Latrodectus corallinus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Viúva-rubro-negra-argentina
O sorrateiro animal, pronto para dar um cagaço em alguém
O sorrateiro animal, pronto para dar um cagaço em alguém
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Artrofoda
Subfilo: Xexelentos
Classe: Aracnofobia
Ordem: Arranharanha
Família: Tereré
Gênero: Ladrãozinho
Espécie: ladrãozinho porrallinus

Latrodectus corallinus é o nome de uma viúva-negra sul-americana, ainda pouco estudada porque vive apenas em países subdesenvolvidos. O seu principal objetivo de vida é causar cagaço nas pessoas, causando terror em garotinhas (ou pessoas com mentalidade de garotinha) ao surgir quando menos se espera para causar medo e apreensão. O medo desta aranha é tão grande que existem biólogos que insistem em afirmar que esse animal não existe na realidade, como forma de tentar acalmar a população da Argentina.

Anatomia[editar]

Essas pequenas aranhas que não passam de 1 centímetro de tamanho são caracterizadas por sua bunda enorme e natural (nunca uma aranha dessas foi vista em clínica estéticas ou implantando silicone), bunda grande que serve para atrair machos (sempre foi assim, não importa a espécie de animal). É nesta bunda que essas aranhas guardam todas seus pertences, porque além da bunda só sobram a cabecinha e as patas, onde não dá pra guardar nada.

Apesar de chamarem de "viúva-negra da Argentina", na verdade daria para dizer que é flamenguista, pois vem nas cores vermelho e preto, mas como essas aranhas nunca são vistas fazendo mulambagens ou escrevendo posts analfabetos em notícias de futebol encerrando com "SRN", e como vive na Argentina, acredita-se que na verdade sejam torcedoras do Newell's Old Boys mesmo.

É a única espécie de viúva-negra no mundo cuja teia é formada por cerol

Habitat[editar]

Fêmea embalando um macho numa bolinha de algodão, para depois comê-lo de café-da-manhã.

Estas aranhas são encontradas sobretudo na Argentina, mas versões genéricas podem ser avistadas no Paraguai também. Comoa cham os chilenos uns chatos e os brasileiros um bando de miserável, não há registro de aparições destas aranhas nestes dois países vizinhos, afinal o que esperar de uma aranha argentina? Ela acha que vive no melhor país do mundo.

Preferem viver no mato, não sendo comum dentro de casas, porque no jardim podem cometer suas maldades sem serem vistas, afinal o principal costume dessas aranhas é atrair machos desavisados para uma noite de sexo atrás da moita, mas assim que o garanhão termina de se aliviar, a fêmea o mata e depois o come no café-da-manhã.

Veneno e tratamento[editar]

A picada desta aranha causa o latrodectismo, que em pessoas normais gera apenas uma coceira localizada, exceto se a picada por no pênis, que nesses casos causa impotência e em casos mais graves queda da genital. Mas para pessoas mais sensíveis (diga-se, frescurentas), o latrodectismo causa também dor, suor excessivo, contrações musculares e em raros casos morte por suicídio.