Mazinger Z

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Pow! Paf! Tum! Mazinger Z é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Membros do Clube da Luta podem ser citados aqui.

Bazinga Z
マジンガーZ
Mazinga z.jpg
Mazinger Z bloqueando o trânsito
Gênero Shonen, Mecha
Mangá
Autor Go Nagai
Divulgação Cu dança e Suei chá
Onde sai Shonen Jump
Primeira publicação 1972
N° de volumes 10
Anime
Dirigido por Algum japa aí
Estúdio Toei Animation
Onde passa Fugi da TV
Primeira exibição 1972
N° de episódios 92
Filmes Tem
OVAs Também

Mazinger Z é um robô gigante, preto e branco como um pinguim, que tem sua própria série de mangá e anime, criada pelo semideus dos mangás e animes Go Nagai, que trata da eterna luta deste ser mecânico desalmado constituído de 100% japônio contra os robôs gigantes desalmados de seu inimigo, Doctor Hell, e seus lacaios imbecis.

Esta série, criada no tempo em que sua mãe era virgem, é um dos primeiros animes sobre mechas do mundo, se não for o primeiro, tendo uma enorme repercussão subsequente no mundo dos animes, sendo copiado por Transformers, Evangelion, Full Metal Panic!, Power Rangers e um mol de outras obras, até chegar no Bender.

Origens[editar]

Go Nagai sempre declarou ser um plagiador inveterado das obras de Osamu Tezuka, acima de tudo da série Astroboy, que se tratava de um menino robô que tinha sido criado por um cientista louco para substituir seu filho que tinha morrido, logo Nagai quis fazer uma série sobre uma criança robótica com inteligência artificial, mas desistiu quando o próprio Tezuka apareceu em sua casa e lhe deu uma patada na bouca por plágio. Logo Nagai pensou como seria bom se ele tivesse um robô gigante que o protegesse de tais assaltos a sua integridade física, e assim nasceu a ideia de Mazinger Z, mudando apenas a temática e fazendo um robô pilotado que prevenia as pessoas de levarem patadas na bouca.

Roteiro[editar]

O professor Hell estava em uma ilha grega, aproveitando sua aposentadoria para plantar ervas medicinais para fins terapêuticos, quando teve a ideia estúpida de começar a cavar, o que fez com que ele caísse em um poço e descobrisse os restos de uma civilização avançada que já sabia utilizar o microondas e matar a seus semelhantes de formas exóticas, junto de centenas de robôs gigantes com alto poder de destruição. Com eles, Hell prometeu trazer a paz mundial, mas sem antes destruir aquele que o praxava na universidade, o doutor Juzo Kabuto.

Enquanto isto, a milhares de quilómetros de distância, Kabuto estava a desenvolver um robô gigante que funcionava transformando a humilhação alheia em energia, com o intuito de ganhar um prémio do governo japonês que consistia de cerveja grátis pro resto da vida. Tal robô era Mazinger Z. Um dia, quando Kabuto estava almoçando, um dos robôs de Hell chega e o esmaga como uma barata insignificante. Kabuto implora a seu neto que vingue sua morte, se não o seu nome seria removido do testamento, e o neto Koji, com a maior má vontade do mundo, montou em Mazinger e começou a chutar o cu metálico daquele monstro mecânico matador de avôs.

Agora que Juzo tinha sido vingado, Hell se dispõe a tentar levar o mundo a uma era dourada de paz e harmonia, onde não existe fome nem desigualdade, porém Mazinger Z aparece em todos os lugares onde os robôs de Hell estão ajudando o próximo, seja em trabalhos ou aplicando eutanásia obrigatória. Em todos os episódios, Koji e Mazinger Z destroem os robôs de Hell um a um, no entanto, ambos se sentem solitários; eis que, através de uma "costela" (na verdade uma longarina do peitoral) de Mazinger Z, um cientista amigo de Koji cria uma robô chamada Afrodite com mísseis saindo das mamas para parecer feminina e perigosa, colocando uma gaja como piloto para poder criar insinuações sexuais com Koji, que foram vetadas da televisão pelos puritanos (os mesmos que nunca oferecem uma boa explicação dos métodos de reprodução dos personagens de anime).

Afrodite A. Como sempre se soube, Go Nagai é um grande incentivador do respeito às mulheres.

Assim, entre personagens obviamente andróginos, pigmeus, cientistas loucos, romances para crianças e com crianças, a trama de 92 capítulos se desdobra, até o último capítulo, quando Doctor Hell morre pelo modo pelo qual mais temia: esmagado pelas engrenagens de uma de suas criações após sua barba se enfiar no meio delas. No entanto, outros vilões chegaram para tomar seu lugar, porque os vilões de verdade nunca deixam de causar problemas, porém Mazinger Z decidiu se aposentar depois de tantos combates e passar seus últimos dias no mais completo esquecimento, enquanto seu pai, o grande Mazinger, assumia seu posto e sua série.

Personagens[editar]

Heróis[editar]

  • Jūzō Kabuto: Inventor de Mazinger Z, com o qual esperava ganhar um prémio, mas não contava que aquele jovem que praxava na universidade voltaria para lhe fazer purê de japonês. Após ser esmagado, deixou a honra da família nas mãos de seu neto estúpido.
  • Kōji Kabuto: Neto de Juzo, é órfão por causa dos experimentos de seu avô, que utilizou seu filho e a esposa deste como alvos móveis nos testes para os raios laser de Mazinger (Koji nunca foi informado sobre o destino de seus pais). Quando Hell mata seu avô, Koji monta em Mazinger Z, embriagando-se com o poder, destruindo qualquer outro robô que julgue ser uma ameaça ao seu ego. Pratica artes marciais com o fim de bater em seu amigo gordo e em seu irmão mais novo.
  • Sayaka Yumi: Filha adolescente de outro cientista louco, que construiu um robô gigante rosa para lhe dar de presente de aniversário para se exibir às suas amigas, o chamado Afrodite A. Tal robô sempre tentava lutar, mas sempre quebrava as unhas, o que fazia com que Mazinger sempre tivesse que salvá-la. Pouco tempo depois, recebeu peitos de míssil e a situação se inverteu.
  • Boss: amigo gordo de Koji, que parecia ser imbatível até o dia em que Koji e Mazinger o enfrentaram e o fizeram mijar nas calças. Logo após, este invejoso faria um robô de lata chamado Robot Boss com o objetivo de destruir Mazinger, mas sempre acabava o salvando (já que Mazinger o utilizava como escudo).Em um episódio se veste de mulher para ser uma mãe substituta para Shiro,mostrando sua imensa bondade
  • Shiro Kabuto: irmão caçula de Koji e emo precoce, apesar disso é mais macho que o irmão espiando Sayaka pelada e namorando uma andróide assassina.

importar com suas partes artificiais.

  • Misato:Nada a ver com abêbada tarada de outro anime,Misato é especialista em Karatê Cobra Kai,ninjutsu de Konoha e Kung Fu estilo Matrix,além de pilotar helicópteros e atirar igual a 007,mas por alguma razão prefere ficar cozinhando para o pregiçoso do Koji e deixar Sayaka rosnando de ciume.

Vilões[editar]

A barba é o que dá o toque maligno, se ele a tirasse, viraria um sex symbol

Doctor Hell: sim, sabemos que o nome dele é Inferno, mas isto não o converte automaticamente em alguém maligno, é só um nome afinal, o que o faz maligno é sua barba grande e a túnica que veste: qualquer pessoa que se veste assim não tem salvação. É um cientista louco e brilhante que decidiu viver como vagabundo enquanto despertava robôs milenares para destruir a todos os que lhe molestavam na faculdade de cientistas loucos. Costuma ter ataques de raiva e gritar do nada coisas como Eu vou te destruir, Mazinger Z, mesmo que seja a última coisa que eu faça em minha vida, HAHAHAHAHAHAHAHAHA, em momentos como jantando com a esposa ou fazendo as compras do mês no supermercado, razão pela qual todo mundo o observa.

Barão Ashura. Ou seria Baronesa? Este (ou seria esta?) personagem definiu (ou indefiniu) toda uma geração

Barão Ashura: é a parte indefinida de Go Nagai, pois é metade mulher e metade homem, mas não em forma transversal, mas o lado esquerdo e o lado direito. Este senhor/senhora nasceu da união entre um homem e uma mulher em um acidente em um brinquedo de um parque de diversões, sendo ao mesmo tempo homem e mulher desde tal dia. Quando se foca em um lado, fala e pensa como mulher, e quando se foca do outro, fala e pensa como homem, mas ninguém em sua (in)sanidade se ousou a perguntar commo ele (ou ela?) mija ou se as partes debaixo também são partidas. Sua função dentro do guião é construir as fortalezas, preparar a comida e brigar consigo mesmo por ter deixado a tampa da sanita levantada.

Conde Brocken: um nazista que faz coisas nazistas como andar por aí levando sua cabeça nas mãos, o que acaba sendo bastante mórbido, pois instiga os espectadores a pensar se isto lhe dói ou não. Tenta derrotar Mazinger Z, mas é derrotado de formas humilhantes e punido de formas ainda mais humilhantes como ter a cabeça escondida em um armário ou utilizada como bola em uma partida de futebol.

Visconde Pigman: um pigmeu discípulo de Lord Voldemort que conseguiu a façanha de ser um bruxo e um andróide ao mesmo tempo, demonstrando a grande criatividade de Nagai. Usava macumba para fazer Koji ver coisas horrendas como o Boss pelado.

Arquiduque Gorgon:Um antigo guerreiro ,soberevivente dos300 de Esparta que substituiu a metade inferior do corpo por um tigre para ter um pênis mais potente.Apareçeu apenas para justificar uma sequência do desenho e deixar o Nagai mais rico ainda.

Mazinger Z, o robô[editar]

Mazinger Z é o verdadeiro herói da série, podendo arrasar com toda a sucata de outros cientistas e proteger as partes sensíveis de Koji de eventuais lesões. É construído completamente em uma liga metálica chamada Nipônio, um estranho mineral que existe apenas no Japão, apenas os japoneses podem usar e é mais resistente do que o papel alumínio, o papel higiênico e o papelão somados. As bonecas da Hello Kitty e as katanas usadas por Tarantino também são fabricadas em nipônio.

Para gerar a potência necessária para sua utilização, Mazinger é dotado de um motor movido a arrogância, cujo combustível se recarrega vencendo inimigos, e quanto mais poderoso o inimigo, mais energia é recuperada. A propósito, às vezes ele era humilhado e só ficava sentado no chão a chorar enquanto seu amigo, o robô gordo, tinha que defendê-lo (mas ele não era orgulhoso, só arrogante mesmo).

Controles[editar]

Mazinger Z pode ser controlado com bastante facilidade por meio de um comando de Atari, que era a consola mais moderna na época em que a série foi desenvolvida. A cabina de comando era uma espécia de helicóptero misturado com nave espacial, projectada para que o piloto não precisasse subir escadas para chegar até a cabeça, pois tal operação era tão demorada que quando ele finalmente chegasse à cabina de comando, o inimigo já teria se frustrado e ido embora, dando a Mazinger Z uma má fama por falta de pontualidade. E para que o piloto não seja descuidado e deixe que seu Mazinger sofra danos desnecessários, o robô é programado para causar ao piloto as mesmas sensações que ele sente, como choques, superaquecimento, peças defeituosas, troca de óleo e por aí vai, logo, quando os inimigos espancavam Mazinger, Koji ficava como uma piñata devido à proteção oferecida por este robô gigante. Deve-se notar que apesar de toda a tecnologia de ponta ter sido utilizada para fazer um boneco gigante de metal, a cabina de comando não tem nenhum cinto de segurança, o que faz com que Koji sempre termine todo machucado, já que caia do seu assento e se chocava com as mais de cinquenta alavancas e pedais que garantem o funcionamento do robô.

Armamentos[editar]

Os punhos foguete têm mais utilidades do que as para quais foram planejados

Os robôs pacíficos não levam armas, mas sim provisões e equipamentos médicos, mas Mazinger Z traz a guerra, a destruição e a morte, e aonde quer que vá, sempre vai armado até os dentes (seus poderosos trituradores de membros). As armas de Mazinger Z incluem:

  • Força sobrenatural: Mazinger Z tem força suficiente para se levantar do chão sem cair, não importa sua condição.
  • Punhos-foguete: Talvez sua arma mais famosa. Suas mãos se separam do corpo e são lançadas em direção ao seu oponente, especialmente às zonas mais vulneráveis dos robôs do sexo masculino, e ainda por cima regressam a ele após terminar o trabalho sujo, se recolocando perfeitamente como se nunca tivessem saído (centenas de anos atrás, um jovem chamado Miguel de Cervantes jogou seu braço em direção aos inimigos, mas este nunca retornou). Suas utilidades de destaque são para apalpar as nádegas das robôs do sexo feminino e roubar comida de pessoas próximas.
  • Furacão Corrosivo: Aqui se nota que tudo é uma brincadeira para Mazinger Z, pois quando ele se aborrece, lança um vento fedorento de sua boca que literalmente desfaz seus inimigos. Mazinger Z nunca usa esta arma no início das lutas porque é apelação demais e fica fácil demais vencer desse modo.
  • Raios óticos: Tão poderosos quanto a arma anterior. Os raios que saem de seus olhos permitem que ele tenha visão de raio X e destrua outros robôs e demais formas de vida.
  • Fogo de peito: Um raio de energia sai de seu peitoral vermelho. Tem capacidade para destruir o mundo, mas não o faz porque Mazinger é burro e não sabe como utilizar seus peitorais.
  • Cortadores de ferro: Navalhas saem de seus punhos para um efeito mais dramático quando destripa gigantes de carne, osso e metal.
  • Projéteis adicionais podem ser atirados do que restou de seus braços quando os punhos-foguete são projetados. Estas balas são disparadas automaticamente, causando tragédias ocasionalmente.
  • Raio congelante: Utilizado para resfriar as bebidas. Extremamente valioso nos dias de praia e verão.

Planador[editar]

No princípio, Mazinger Z era incapaz de voar, sendo por isso motivo de chacota para pássaros e aviões. Mazinger ficava muito triste sempre que via os ingleses emigrando para o Algarve para fugir do inverno e sonhava em rasgar os céus, o que não demorou a fazer. Os cientistas que Koji escravizava por todo o Japão projetaram um planador para que Mazinger pudesse voar livremente pelos céus e de lá matar os outros robôs com seus raios laser.

O Hangar[editar]

Mazinger não vive em uma casa convencional como os outros robôs, mas sim em uma piscina olímpica, o que leva à hipótese que ele é um descendente dos peixes. Pode ficar dentro de tal piscina o tempo todo, enferrujando tranquilamente enquanto seu piloto e proprietário vai para a bebedeira do fim de semana, mas se é necessário retirar Mazinger rapidamente para a batalha, a piscina deve ser esvaziada, já que Koji não sabe nadar e se ele tentasse entrar em Mazinger, terminaria vivendo embaixo d'água pra sempre no estilo de Osama bin Laden.

Transmissão internacional[editar]

Por causa de cenas como esta, Mazinger Z foi censurado em vários países

A recepção do anime variou de país para país. Em certos países ultrareligiosos, como Espanha e EUA, a série foi amplamente censurada por sua defesa do satanismo e sua violência descarada onde robôs, humanos e esquilos terminam mortos nos campos de batalha. Na América Latina, a série alcançou um certo successo, pois era lançada em capitulos sem ordem específica, o que deixava os telespectadores bastante confusos, levando alguns ao suicídio devido à pressão por não saber o que ia acontecer no próximo capítulo. O único país onde o anime foi transmitido regularmente e com os capítulos na ordem correta foi o México, onde Mazinger Z fez muito sucesso antes do governo aprovar uma legislação anti-anime devido ao lobby da Televisa, que queria manter o monopólio de Chespirito.

Sequências, séries relacionadas e filmes[editar]

O todo poderoso Grande Mazinger e seu sopro apelão

Muitos se aproveitaram da fama internacional deste gigante metálico, por exemplo, o Grande Mazinger, uma cópia ainda maior e mais macho, que tomou o lugar do Mazinger Z original após este vencer o Dr. Hell e seu robô Hellsing. Grande Mazinger foi construído pelo pai de Koji com a finalidade de destruir seu pai, mas como ele já está morto, ficou com as glórias e a fama. Anos depois, outra série, chamada UFO, tentaria usar o tema dos robôs gigantes desde o ponto de vista dos extraterrestres, mas não teve êxito nem tentando obrigar os telespectadores a assisti-la (e olhe que muitos agentes armados foram empregados com esta finalidade), mas esta série deu origem a Transformers.

Séculos antes dos OVAs serem inventados, faziam-se filmes lançados directamente ao vídeo, que eram apenas extensões dos capítulos normais, confundindo os fãs com a cronologia, como os mangakás velhos costumam fazer. Nestes OVAs, Mazinger enfrenta robôs gigantes, robôs pequenos, robôs com caras obscenas, etc, apesar da mais memorável ser Mazinger Z vs Devilman (outro personagem de Nagai, mais gore) que era um demónio de carne e osso.

Mais tarde, após a invenção dos OVAs, surgiu um robô ainda maior, mais poderoso e mais macho que Grande Mazinger e Grendizer, chamado Mazinkaiser. Foi construído pelo avô de Koji, mas não foi usado antes por ser poderoso demais e porque seu inventor era um masoquista.

v d e h
Shonen jump logo 5756.gif