Primeira Batalha do Marne

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Primeira Batalha do Marne foi o round 1 de um melhor de três travado entre a Alemanha contra a França, com os franceses vencendo duas vezes (isso mesmo) e não precisando haver nenhuma terceira batalha no Marne.

Prelúdio[editar]

Os alemães entraram na Bélgica igual o Kid Bengala entra na Monica Mattos, rasgando as pregas e o que mais houvesse pela frente. Houve uma supositório bem grandão e grosso suposição de que os belgas não resistiriam à entrada dos alemães, mas como eles eram muito apertados e mal lubrificados, a resistência foi intensa, embora inútil, foram todos dizimados. Animados, os germânicos montaram uma estratégia de invadir e tomar Paris em menos de 3 dias, porém essa excursão na Bélgica alertou os franceses que pegaram seus arcos e flechas e foram se posicionar para batalha, não havendo o elemento surpresa mais em favor dos alemães.

Os franceses se encoxaram em linha ao longo do rio Marne e ficaram esperando os alemães. A batalha teve dois frontes principais, a primeira ofensiva vindo do norte pela Bélgica a partir de Verdun passando por desfiladeiros e os estratégicos pântanos fétidos e lamacentos de onde os franceses extraíam as bactérias que injetavam em seus queijos para dar o cheiro de chulé bolorento típico e portanto uma zona de suma importância de ser conquistada porque os alemães odiavam aquele queijo que defendiam dever ser erradicado, e uma segunda ofensiva vinda do oeste a partir da Renânia na tentativa de reaver a Alsácia porque lá tinha alfaces bonitos, tão bonitos que antes de chegarem os alemães pulverizaram nos campos franceses fertilizantes especiais hoje conhecidos como "gás mostarda".

Batalha[editar]

Franceses imortalizando a famosa formação da "Trincheira das Encoxadas", muito útil para dar moral e calor humano aos soldados que já estão na merda.

A batalha começou em 5 de setembro de 1914 quando a Alemanha iniciou a invasão contra a França. A campanha começou avassaladora, afinal as táticas milenares, porém já bastante ultrapassadas, dos franceses de peidar na comida dos adversários já não estava fazendo mais tanto efeito visto que os germânicos usavam máscaras de oxigênio.

Tudo parecia perdido, em poucos dias os alemães chegaram a 40km de Paris até estagnarem ao longo do rio Marne. Avistaram do outro lado a chocante cena de um batalhão de drag queens mal produzidas rebolando e soltando torrentes de purpurinas, cena que abalou a mente dos generais alemães que começaram a dar ordens sem sentido para seus batalhões, como recuar, marchar até algum local idiota.

No dia 9 de setembro os ingleses apareceram triunfalmente para ficarem com os louros da vitória, o general Smith Smithsen disse a célebre frase "Only us can fuck with french" e forçou os alemães a recuarem e admitirem sua primeira derrota.

Pós-batalha[editar]

Ambos exércitos ficaram estagnados sem conseguir usar o rio Marne, franceses e ingleses de um lado e alemães do outro lado, ambos chafurdando na lama e avançando centímetros por dia e recuando tantos outros centímetros no outro dia.