Moriking

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
AAAAA!!! Moriking é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Membros do Clube da Luta podem ser citados aqui.

Tom2.jpg É pra rir?
Este artigo fala de um comediante "muito engraçado". Se você ainda dá risada do Tiririca, assiste Casseta e Planeta ou imita a Lady Kate, SOME DAQUI!!!
Batore24.jpg
Moriking faliu!
Cows1.jpg Nem a Apple quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.

Moriking
森林王者モリキング

Morikingcover.jpeg

Cobiçada primeira edição dessa desgraça

Gênero ????, "Comédia"
Mangá
Autor Tomohiro Hasegawa
Divulgação Shonen Jump
Onde sai Bandeira do Japão Japão e que continue assim
Primeira Publicação 2020
N° de Volumes 4

Cquote1.png Experimente também: Pular de um prédio em 1929 Cquote2.png
Sugestão do Google para Moriking

A pior premissa de qualquer coisa em qualquer época da humanidade é a pior premissa de qualquer coisa em qualquer época da humanidade que foi publicada por pouco menos que um ano na Shounen Jump. O mangá falhou tão miseravelmente em desenvolver uma audiência e mover unidades que se tornou parte da seita suicida de Jump que não aguentou ver o fim do ano do morcego e morreram na praia.

Assim como Eliza Samudio, seu corpo nunca será encontrado, mas diferente dela, sua história nem sequer se tornará um meme e será prontamente esquecida pela coletividade universal, largada numa vala junto a outros sonhos destruídos.

Sobre o que se trata o mangá[editar]

Um exemplo de ponderação nunca feita por ninguém.

Não, sério, sobre o que é o mangá?[editar]

Um exemplo da típica reafirmação feita antes da punchline de uma piada.

Não, não, eu realmente quero saber sobre o que se trata[editar]

...

Para aqueles que são realmente desocupados a esse ponto e querem de fato saber a premissa de Moriking, ela é a seguinte: Xota Shota Aikawa, um estudante do fundamental, um jovem obcecado por insetos, recebe de presente do seu pai uma larva de besouro-rinoceronte a qual ele nomeia Moriking (Ah vá). Ele e sua irmã tomam conta do treco nojento, esperando que ele floresça em um belo rinoceronte para que ele possa o colocar em rinhas contra os bixos de seus amigos...


Entretanto, a desgraça da larva digievolui tomando a forma de um belo adolescente japa todo arrumadinho cuja única característica remanescente de um besouro é a coroa e os chifres na cabeça. Acontece que esse jovem é na verdade um REI INSETO, uma criatura que nasce a cada 100 milhões de anos, e ele anuncia que está predestinado a se tornar o REI DA FLORESTA, a criatura que vai mandar em todos os insetos do mundo? do Japão.

O Moriking então revela que a única razão para se encontrar na possessão de um pirralho de 8 anos é por conta de uma tradição dos Reis Insetos que dita que precisam se aventurar e sobreviver no mundo humano, mas mesmo assim, sem nenhum motivo lógico ou decente para isso, ele resolve continuar a obedecer o garoto como seu servo, além de mexer com a química hormonal da irmã dele e fazer ela se apaixonar pelo que é basicamente uma aberração científica com 1 mês de idade. A partir dessa premissa completamente lúcida essa garotada e o Moriking vão embarcar em altas aventuras "cômicas" e enfrentar os outros 4 Reis Insetos que disputam pelo trono fazer absolutamente porra nenhuma porque não deu tempo.

Como uma ideia tão boa poderia dar tão errado?[editar]

Poucos são aqueles que de fato tentam ler Moriking, e menos ainda são aqueles que chegam a gostar do mangá. Se você leu a premissa e achou levemente engraçada, possivelmente até soltando uma risadinha e dizendo para si mesmo: "Kk, nossa, é tão random, deve ser legal", você faz parte desse grupo e para a preservação da média de Q.I. humano a câmara de gás lhe aguarda. Os demais verão que o mangá não passa de um apanhado sem graça de clichês de mangás de comédia de 40 anos atrás (80% das piadas são sobre ele estar pelado em lugares inapropriados) e que seu lugar é de fato no lixeiro. A premissa parece ser tão repelente que o primeiro volume do negócio vendeu menos que 5000 cópias, o bastante para deixar qualquer banqueiro falido de Nova York com inveja da depressão que deve dar, e Moriking foi prontamente cancelado com menos de 1 ano de publicação, fazendo o autor apressar as coisas e encerrar tudo com apenas 35 capítulos.

v d e h
Shonen jump logo 5756.gif