Quando Mundos Colidem

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Melhor forma de tentar elevar vendas de HQs que ninguém compra: juntar o universo deles com o da DC Comics.

Quando Mundos Colidem é uma saga que unificou em parte os universos da DC Comics e da Milestone Media, pelo menos a versão de 1994 da saga, que durou de julho a agosto, dois meses com a família do Superman e a família do Super Choque. A segunda versão (também chamada de "Bem-Vindo a Sundown Town"), de 2009, rolou entre janeiro e agosto, e foi só a Liga da Justiça tretando contra a turma do Super Choque e no fim percebendo que a merda mesmo era causada pelo velho vilão cuzão da Liga Destruidor Cósmico (também conhecido como Galactus em forma de vampiro). Nenhuma das duas hoje em dia servem pra porra nenhuma, já que depois de Os Novos 52 o Super Choque e sua turma foi definitivamente integrado ao universo DC normal e ninguém se importa mais com essas sagas aí.

A versão loucona de 1994[editar]

Para entender esse bangue, é necessário saber que isso aconteceu já no final da saga A Destruição de Metrópolis. Um carteiro chamado Jaiminho Fred Bentson, estava tentando evitar a fadiga, e estava constantemente mandando cartinhas românticas para a Lois Lane e também para a namoradinha do Super Choque. O problema é que nos locais em que cada um ia basicamente o outro canto não existia ou era só história em quadrinhos e nada mais. Isso, obviamente foi o deixando meio doidinho.

E em pouco tempo ele começou a perceber que na verdade ele tinha uma capacidade meio de ser um portal, ou algo do tipo. Inclusive depois de ser bolinado por cientistas malucos dos dois universos, ele consegue sei lá como desenvolver poderes quase divinais e se autochamar de Portal (que criativo!). Aí passa a ser enfrentado pelo Superman, Superboy e Aço do lado da DC, e pelo Ícone, Hardware, Super Choque, Rocket e Sindicato de Sangue do lado Milestone/Dakota City, para tentar restaurar seus universos, que tinham sido juntados à força e um monte de porras estavam destroçando tudo nas duas cidades.

Só que ninguém tava conseguindo destruir o malucão, que propôs a todos que iria simplesmente destruir um dos universos de boas. E assim, só com a ajuda de uns manjadores de ciência (inclusive os cientistas malucos lá do início), os heróis conseguiram fazer o Portal ser sugado por um "portal" para um nuloverso, que fez os dois universos enfim serem separados e o Portal foi pro espaço. Curiosamente, para os heróis dos dois mundos tudo não passou de um sonho meio maluco. Ainda bem que a DC depois deu uma motivação mais cerebral para unir os dois universos.

A versão bestona de 2009[editar]

Porra, de novo essa briguinha?

Curiosamente, depois de muitos anos (inclusive nesse tempo a Milestone Media já tinha ido pro espaço, só sobrando mesmo o desenho do Super Choque pra dizer que sobrou alguma coisa), a DC decidiu chamar geral pro pau de novo. Dessa vez mais heróis da DC apareceram, na verdade, toda a Liga da Justiça.

A treta se deu quando a Doutora Luz recebeu uma visitinha de um grupo de personagens chamados de Gabinete das Sombras (que não têm nada a ver com o gabinete paralelo de Westminster nem com outro aí, nem com aquele tal de "gabinete" dos antivacina do Bonoliro). Essa turma invade depois a Sala de Justiça e uma treta fodida começa, daquele jeito que rola em gibis, brigam simplesmente pra vender gibi por porra nenhuma de motivo.

Só depois de um bom tempo que se descobre que essa turminha aí da pesada está sendo manipulada por um adepto satânico da conquistadologia, o Destruidor Cósmico. E aí, o de sempre, juntam forças para deter o vampirão e pronto, geral fica amiguinho, e depois da saga Milestone Forever (um nome irônico, já que a Milestone estava oficialmente fechando as portas de vez aí), todos desse universo sei lá como foram integrados pra DC de vez, como se sempre fossem de lá, e foda-se a lógica, só aceita...

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!