Rey Skywalker

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

Ou seja, o personagem principal de alguma coisa por aí.

E deve ser alguém bonzinho (ou não)

Goku Ferido.jpg
Tomadinha do poder.jpg Rey (Star Wars) tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força.
Rey Palpatine Skywalker
ReySW-Disney.jpg
Nascimento Década de 90 15 DBY
Jakku Lugar Nenhum
Idade 17
Altura 1,62
Peso 55
Estilo de luta Jedi
Arma preferida Bastão Vibrador de Luz
Técnica Máxima Secreta Secretão Força Jedi
Religião Lado não-sei-o-que da Força
Profissão Princesa do Império Galáctico Catadora de lixo Jedi
Característica marcante Ser a "última" Jedi
Comida favorita Kylo Ren Ração pra cachorro
Frase favorita "Eu sei me virar, tá?"
Esporte luta de lança
Mania Viajar na Força

Cquote1.svg Você quis dizer: Jaina Solo Cquote2.svg
Google sobre Rey (Star Wars)
Cquote1.svg Você quis dizer: A neta do capiroto Cquote2.svg
Google sobre Rey (Star Wars)
Cquote1.svg Você quis dizer: A mina do Cry-lo Ren Cquote2.svg
Google sobre Rey (Star Wars)
Cquote1.svg Você quis dizer: A última dos Jédis Cquote2.svg
Google sobre Rey (Star Wars)
Cquote1.svg Ninguém queria que ela fosse uma Skywalker falsa! Ninguém! Cquote2.svg
Fãs putíssimos sobre Rey ter roubado o sobrenome Skywalker só para terminar a saga com merda de nostalgia.
Cquote1.svg Ela se inspirou em mim! Cquote2.svg
Jaina Solo sobre Rey.
Cquote1.svg Quem são os pais dela!? Mas quem são os pais dela, Disney?? QUEM SÃO OS PAIS DELA!?? Cquote2.svg
Nerds chatos sobre sobre Rey.
Cquote1.svg Os pais dela não interessam. Cquote2.svg
Rian Johnson sobre citação acima.
Cquote1.svg O pai dela é um clone fracassado de Palpatine, a mãe não interessa. Cquote2.svg
J. J. Abrams sobre citações acima.
Cquote1.svg A Disney só a criou pra me substituir. Cquote2.svg
Anakin Skywalker e Kylo Ren sobre Rey.
Cquote1.svg Sinta a Força... Cquote2.svg
Luke em um "rigoroso treinamento" com Rey.
Cquote1.svg REYYYYYYYYYYYYYYYYY!!!!!!! Cquote2.svg
A única frase de Finn sobre Rey.
Cquote1.svg Venha cá minha querida netinha... Cquote2.svg
Palpatine sendo suspeitamente trevoso com sua netinha.
Cquote1.svg Porque você não aceita segurar minha mão? Só quero que você pegue a minha mão porra! Cquote2.svg
Kylo Ren chorando depois da Rey ter tido uma crise e largado ele, pois ela não quis se comprometer e se juntar aos malvados.

Sobre a Rey[editar]

Princesa Rey Palpatine, ou Rey Skywalker segundo ela mesma (pt/br:Rei) (???,Década de 90 15 DBY - Exegol, Década de 2010 35 DBY), é a protagonista da trilogia final da saga Star Wars produzida pela Disney e que existe pra o deleite das feministas. Haters a criticam desde o início por ela ser "talentosa demais", como resultado ter tido que sobreviver sozinha dando porrada pra caralho em geral, incluindo em estupradores e delinquentes que queriam comer o cu dela sem permissão no lugar miserável e desgraçado que ela morava (que ironicamente se situa no cu da gálaxia). Seu sonho era reencontrar seus pais que a haviam abandonado nesse lugar dos infernos e a vendido como escrava pra um alien feiozo. Ninguém em normal e sã consciência esperaria por pais depois disso, mas Rey era otimista e paciente até demais e acreditava que seus pais estavam totalmente chapados quando a trocaram por uns drinks e que alguma hora eles perceberiam o erro e voltariam...

Rey manjando dos paranauê Jedi.

Mas sua vida vira de pernas pro ar quando ela acidentalmente e por causa do enredo pura coincidência encontra um droide contendo mapa para o desaparecido Luke Skywalker. Ela acaba se envolvendo em uma trama que não queria estar envolvida e no meio disso tudo começa a pensar que talvez, mas só talvez seus pais não fossem mesmo voltar pra buscá-la (levou tantos anos pra notar isso?). Confusa sem saber do destino deles, ela começa a ter umas crises existenciais e se questiona qual seu lugar no meio dessa porra toda. Tudo que a pobre garota queria era encontrar sua família, mas agora que finalmente percebeu que seus pais estavam provavelmente a 7 palmos debaixo do solo ou caídos em algum lugar bêbados e com amnésia ela estava aceitando ficar os seus novos miguxos e com o macho emo que estava caidinho por ela. Mas o que maioria dos nerds ficaram obcecados mesmo sobre ela, foi com sua paternidade. Há quem achasse que Rey era um plágio de Jaina Solo, sendo provavelmente a filha perdida de Leia Organa com Han Solo, se esquecendo que a tinha Disney apagado todo o cânone de Star Wars antigo. Outros especulavam que ela era a filha perdida de Luke Skywalker, sem perceber que ela era a suposta versão feminina dele.

Infelizmente como ultimamente parece que os produtores das franquias estão perdendo a porra da mão ao escrever finais, Rey acaba tendo um fim trágico na trilogia. No fim, a Disney, Lucasfilm, Jar Jar, ou seja lá quem estava responsável por essa desgraça fizeram uma festa muito loca, chamaram até o Mickey Mouse, e tomaram todas, resolveram escutar os nerds chorões que ficavam berrando o tempo todo sobre os pais da Rey serem só uns fodidos ninguém especiais e ela termina sendo neta de ninguém mais nem menos que o capiroto do Palpatine (eita porra... peraí... isso faz dela uma princesa Disney?). Além disso, eles resolvem desnecessariamente upar a personagem absurdamente, dando a ela poderes tirados do cu e fazendo ela derrotar seu vovô sozinha, com apenas um ano de treino Jedi! Algo que seria totalmente aceitável se pelo menos Kylo/Ben que é seu par de cama a outra metade de sua díade (união supostamente super poderosa) e que não por acaso também é o herdeiro Skywalker, estivesse com ela. Assim, Rey no final de sua historinha acaba virando a merda da Mary Sue que os seus haters tanto queriam que ela fosse. Como se isso não fosse o suficiente tudo que ela faz culmina em ela terminar sozinha em outro planeta deserto (depois de reclamar constantemente que estava sozinha e ninguém entendia porra nenhuma dela) no momento que faz sem falha todos nerds chorarem sangue de desgosto, já que Rey acaba roubando pegando emprestado todo o legado da família Skywalker que ironicamente agora encontra-se nas mãos de uma Palpatine:

O verdadeiro "true ending" dessa bagaça.

Biografia[editar]

Começo de carreira[editar]

Árvore genealógica de Rey.
Rey em Já cu ganhava a vida fazendo aquilo que esse planeta te obrigava a dar por comida.

Pouco se sabia do passado dela, apenas que havia sido largada pelos pais que venderam ela pra comprar cachaça e deixaram ela em um planeta chamado Já cu, um planeta todo fodido, pois apesar de ser todo cheio de areia, não tem petróleo nenhum. No entanto, depois ela é revelada ser a neta perdida do Imperador, filha de um clone fracassado do mesmo com uma baranga aleatória qualquer que transou um clone por alguma razão. E afinal os papais gostavam muito dela e a venderam na escravidão infantil para a proteger... O vovô mandou então um alien chamado Ochi pra matar seus pais e trazê-la até ele. Ochi vira presunto e por alguma razão, Palpatine desiste de procurar a neta e vai infernizar a vida de Ben Solo até o obrigar manipular a cair para o Lado Negro da Força por alguma razão (essa decisão do velho Palpatine provavelmente só demonstra o quanto ele ama fazer bullying com os Skywalkers, a ponto de esquecer a própria netinha ou que esse enredo sem sentido foi introduzido na trilogia no último minuto!). Então, Rey teve que sobreviver naquele lugar infernal. Ela viveu um pesadelo com a ascensão da Primeira Ordem não se sabe bem porquê já que estava no cu da galáxia onde nunca se passa nada. Cresceu sendo a maior fangirl de heróis da Aliança Rebelde por razão desconhecidas já que seu ganha-pão vinha, sobretudo, dos destroços de naves deixadas pelo Império durante a guerra do Iraque e da Síria. Rey começou à analisar os destroços, procurando sabe-se lá o que.

Encontro com o droide e 1001 problemas[editar]

Quando está no fim de mais um dia de trabalho escravo, Rey encontra um droide em forma de bola e resolve adotá-lo (mal sabendo que ele contém o mapa para o sumido Luke Skywalker). Mas um dia aparece um negão chamado Finn, que ela e seu novo amiguinho bolinha enchem de porrada já que ele estava usando a jaqueta de Poe Dameron (o Han Solo genérico) que é o dono do BB-8. Finn conta a eles como ele o Poe fugiram em uma épica e arriscada fuga dos troopers do mal, mas que a nave tinha explodido ao cair no meio do cu e agora Poe era churrasquinho no deserto. BB-8 fica puto dando uns choquinhos de leve no Finn, mas logo fica cabisbaixo e abre o berreiro chorando óleo pra todo lado. Mas aí do nada aparece a Primeira Ordem (que não tinha mais nada pra fazer) que estava seguindo Finn, e os três correm loucamente fugindo deles, sobem na Millenium Falcon (que estava ali por pura conveniência de enredo coincidência) e fogem do cu.

Rey conhece Indiana Jones Han Solo[editar]

Após sobreviver mais uma fuga mega arriscada, Finn fica super feliz de ter encontrado Rey e conseguido uma nova miguxa pra substituir o outro que tinha virado assado. Mas então quando tudo parecia bem, aparecem o Indiana Jones e o Tony Ramos, que são eram os donos da nave antes de perderem ela enquanto apostavam e se drogavam num puteiro. Mas como os dois na época estavam chapados demais e não se lembram de nada disso, Han e Chewbacca querem cobrar aluguel do Finn e da Rey por estarem usando a nave deles.

Depois que eles entram em acordo, vão todos até ao planeta Takodana para visitar uma cantina duvidosa e encontram uma velha coroca chamada Maz Kanata que era a dona do lugar. Daí o sabre da luz de Luke Skywalker Anakin Skywalker chama por ela e quando ela toca nele, ela tem uma viagem bizarra com alucinações muito macabras. A coroca que sabe dos paranauê da Força tenta explicar pra Rey sobre o sabre, mas Rey estava de saco mas ela nem tem saco! daquela porra, além de estar aterrorizada (ou da velha ou da visão ou dos dois) e resolve meter o pé, correndo pra floresta proibida.

Rey e Kylo Ren[editar]

Enquanto Rey estava passeando pelo bosque, ela deu de cara com um cara sinistro (que os nerds pensaram ser irmão ou primo dela só que na verdade não era não) chamado Kylo Ren que decide raptá-la pra interrogar ela sobre o bendito do mapa pra Luke Skywalker. Ele a carrega e a leva até a sala de interrogatório na sua nave e tenta vasculhar a mente da garota com a Força, mas curiosamente ele parece estar mais interessado em saber sobre ela do que sobre o mapa.

O que realmente aconteceu quando Rey usou seus poderes no Stormtrooper.

Mas o que o Kylo não esperava era que Rey fosse virar sua própria técnica de ler mentes contra ele, e revelar que Kylo nem era tão maneiro e assustador assim: ele era só um garoto que ficava chorando deprimido porque seu vovô Vader (que agora era só um capacete assado) nunca lhe respondia quando ele tentava se comunicar com ele. Chocado pelo vexame na frente da própria prisioneira, Kylo sai correndo pra chorar em algum canto. Isso é um grande erro da parte dele, já que ele não tinha notado que acabou deixando vazar suas técnicas secretas da mente dele durante o duelo de mentes com ela e Rey havia baixado e arquivado tudo na sua cabeça. Super animada para testar seus novos poderes na Força, ela usa o truque de controlar mentes dos Jedi para transformar o Stormtrooper que a vigiava em seu escravo sexual um zumbi, e consegue fugir do lugar.

Kylo e Rey duelando.

Entretanto, depois Han, Chewbacca e Finn vão até Starkiller Base pra salvar Rey e no meio da treta toda, Han vê seu filho Ben Solo Kylo Ren. Han tenta virar seu filho Kylo Ren pro Lado bonzinho da Força mas falha miseravelmente e acaba morto no fundo de um abismo. Rey vê Kylo matando o Indiana Jones e fica puta pois Indy tinha lhe oferecido um emprego melhor que catar e comer lixo. Kylo Ren vê Finn fugindo com Rey e tem uma crise de ciúmes sem suspeitar que Finn na verdade queria era dar o rabo pro Han Polo e parte pra porrada. Também fica puto quando Finn o desafia com sua herança de família (o sabre da luz Skywalker) e dá um cacete em Finn, deixando-o inconsciente. Mas depois a Rey usa a Força pra pegar o sabre, ele fica olhando pra ela com cara de abestado. Rey começa a duelar Kylo que estava se defendendo dos ataques dela facilmente, mas aí um súbito impulso surge e ele resolve pedir que ela seja sua aprendiz. Rey que estava tirando proveito de qualquer chance pra não morrer naquela merda de situação, usa essa chance pra usar a Força e pescar (de novo) algumas técnicas do Kylo (que já tava vacilando demais nesse ponto). Ela mete porrada e derrota ele com o próprio secretão do mesmo, fazendo o emo fugir chorando como uma bicha louca e salvando seu miguxo Finn que ainda estava morto pra cacete inconsciente caído de cara na neve enquanto virava picolé. Depois Chewbacca a resgata, levando ela e seu miguxo fracote que estava todo fodido da surra que tomou do Kylo Ren.

Achando Luke Skywalker (finalmente!)[editar]

Eles vão pra base da Resistência, onde ela conhece a princesinha (agora também General da Resistência e mamãe do emo) Leia Organa. R2-D2 subitamente acorda e revela o mapa completo até ao planeta de Ahch-To, para onde Rey parte, roubando a Millenium Falcon enquanto Chewie estava chorando.

Rey teve que encher o saco do velho Luke, seguindo-o insistentemente 24 horas para que ele a escutasse.

Lá em cima de uma colina em Ahch-To, Rey finalmente (depois dessa merda toda) encontra Luke que agora é um velhinho sofrendo crise de meia idade.

Depois que Rey chega no planeta onde Luke (que agora é velho pra cacete) está escondido e se cagando de medo, ele diz que não está interessado em lutar contra a Primeira Ordem. Luke está em crise existencial como os seus fãs e com depressão, dizendo ser hora dos Jedi acabarem o que causou a combustão instantânea e suicídio coletivo de nerds mundo afora. Rey quer recrutar Luke pra lutar pela Resistência (apesar de ela não ser exatamente parte da Resistência). Mas Luke, que havia ficado super ranzinza com a idade, começou a fazer birrinha pois não queria treinar ela de jeito nenhum, e manda ela ir embora pra deixar ele morrer em paz. Rey não desiste e continua a encher o saco do velho perseguindo-o 24 horas e Luke acaba cedendo depois de levar uns cascudos. Luke vira o mestre da Rey (apesar dela ser bem mais macho que ele), e em troca Rey dá um barbeador novo para ele de presente.

Whatsapps da Força[editar]

Algumas das mensagens trocadas entre Rey e Kylo, enquanto ela estava em Ahch-To.

Enquanto estava naquele planeta longínquo, Rey troca mensagens com Kylo Ren no Whatsapp, trocam likes no Fecebook, mandam nudes. A guria começa a ver a verdadeira faceta de Ben Solo, que lhe conta que Luke tentou matá-lo durante o sono e por isso virou emo dark side (apesar do Kylo não saber que seu tio havia tido apenas um súbito impulso e que não ia realmente picotar seu sobrinho com o sabre de luz). Depois de ver seus abdominais, Rey decide trocar toques íntimos de mãos, sendo flagrados por Luke, que logo faz um xilique ao descobrir o rolo dela com o emo e fica putíssimo. Rey confronta Luke sobre o que ele fez ao sobrinho, dando porrada no velho e falando umas boas verdades na cara dele. Depois de brigar com o mestre, ela vai até à Primeira Ordem pra trazer o Kylo Ren pro lado dos mocinhos.

Confrontando Kylo Ren[editar]

Rey e Kylo sentados no trono de ferro dos Sith, donos da porra toda, assim como o emo tanto queria.

Rey chegou lá querendo convencer o moleque mimadinho, querendo dar pra ele tudo, mas ele retrucou e não quis sexo. Kylo Ren levou ela pro velho broxa do Snoke e disse que só faz sexo com ele, assim o velho mandou ele estuprar a Rey, mas ele não queria comer a garota de jeito nenhum, ficou revoltadinho e matou o velho. Rey chama Kylo de veadão, e começa a ter uma crise de mulher rejeitada, ficando boladinha. Kylo fala que aceita sexo se ela vier pro Lado Negro da Força e se comprometer se tornando a Imperatriz dele pra que governem a porra toda. Ele até oferece sua mão pênis pra ela pegar, mas aí na hora H, ela amarela e foge chorando.

Rey vai até a Resistência, que estava em um planeta mais salgado que o mar morto e salvou o dia levando os rebeldes pra fugir da Primeira Ordem. Depois Kylo tenta mandar umas mensagens pra ela pelo Whatsapp chorando que nem um nenenzinho pra que ela voltasse, mas como ela ainda está bolada com ele, ela acaba bloqueando o infeliz.

Desvendando os artefatos[editar]

Enquanto o Kylo Ren estava pagando de fodão como Líder Supremo da Primeira Ordem, Rey estava treinando com Leia na floresta pra aprender à pegar no sabre-de-luz como ela. Depois Finn e Poe Dameron aparece falando que o velho Palpatine continua vivão e broxa como sempre, ele ressuscita graças a forças misteriosas. Então Rey, Finn, Poe, Chewbacca e o C3PO partem para ficar pulando de galho em galho e desvendar essa treta. Daí eles vão para um planeta desertíco onde estava rolando Carnaval com várias drogas e paradas diferenciadas, lá eles encontram o Lando Calrissian que mostra onde está o artefato. Então Kylo (que estava obsessivamente perseguindo Rey pra cima e pra baixo o tempo todo) apareceu com seus cavaleiros puxa-sacos emprestáveis que sequestram o Chewbacca.

Depois eles foram até na puta que pariu pra desvendar os textos sith, aí eles invadiram a nave da Primeira Ordem pra salvar o Chewbacca, e foi nessa treta que o Kylo Ren revela que a Rey é neta do velho broxa Palpatine. Depois eles vão pra Endor descobrir o artefato dos sith. Aí o Kylo Ren aparece mais uma vez e entra na porrada com a Rey. O pau come entre os dois, rola um sexo, até que a Leia entra na mente do Kylo e a Rey passa o facão nele. Mas aí ela se arrependeu pois ele era seu parceiro de cama e curou ele, e depois deixou claro pra ele que o relacionamento deles não poderia continuar se ele não fosse para Lado Rosa da Força.

Conhecendo o Vovô[editar]

Rey com seu vovozinho, Palpatine.

Rey foi até o esconderijo do seu suposto avô Palpatine, ela encontra o velho todo decrépito com uma porrada de naves voando pelos céus. O velho vovô Palpatine queria molestar a neta e pedindo à ela que governe a galáxia junto com ele, como boa feminazi, Rey não aceita ordens de seu avô opressor. Aí apareceu o Kylo Ren, que agora voltou à ser Ben Solo depois de ir pro Lado Rosa da Força. Eles partem pra cima do velho Palpatine, que lança raios pra tudo quanto é lado, então a Rey entra em Modo Avatar e desintegra a múmia sith, tornando o falecido Luke mais inútil ainda! Mas Rey usou todo seu chakra e acabou morrendo no processo. Ben Solo que estava totalmente gamado na mina, começou a surtar e ter uma crise emo, e resolveu usar seus poderes do Ominitrix para ressucitá-la. Rey revive das cinzas e eles dão uma foda gostosa para comemorar. Mas aí do nada ele vira presunto e Rey fica lá sozinha sem entender porra nenhuma. Os fantasmas de Luke e Leia aparecem para parabenizar Rey, mas têm um enorme desgosto quando ela rouba o sobrenome Skywalker para si, aproveitando que espíritos não podem processar ninguém!

Personalidade[editar]

Rey mostrando pro Kylo quem na verdade fica por cima no relacionamento deles.

Sua personalidade não tem qualquer sentido face à sua biografia: é uma catadora de lixo que viveu uma vida de pobreza e fome mas por alguma razão inexplicável é muitíssimo otimista, esperando os pais que já foram pro saco há muito tempo. Sendo uma garota que sempre viveu na miséria total, que foi abandonada pelos pais e era escrava desde pequena, ela, por algum motivo, ainda tem interesse e é super amarrada aos heróis da antiga Aliança rebelde e da Resistência (apesar de que alguém deveria ter avisado a ela que seu ganha-pão era à custa dos restos das naves deixadas pelo Império). Também é fangirl do Luke Skywalker (talvez já tivesse a ideia de roubar a identidade dele no futuro). Mesmo tendo vivido uma vida de merda, Rey geralmente não demonstra pessimismo e está sempre disposta a ajudar os outros (incluindo seus novos miguxos e seu macho emo) exceto se alguém tentar comer o cu dela sem permissão.

Rey não querendo contar para Finn sobre seu rolo secreto com Kylo Ren.
Ta explicado. Ela só estava com fome.

Porém, por trás de toda essa faceta de otimismo exagerado e totalmente não saudável, Rey oculta uma menininha chorona que só quer o colo dos papais e está se sentindo super deprê e só no mundo porque no fundo teme que eles jamais voltarão a Já cu (até porque quem em sã consciência voltaria para aquele lugar de merda?). Esse lado de Rey chama a atenção de Kylo que é basicamente a definição de crise interna e depressão encarnadas em um ser humano. Quando os dois compartilham a dor e têm altos orgasmos ao tocar as mãos, Kylo finalmente vê que achou a cura pra própria depressão e para as crises de estresse teen dele (o que é ótimo porque os troopers já não aguentavam mais limpar os estragos dele que geravam grandes prejuízos na ordem dos malvados). Enquanto isso, Rey vê o verdadeiro lado do emo além de ter visto o corpo nu sarado dele e pensa que talvez se juntar a ele não fosse uma má ideia, mas depois o medo dela do lado do Lado Negro da Força foi maior e ela acaba correndo dele, deixando-o ainda mais deprê e sem entender porra nenhuma.

O lado de Rey super frustrado com a vida, com seus pais, e por ter se envolvido no meio de todo esse conflito de merda causa nela acessos de raiva repentinos e crises existenciais. E depois isso piora (e muito) quando ela descobre que seus pais bêbados drogados realmente não iriam voltar pra buscá-la, pois tinham sido mortos pelo clone-cadáver andante que (pra piorar ainda mais) era o avô dela. Descobrir que era a netinha querida do lorde trevoso muda algo na infeliz, que acaba tendo lapsos de fúria que são causados pelo Lado Negro da Força tentando ela a ficar putíssima em qualquer situação e com qualquer ser humano que cruzasse seu caminho. A situação era tão grave que ela desconfia dos próprios miguxos, nunca contando pra eles sobre seu avô ou seu rolo na Força com Kylo. Tudo acaba culminando nela empalando mortalmente o par de cama (como se este também não tivesse tido uma vida de merda e precisasse de mais um motivo pra ficar mais emo deprê ainda no instante que sentiu sua mãe moribunda). Depois disso, ela percebe o quanto isso tudo já tinha passado do limite e resolve se isolar pra morrer, na mesma ilha em que ela deu porrada no Luke porque ele estava se isolando pra morrer. Quando a alma penada do Luke diz pra ela voltar pra desgraça da guerra, Rey resolve ir enfrentar Palpatine, para acabar com tudo de vez, achando que conseguia dá cabo do velhote sozinha (e por manobras surpreendentes do roteiro destino ela consegue mesmo...). No fim, Ben sacrifica tudo por ela, mas mesmo assim ela usurpa todo legado familiar dele para si mesma, achando que provavelmente ele não se importaria. Mal sabe ela que acaba de ganhar um encosto que não a largaria pelo resto da sua vida infeliz no deserto de Tatooine....

Poderes e Habilidades[editar]

Como Rey se aproveitou da tesão do vacilo do Kylo pra ganhar dele.
  • Combate, mecânica, física, conserto de sucata e de outras coisas quebradas;
  • Ser parzinho de cama na Força díade na Força com Kylo Ren, um enredo que os roteiristas esqueceram e acaba não tendo qualquer impacto na batalha final contra o velhote do Palpatine, mas que permite que Rey tenha skills que são exclusivamente compartilhadas na biblioteca de habilidades com o seu querido emo:
  • Ser Padawan com 2/3 semanas de treino com Luke Skywalker, após perseguir e encher o saco do velho em uma ilha para que ele a treinasse, meditando numa pedra e cortando rochedos com o sabre da luz;
  • Ser a última Jedi (depois que Luke bateu as botas);
  • Evoluir para Jedi mais poderosa de todos os tempos (com 1 ano de treino);
  • Ser perseguida aos berros por Finn que, coitado, não tem mais nada pra fazer durante a trilogia;
  • Causar tesão em Kylo Ren a ponto dele vir chorando pedir pra ela casar com ele, mas falhando terrivelmente mais de uma vez;
  • Roubar toda a atenção dos espíritos Jedi para si;
  • Virar modo super overpower com a ajuda das almas penadas Jedi e torrar a desgraça do avô sem ajuda da díade;
  • Sugar a alma de Ben Solo com um beijo (ou talvez ele tenha tido um ataque cardíaco pela intensidade emocional e/ou da tesão, não se sabe);
  • Roubar a identidade e várias outras coisas alheias.

Rey é uma personagem Mary Sue?[editar]

Lembrem-se crianças: Não colem o dever de casa do amiguinho...e se forem colar não sejam pegos colando!.

Uma acusação frequente à personagem de Rey é que ela é uma Mary Sue. Muitos haters berram sobre isso desde que a personagem apareceu pela primeira vez em tela, já que ela era uma menina magrela que não tinha físico pra aparentemente fazer porra nenhuma. Alguns também a acusaram de ter zero experiência de combate apesar de vermos ela dando uma surra em uns delinquentes estupradores que queriam o cu dela logo no início do primeiro filme.

As almas penadas Jedi também ajudaram bastante a motivar a Rey vencer seu vovô.

Além do fato dela claramente não ser mais forte que o Kylo Ren, tendo ganhado dele no primeiro duelo apenas por ele estar fisicamente e emocionalmente fodido por causa da morte do pai e do tiro que levou do parceiro raivoso dele além estar cheio de tesão por ela. Ela perde o duelo final com ele na Estrela da Morte, só conseguindo machucar gravemente ele por causa da interferência da mamãe dele (que acabou atrapalhando tudo mesmo com boas intenções).

Seja lá qual sua opinião sobre o assunto, todos os nerds concordam que no fim os roteiristas uparam a garota demais a ponto de ela conseguir derrotar o capiroto sozinha, o que não seria possível em circunstâncias de um enredo normal. Pra piorar tudo acaba culminando em uma cena plágio descarado de Vingadores: Ultimato que não teve nenhum vexame de copiar e colar um filme exibido nos cinemas poucos meses antes, deixando todos putos: os que já estavam putos ficaram putíssimos e os outros nerds que estavam curtindo ficaram em estado de choque emocional antes de ir para casa chorando e começar a odiar tudo e quebrar tudo por serem obrigados a concordar com haters. Então se você caro leitor, acha que começou a ter sintomas de haterismo ao achar que a Rey estava super overpower demais no final (consulte um psicólogo imediatamente!), tenha calma porque você não está virando um hater ou talvez esteja, nunca se sabe e saiba que ninguém tem culpa disso (exceto a produção do filme que havia fumado todas antes de escrever aquela merda de roteiro).

Afiliados[editar]

Gandalf smoking.jpg Rey (Star Wars) morreu...
MAS VOLTOU!!!

Passou da pior pra ficar nessa!

Clique aqui pra ver quem foi expulso do Céu (ou do Inferno).


O(s) Jedi Escolhido(s)
Precedido por
Luke Skywalker


Díade: Ben Solo e Rey
2015 - presente


Sucedido por
A Disney Força não revelou