Roberto Leal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Dalto.jpg Este artigo é coisa de artista de um hit só!

Se você conhece outra música desse artista, você deve ser um fã muito doente ou alguém da família dele. Se eu sei daquela cantora lá? Tô nem aí pra ela...

Conheça outros esquecidos aqui.

Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!

Emblem-sound.svg Roberto Leal
Roberto20leal.jpg
Nome António Fernandes
Origem Portugal
Sexo Português
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.svg
Cavaco, apito e pandeiro
Gênero Fado e Música Tradicional Portuguesa
Influências Rita Cadillac
Nível de Habilidade Altissímo
Aparência Gugu Liberato
Plásticas ?
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Arrebitar
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg
Chacrinha

Cquote1.svg Você quis dizer: Gugu Liberato Cquote2.svg
Google sobre Roberto Leal
Roberto Leal, nome artístico de António Joaquim Fernandes, (Vale da Porca, 27 de Novembro de 1951-Inferno,14 de Setembro de 2019) foi um cantor português.

Biografia[editar]

Roberto Leal, ou Elton John do além Tejo, é um cantador que os brasileiros dizem ser português e os portugueses dizem ser brasileiro. Ele é tão menosprezado que até os abutres não comeriam o seu cadáver. O "homem" é tão odiado que nem que se naturalizasse alien os marcianos o aceitavam para estudarem o seu corpo, normalmente vestido, de baixo a cima, de branco.

Roberto Leal, esteve toda a sua vida a buscar um rumo, mas infelizmente ele os procurou nos sítios errados. Viveu a infância em terras nativas de Pedro Álvares Cabral, mas depois imigrou com os seus pais para as Padarias-Prometidas. Uma vez, no Brasil, tivera várias experiéncias que o marcariam para sempre.

Para além de lhe terem chutado várias vezes na padaria; na bunda, como se diz no Brasil, começara a tornar-se tímido e excéntrico. Foi aí que pintou o cabelo de amarelo e, assumindo-se de vez, vestiu as primeiras vestes brancas e segurou os seus primeiros microfones, ou aquilo que ele queria acreditar que eram microfones.

Naturalmente, com tantos microfones usados, a sua voz mirrou, e apercebendo-se disso, e sabendo do péssimo gosto musical dos portugueses, decidiu voltar ao seu país de origem e começar uma carreira de artista.

Público de um concerto de Roberto Leal

Estilo musical[editar]

O estilo de música de Roberto Leal tenta juntar num só, tudo o que de pior se faz em Portugal e tudo o que de pior se faz no Brasil, tudo isto com uma voz rídicula e irritante.

Ora, tal, resulta numa sarrabulhada e diarreia tão grande, que só um surdo-mudo-com-paralisia-cerebral seria capaz de comprar o seu álbum.

Contudo, o mercado para o qual se dirige é essencialmente o brasileiro e o português, e logo a população em geral costuma-o ter em sua casa, raras vezes, para equilibrar mesas e cadeiras.

Fãs[editar]

Os fãs de Roberto Leal, segundo um estudo científico recente, sofrem de um distúrbio da audição bastante grave e quase incurável, chamado vírus do mau gosto musical.

Avisam-se os visados que se dirijam aos postos hospitalares mais próximos de modo a que sejam sujeitos a quarentena.

Geralmente Roberto Leal actua em grandes palcos como hospitais psiquiátricos e prisões torturando os presos até à morte.


Predefinição:Coisas portugas