do lugar e consequentemente o filha da puta do juiz deu penalty, consagrando esse outro filha da puta jogador mulambeiro, onde a mídia outra filha da puta sempre chamou esse filha da puta (chega de puta) de um jogador filhadaputamente sensacional, coisa que um babaca que não entende nada deste "ixporti" (como diria um carioca) sabe que esse cara não joga nada. Fez juras de amor ao clube, mas semanas depois, faltava aos treinos e jogos para liberarem ele pro Real Madrid.

Chega lá, diz que vai ser o melhor jogador do mundo em dois anos (ele disso isso há quatro anos, pra você ter uma ideia).

Não fez nada, só pedalou e foi parar na reserva. Faz um tremendo escândalo pra ir pro Chelsea e o clube não o quer mais. Sem opção, vai parar no timaço do Manchester "Oasis" City.

Aí, outra "surpresa": descontente com o Manchester City, volta emprestado pro Santos, cultuado e endeusado por todos, os cegos que se dizem que entendem de futebol, como o Milton Neves, o cabeçudo.

Chega a Copa, ele faz o de sempre (nada)e o Brasil é eliminado Holanda. O City não o quer, e o Santos não tem dinheiro, assim Robinho ruma ao Milan onde mostrou sua especialidade: ganhar muito sem fazer nada para depois jogar no Peppas fc onde foi coadjuvante de todos os títulos que disputou até a ida pras Minas

Acusação de estupro na Inglaterra[editar]

A sintonia era tão boa, que Diego passava as bolas pra Robinho até no vestiário.

Como todo jogador de futebol brasileiro que vai à Europa, já se envolveu em alguma confusão escrota. Alguma jovem retardada de 18 anos acusou-o de estupro em uma boate em Manchester. Óbvio que a imprensa sensacionalista inglesa falou um monte de merda, e blá blá blá, mas ninguém foi tonto de acreditar que Robinho era culpado de alguma coisa, a não ser da péssima campanha do Santos no Brasileirão de 2009. Outras polêmicas envolveram as trocas de clube dele, mas isso já foi explicado na seção acima.

Acusação de estupro na Itália[editar]

Como se já não bastasse a peripécia acima, Robinho ainda foi lá e repetiu a dose em 2013, dessa vez num gang bang muito louco a lá Paloma Carvalho numa mistura de zelo, ciúmes, cobiça e inveja com uma pobre imigrante albanesa que tinha ido para a Itália em busca de melhores oportunidades de vida. Após toda essa loucura, foi acusado e está tentando se entender com a polícia local sobre o incidente.

Atualmente[editar]

Estava jogando em um clube turco após uma passagem no Atlético Mineiro, onde foi rebatizado como "Ronho". Ele tem se comparado ao Bolsonaro, Trump e Neymar dizendo que a Bíblia justifica o estupro de bêbadas.[1]

Ver também[editar]

Referências