Mulher-Maravilha 1984

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Marvel-avengers-alliance.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.


M&M 84
Ww84-cover1.jpg
Resumindo o filme
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
2020 • Colorido • 151 min
Direção Patty Jenkins
Roteiro Patty Jenkins
Geoff Johns
Gênero LGBTQ+, critica social falha
Distribuição Warner Bros. Pictures


Cquote1.svg Ei fulano, você deseja que eu fique feliz? Cquote2.svg
Max Lord puxando conversa com um figurante

Cquote1.svg Hein? É... eu acho que sim. Cquote2.svg
Fulano sobre comentário acima

Cquote1.svg Concedido! E em troca eu vou ficar com sua casa, seu carro, seu dinheiro, sua esposa, sua saúde e metade do seu tempo de vida. Obrigado! Cquote2.svg
Max Lord sobre comentário acima

Cquote1.svg Quero ser única. Uma perdedora beta predadora alfa! Cquote2.svg
Mulher-Leopardo sobre seu fetiche nonsense


Mulher-Maravilha 1984(WW69 no original vaginal) foi uma tentativa de aborto bem sucedida e uma forma da Warner Bros. estragar o único filme bom no circo que é o Universo Estendido DC.

O filme se passa numa caricatura dos EUA dos anos 80, cheio de lojas com outdoors chamativos em formato de vibradores luminosos e crianças brincando com pirocopteros coloridos, onde Diana deverá derrotar Maxwell Lord (que graças a liberdade poética é reimaginado como um Donald Trump com os poderes semi-fenomenais quase-cósmicos do Gênio) e Mulher-Leopardo (reimaginada como uma Betty, a Feia com cosplay de onça). Porem a maior prova de fogo de Diana será ter vergonha na cara para aguentar estar nesta bomba de filme.

Enredo[editar]

WW84: Em Busca da Paz[editar]

Maravilha pede um minuto de silêncio enquanto descabela um ladrão de tênis indigente.

A história começa em Themyscira, onde Diana filhote compete numa corrida com obstáculos contra amazonas adultas e ainda ganha, mas sua tia Antílope Antiope a derruba no tapetão e a repreende por trapacear.

Depois de derrotar o Magneto e seus mutantes separatistas, Diana se mudou para Washington, onde leva uma vida dupla: durante o dia ela se disfarça de faxineira míope e cheira pó num museu de fezes, e de noite ela se veste como stripper e dança em frente de semáforos para decolar uns trocados a mais, alem de passar o tempo destruindo câmeras de segurança em lugares cheios de testemunhas para que ninguém saiba que ela existe. Certo dia, Diana salva Barbara Ann Minerva (uma colega de trabalho) de um anjo-da-lei vitima-do-capitalismo e as duas saem para comprar sapatos e irem no banheiro juntas.

Enquanto isso, o FBI bate na porta do museu e caga no capacho de Bem-Vindo. Maria do Rosário aparece e pregunta "mas o que que é isso", então os agentes J e K explicam que é uma lâmpada mágica da era dos Flintstones capaz de conceder qualquer desejo. Rosário entrega o aparato a Diana, que para ver se funciona pede para que Steve Trevor (seu interesse amoroso que bombou na Primeira Guerra Mundial) volte a vida. Barbara aproveita a falta de ter o que fazer e pede para ser igual a Diana para tentar desencalhar. Sem que as suas percebam, seus desejos são mais ou menos realizados: Steve não ressuscita, mas seu espirito encarna no corpo de um fulano qualquer e em troca Diana perde seus super-poderes; já Barbara ganha super-força, mas não vira um clone da Diana e sim uma Cinderola mesmo, e em troca ela perde sua empatia.

Alladin Crackudo[editar]

Longe dessa peroba toda, o microempresário golpista Maxwell Lord Maxwell Lorenzano percebe que está falindo (por passar tempo de mais lendo livros sobre lâmpadas mágicas ao invés de trabalhar) e descobre que o artefato que ele procura está no museu de fezes. Lord vai até lá e surrupia a pedra da Barbara durante um papai e mamãe com a mesma, desejando ser um Gênio da Piroca Mágica em troca de... sei lá, ficar doente e mais ganancioso!?

Depois de Ares e do exército alemão, Mulher-Maravilha peita esse ganancioso empresário falido.

Diana e Steve descobrem que Maxwell roubou a pedra e foi pro Egito do Estado islâmico trocar as ações da Petrobras por um camelo-bactriano e vão até lá roubando um avião, o qual Diana consegue deixar invisível usando a Força. Lá, a dupla testemunha o Trump mexicano erguendo um muro para separar a Faixa de Gaza da Floresta Amazônica a pedido do faraó de lá, que sacaneia o Republicano dizendo que não pode pagá-lo porque as corcovas do camelo foram usadas para fazer silicone para sua esposa, uma dromedário. Maxwell se irrita com isso e decide ficar com os seguranças do faraó como compensação.

Maravilha e Trevor armam um sequestro relâmpago para pegar Maxwell e recuperar a pedra, mas são confundidos pelos efeitos especiais do filme e falham nessa missão. Eles vão até uma loja de mangá egípcio e cruzam com Barbara (que voou pro Egito de Uber), que mostra um grimorio onde está escrito que a lâmpada foi criada pelo Sid Meier, que destruiu Roma, Cartago e o Acre no Civilization 84. Eles também descobrem que basta fazer Maxwell renunciar ao cargo de gênio para tudo volte ao normal. A Chita prematura pula fora, já que adora se sentir a gostosona e de espancar mendigos, então Diana e Steve voltam pros EUA via Sedex para impedir o encontro histórico entre Donald Trump e Ronald Reagan.

Na Casa Branca, Lorenzano realiza o sonho do presidente de fazer três orgias com o Nuclear em troca de virar dono dos EUA (mas como o gênio é bugado Reagan só consegue participar da orgia de João Dória com cinco mulheres e uma piroca broxa mesmo). Os "heróis" entram na Casa Branca de boa e espancam meia duzia de seguranças, mas falham novamente em deter Lord, graças à Cheetos, que se aliou ao petroleiro malévolo em troca de uma plastica. Maxwell vai até a Área 51 com sua nova guarda-costas para desnecessariamente virar uma TV a cabo pirata e começar um apocalipse (que ninguém lembra que existiu nos outros filmes).

Meu Filho Não![editar]

Cheetah tenta acasalar com Diana usando o rabo para seduzi-la.

Steve convence a namorada a renunciar o namoro para que seus poderes voltem e ela possa derrotar o vilão e encerrar o filme, então Diana assim o faz e vai planando e jogando seu laço em raios (com efeitos especiais de Caminhos do Coração) e aparece do nada na Area 51 vestindo a armadura de Sagitário da Águia Dourada para enfrentar a amiga traíra que virou uma personagem do musical Cats depois que o Trump colocou uma skin de gato nela.

Antes da luta, Xita Cheetah pula nos postes para apagar a luz e deixar o cenário escuro para camuflar os defeitos especiais do filme antes de avançar em Mulher, que se protege usando as asas da sua armadura. Porém, o peso da armadura deixa Maravilha com cãibra e rápida feito uma tartaruga, então ela joga aquele treco fora e cai junto com a rival no rio, onde um fio descapado aleatório cai e eletrifica a gatuna (pois seu desejo de ser igual a Diana não incluía resistência a eletricidade), vencendo a luta.

Diana surge diante de Trump (sem a armadura nova) e fica pasma ao ver este sendo abduzido por alienígenas em pleno horário nobre. Um ventilador alienígena da Area 51 deixa Maravilha grudada na parede e incapaz de salvar o dia, então ela usa seu laço radioativo anti-vento no vilão para faze-lo ver seu filho asiático morrendo de medo na periferia, o que o leva a renunciar ao seu desejo, e faz tudo voltar ao normal. Depois disso, pai e filho se reconciliam e voltam pra casa como se nada tivesse acontecido enquanto a cena pós-créditos mostra que o seriado antigo da Mulher-Maravilha ainda estava reprisando na Rede Brasil.

Personagens[editar]

  • Diana de Themyscira / Diana Prince / Mulher Maravilha (Gal Gadot) A titular heroína agora mora na terra do Tio Sam, onde passa os dias salvando meninas negras de bandidos (as brancas ela deixa morrer mesmo) e vandalizando lojas para matar a saudades do bofe falecido. Seu laço da verdade faz manobras absurdas e ela ainda ganhou o poder de escalar raios e deixar aviões invisíveis pelo toque.
  • Steve Trevor (Chris Pine e Kristoffer Polaha) - O namorado da Diana voltou com os poderes de Ghost e possuiu um corpo de um figurante aleatório, o qual passa o filme inteiro apanhando, desviando de bala e ainda é usado como um brinquedo sexual pelo casal principal.
  • Barbara Ann Minerva / Mulher-Leopardo (Kristen Wiig) - Uma loira nerd virgem com baixa auto-estima e sem amigos que é salva pela Diana de um mendigo (único homem que quer transar com ela) e depois vira amiga dela por 10 minutos. Ela se acha feia e diz que seus colegas de trabalho não dão atenção pra ela, mas depois que ela compra roupas novas e tira os óculos, todo mundo passa a achar que ela é a maior gostosona da cidade.
  • Maxwell Lorenzano / O Cara do Petróleo (Pedro Pascal) - Um imigrante latino e golpista que é pai divorciado que cuida de um menino asiático carente por atenção. Ele acha a lâmpada mágica e pede para virar gênio e conceder desejos a todo mundo... mas sem avisar que os outros têm que dar algo em troca pra ele.
  • Dechalafrea Ero / Duque da Decepção - Capanga de Ares e vilão secundário da Mulher-Maravilha. Aqui é citado como um Loki paraguaio e fabricante da lâmpadas mágicas bugadas.

Ver também[editar]

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!