Pascal Wehrlein

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Pascal Wehrlein é só mais um piloto terciário da Formula 1 que ninguém sabe quem é, o que fez, por onde passou. Competiu na Formula 1 em 2016, mas não fez porra nenhuma na equipe café-com-leite em que participou.

Carreira[editar]

Início de carreira[editar]

Começou a pilotar kart com 9 anos de idade em 2003, porque parece que na Alemanha até mesmo em Sigmaringen há pistas de kart para existir tantos pilotos alemães. Obviamente Wehrlein era só mais um qualquer e sem qualquer talento, mas por ser playboy pode investir em sua carreira do automobilismo e continuar nessa vida de correr em carros esportivos para ganhar mais dinheiro ainda.

Começou a carreira na ADAC Formel Masters em 2010, uma espécie de Formula 1 genérica competida na Alemanha que usa carrinhos de brinquedo sem tração (rolimã), torneio este o qual Wehrlein conseguiu ser o grande campeão de 2011.

DTM[editar]

No ano de 2013 passou a competir na DTM (espécie de Stock Car da Europa), pela equipe Mücke Motorsport, quando foi uma porcaria. Depois mudou-se para a HWA AG onde conseguiu ser campeão, mas sinceramente, ninguém se importa ou dá valor para isso, pois até o Rubinho Barrichello já foi campeão da Stock Car e ninguém está nem aí.

Formula 1[editar]

Pascal Wehrlein, na Manor em 2016, achando que estava liderando o GP da China, mas na verdade é só um retardatário atrapalhando a corrida dos outros.

Foi no ano de 2014 que Wehrlein foi contratado como piloto de testes da Mercedes F1 Team, mas era tão ruim que nunca nem usou o carro e ganhou o salário de graça, tanto que podia correr na DTM simultaneamente, já que neme ra chamado para a Formula 1 mesmo.

Foi tão inútil na Mercedes que em 2015 passou a ser piloto de testes da Force India, onde também não fez nada e nenhum teste relevante.

Foi somente no ano de 2016 que estreou como piloto titular, contratado pela Manor Motorsport, um carro bem foleiro pintado em cor-de-burro-quando-foge, destacou-se por saber muito bem deixar líderes ultrapassarem em cada bandeirada azul de muitas.

Em 2017 continuou com o pior carro do grid, dessa vez a Sauber azulzinha que fica sendo retardatário em todas corridas. O único rival, Marcus Ericsson é com quem pode se divertir de vez em quando batendo de modo besta em tentativas desesperadas de chamar atenção.

Pilotos da Fórmula E
v d e h
Pilotos da Fórmula 1