O Profeta (2006)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Rede-GROBO.png PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.
Xeco.jpg O Profeta (2006) é Espírita!

Isto significa que ele(a) acredita em reencarnação, macumba e acha que pode falar com mortos, fantasmas ou demônios além de adorar seres de outras dimensões como ETs, gnomos, duendes, vampiros, etc. Clique aqui para encontrar outros espíritas.

O Profeta (2006)
[[Arquivo:|150px]]
Logotipo da Abertura
Origem Bandeira do Brasil Brasil
Emissora Rede Globo
Autor Walcyr CarrascoDuca Rachid
Tema Farsa, estelionato
PROTAGONISTAS
Artistas
  • Thiago Fragoso
  • Paolla Oliveira
  • Dalton Vigh
  • Carol Castro
  • Especiais
  • Chico Xavier
  • Outros Ninguém
    PERSONAGENS
    Vilões
  • Clóvis Dalton Vigh
  • Bonzinhos A Carola que é a Fernanda Souza
    Mais Idiota O corno do Nuno Leal Maia
    Mais Esperto Não existe
    NOVELA
    Maior Drama A novela toda
    Mistério(s) Walcyr Carrasco é o verdadeiro autor?
    Moral Se aproveite da fé alheia
    Influência Alma Gêmea, A Viagem
    Inspiração O tal profeta Marcos inspirou o Astro



    Cquote1.svg Você quis dizer: A Viagem? Cquote2.svg
    Google sobre O Profeta (2006)
    Cquote1.svg É como a luz do Sol que toca um cristal/E em sete cores... Cquote2.svg
    Abertura da novela.

    O Profeta foi uma novela das 18 horas da Globo exibida entre 16 de outubro de 2006 a 12 de maio de 2007, substituindo o remake de Sinhá Mosca e substituída por Esperta Magia. Escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid, com as colaborações de Chico Xavier, Zíbia Gasparetto e Zélia Gattai.

    Sinopse[editar]

    Ambientada na São Paulo da década de 50, mostra um moleque chamado Marcos, que prevê que seu irmão perderia a vida, dito e feito. Marcos cresce e se torna um paranormal de sucesso, se apresentando na TV (que só os ricos tinham naquela época), atraindo a atenção de gente gananciosa e interesseira.

    Quem é quem na bagaça[editar]

    • Marcos (Thiago Fragostoso) - o herói bonzinho que tem o dom de prever o futuro, usa seu dom para ganhar dinheiro, mas será explorado por certas pessoas;
    • Sônia (Paolla Oliveira) - a mocinha sofredora e romântica que Marcos pegará na novela, mesmo ela já namorando outro. Ama Marcos, mas vai se afastando dele por causa de sua ganância, mas como todo noveleiro que se preze já está careca de saber, os dois ficam juntos no final;
    • Camilo (Malvino Salvador) - o cara que pega Sônia, é maninho de Marcos e os dois até se dão bem e tal, até Camilo descobrir que Marcos está lhe chifrando, e aí ele se volta contra seu mano e se une a uma vadia qualquer contra Marcos. Morre quase na metade da trama;
    • Clóvis (Dalton Vigh) - tem uma loja de cristais, na qual trabalham Sônia e Camilo. Ele casa com Sônia, e é aí que Clóvis revela quem é de verdade: um vilão trevoso, que chega a bater em Sônia e a encerrar em uma alcova. Claro, impedirá que ela e Marcos fiquem juntos;
    • Ruth (Carol Castro) - é a vilã à qual Camilo se une contra Marcos. Vai se envolver com Marcos, mas por puro interesse;
    • Carola (Fernanda Souza) - antes de aparecer no Toma Lá, Dá Cá gostosa, aqui ela aparece gorda, ensinando english e querendo Marcos, que a vê apenas como uma amiga. Ô, coitada;
    • Tainha (Rodrigo Faro) - feirante que vende peixe que é apaixonado por Gisele, que chama de "Gigele" (o cara é burro, mesmo), mas ela caga e anda para ele... até que ele ganha na loteria e aí eles dois se casam. É aí que ele perde tudo (hahaha...);
    • Gigele Gisele (Fernanda Rodrigues) - alvo do amor de Tainha, uma interesseira do caralho que o despreza só porque ele é pobre. Nas horas vagas é manicure;
    • Lucas (Henrique Ramiro) - o irmão caçula de Marcos que, depois que morre, passa a assombrar Marcos;

    Trilha sonora[editar]

    1. Além do Olhar - Ivo Pessoa (abertura)
    2. Fascinação (Fascination) - Elis Regina
    3. Fora de Hora - Joyce Moreno
    4. Caminhos Cruzados - Gal Costa
    5. Beija-me - Zeca Pagodinho
    6. Em Flor (Too Young) - Thays Bonnizi
    7. Only You - Oséas
    8. Para Ficar - Juliana Diniz
    9. I Need You - Dan Torres The Liverpool Kids
    10. É Tão Sublime o Amor (Love is a Many-Splendored Thing) - Cauby Peixoto
    11. Do Fundo do Meu Coração (1996) - Erasmo Carlos com Adriana Calcanhotto
    12. (They Long to Be) Close to You - Cídia Luize e Dan Torres
    13. Molambo - The Originals
    14. You Are my Destiny - Oséas

    Tema de abertura[editar]

    A abertura de O Profeta mostra uma sequência de imagens coloridas ao som da música "Além do Olhar". Ninguém sabe o que querem dizer.

    Quando os olhos veem, o que ninguém mais vê
    Imagens aparecem mesmo sem querer
    Quando cada sonho se tornar real
    E tudo que acontece é sempre um aviso, um sinal

    Se um dom especial é dado para alguém
    É pra ajudar o bem, na luta contra o mal

    É como a luz do Sol que toca um cristal
    E em sete cores mostra assim, que tudo é natural
    É como o som do mar que vem nos alcançar
    Pra nos mostrar o amor
    O amor que existe além do olhar

    Longe da razão, o fogo da paixão
    Arde o universo, queima meu coração
    Passado ou futuro junto com você
    Eu te sinto em todo mundo e nas estrelas posso ver

    Se um dom especial é dado para alguém...

    Cu-riosidades[editar]


    • Remake de uma novela de mesmo nome, levada ao ar pela TV Tupi em 1977;
    • A princípio, seria Walcyr Carrasco quem escreveria a trama, mas como ele já estava ocupado na preparação de sua próxima novela às 19h, o casal Thelma Guedes e Duca Rachid foi acionado para tocar a novela adiante;
    • O final do vilão Clóvis foi bem sinistro (ver no vídeo abaixo), com ele já morto tentando foder Marcos e Sônia pela última vez, e espíritos do mal o levando ao inferno.

    O fim de Clóvis[editar]

    Assista até o final, se for macho:

    Ver também:[editar]

    Novelas contemporâneas[editar]

    Das mesmas autoras[editar]