Pasite

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Procura outra Pasite? até parece... Talvez seja em Pasite (Mitologia) que você ache!


Pasite é uma lua de Júpiter que tem 2000 metros de diâmetro... Sim! Ela é uma lua pequena mesmo! Você pode dar a volta na lua a pé em 30 minutos de caminhada e de carro você pode dar a volta nela em 8 minutos. Essas são as únicas curiosidades e fatos curioso de Pasite.

De novo, o único lugar onde se pesquisa esse tipo de coisa é na universidade do Havaí, em que o Professor Scott (único astrônomo competente/mal pago da universidade) descobre todos os dias uma nova bolinha de merda que flutua ao redor de Júpiter.

Etimologia[editar]

Júpiter quando descobriu que tinha mais uma lua acompanhando ele (grande novidade...)

Antes de tudo, Pasite era S/2001 J 6, um nome provisório até que achassem outro melhor. Assim, em um dia em que passa suas noites em claro após broxar e não satisfazer sua mulher, com o sentimento de remorso por ter se casado com ele, Scott estava lendo um livro de mitologia:

Pasite era uma das musas inspiradoras da criatividade humana, da beleza e da fertilidade. Ela servia para levantar os bilaus dos homens e impedir que não satisfazessem suas mulheres. Pasite era filha de Zeus e uma de suas infinitas amantes que gostavam de tirar com a cara de Hera, a maior corna da mitologia grega.

Inspirado na história, ele se lembrou do satélite natural que havia descoberto naquele dia. Scott ficou inspirado e colocou o nome de Pasite. A maior contribuição (se é que dá para chamar aquilo de contribuição) foi quando Professor Scott colocou um nome numa lua que antigamente tinha números e códigos de barra, assim nos poupando de nomes nerds e ininteligíveis.

Características[editar]

Tumbleweed01.gif






Localização[editar]

Tumbleweed01.gif






Geografia[editar]

Finalmente algo que os nerds colocaram no artigo sobre a lua!

Dizem alguns cientistas que a lua é deformada, ou seja, tem coisas obscuras em seus morros que sobem e descem e seu formato também é bastante in trigante (e interessante, dependendo da pessoa). O formato fálico faz com que Pasite seja motivo de piada para a comunidade científica. A astronomia é o único ramo que leva a sério o formato do que encontram no espaço... Em outras palavras, a astronomia é um estudo tão enjoado que os astrônomos tem que analisar o formato dessas "coisas" para manter seus empregos.

Ver também[editar]