Mão Negra (DC Comics)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

GeorgeHomero.jpg

Huuââ... CÉÉÉREBROOOS!!!

Este artigo se refere a mortos-vivos ou algum morto-vivo em particular.
. Melhore este artigo e ele vai dançar Thriller.

Admmalvado.jpg Este artigo é sobre um vilão!

Isso significa que ele rouba, mata e faz outras loucuras sem nenhum motivo. Se vandalizar este artigo, um super-herói irá lhe prender.

Mão Negra realizando seu maior sonho: Matar a si mesmo.

Cquote1.svg Você quis dizer: Necrófilo Cquote2.svg
Google sobre Mão Negra (DC Comics)

Cquote1.svg hmmmm... cadáveres! Cquote2.svg
Mão Negra sobre seus estranhos gostos

Cquote1.svg Ele violou meu túmulo!!!! Cquote2.svg
Caçador de Marte sobre Mão Negra

Cquote1.svg O meu também!!! Cquote2.svg
Aquaman sobre Mão Negra

Outrora um pervertido ladrão de cadáveres, que invadia cemitérios durante a noite para estuprar alguns corpos, o Mão Negra é provavlmente o vilão mais obceno e retardado da história do Lanterna Verde. Seguindo-se a anos de irrelevância como um vilão de classe B, Mãozinha cansou-se da vida de super-vilão semi-genérico e decidiu ser representante do conceito de zumbis para o universo DC, agora ele trabalha como arauto da Tropa dos Lanternas Negros, com a ajuda do zumbi de Dercy Gonçalves e seus planos consistem basicamente em dominar o mundo e destruir todos os que vivem nele.

Origem[editar]

Originalmente o Mão Negra era só outro típico super-vilão da Era de Prata: um maluco que fazia crimes com tema de filmagem e de produções cinematográficas, usando de arma um "bastão" que parecia mais um consolo ou batom, com o poder de tacar luzinha no inimigo. Se isso soa aleatório é porque era a fórmula de todo vilão da Era de Prata (algum maluco inventa um apetrecho absurdo, escolhe um tema, e sai )

Nascido numa família de satanistas pedófilos agentes funerários, O pequeno William Hand ?( Sim, o sobrenome dele é Hand ) acabou indo para a adoção depois que seus pais e auto-mutilaram em um ritual de antropofagia.

A família que adotou William era muito religiosa e ao ver os hábitos do garoto logo o castigou, espancando-o e fazendo-o ver maratonas de filmes da Xuxa. Isso acabou enlouquecendo ainda mais o pivete que por fim virou um necrófilo lunático que após uma macumba, ganhou poderes de sugar a alma das pessoas e devorar as mesmas.

Logo o Lanterna Verde resolveu intervir ao ver que o maluco estava matando e comendo todo mundo em vários sentidos. O lanterna o espancou muito até ele chorar e o jogou na cadeia. Mas o agora nomeado de Mão Negra jurou vingança.

E assim foi por vários anos com ele matando, o Lanterna o espancando, ele indo para a cadeia, jurar vingança e fugir de novo e o ciclo por muito tempo se repetiu até que um dia...

A Tropa dos Lanternas Negros[editar]

Depois de virar Lanterna Negro, Nekron ganhou esse anel pra enfiar aonde bem quisesse.

O Mão Negra saia todo pimpão para novamente cumprir seu ciclo de fracasso e vingança quando uma luz negra das sombras o cegou (não pergunte como uma luz pode ser das sombras mas foi isso). Essa luz transportou o Maõ Negra para outra dimensão, uma dimensão onde só o que existia era uma Bateria Negra gigante e dois estranhos seres: o primeiro o zumbi de Dercy Gonçalves Scar, a velha Smurf Cósmica contaminada pela energia da morte, e o segundo era Nekron, um esqueleto gigante alto proclamado encarnação da morte que parecia ter fugido às pressas de um álbum de Death Metal.

Os dois lhe disseram que como o Mão Negra adorava cadáveres, fora escolhido, na verdade ganhou o concurso para trabalhar para eles como arauto dos Lanternas Negros, um verdadeiro convite dourado para uma visita à Fantástica Fábrica de chocolates Zumbis alienígenas. Iriam liderar uma tropa de zumbis do mal que iria destruir todo o universo, arrancar quantas tripas quisessem (tem que manter o visual de filme de horror) e lutar pelos direitos civis dos zumbis de todos os cantos da galáxia...

Como o Mão Negra viu que o salário era alto resolveu que era melhor que seus dias de ladrão de bancos "diretor de cinema", e DEFINITIVAMENTE melhor do que apanhar de qualquer Latrina Negra que não curtisse seus estilo gótico de ser, por isso se aproximou da bateria negra onde o Antimonitor estava aprisionado e ganhou dele os poderes para se tornar um zumbi e sair pelo mundo violando túmulos de estranhos.

Com isso o Mão Negra ficou mais poderoso do que nunca, e seria difícil impedi-lo de dominar o mundo ou quem sabe de comer alguns cérebros (tem que manter a temática, senão perde o estilo de filme de horror). Ou ao menos teria sido assim senão viessem os Novos Guardiões (grupo de lanternas coloridas) e o prendessem mais uma vez. Condenado e capturado pela Tribo Índigo (que curte sacanear prisioneiros fazendo-os usar tangas, falar só em uma língua inventada e fazê-los membros da Tropa índigo, que de tão icônica tem gente que nem lembra qual é essa cor) aonde ficou andando como prisioneiro até um dia escapar (porque em um universo de gibis, manter um vilão preso é ainda mais hilariamente absurdo do que mantê-lo morto) alguns arcos depois. Agora, destituído de sua tropa temática e de uma saga só dele para chamar a atenção, Mãozinha vê-se novamente reduzido a "somente" mais um vilão, exceto que agora ele é um necrófilo asqueroso ao invés de só outro coitado de colante e látex.

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!