Invasão!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Alienwantyou.jpg ┘¶Æ╦Ù⌂ï◙ Ð˧©Î©£ØÞѮÐÎÅ !!!

Este artigo contém altas doses alienígenas! Provavelmente o governo dirá que este artigo não passa de um balão meteorológico. Se vandalizar, um Foo Fighter enfiará uma sonda em você!

Um cabeçudo amarelo tentando dominar a Terra, botando os heróis para correr.

Invasão! é uma saga da DC Comics de 1989 em que, como o nome já sugere né, um monte de filho da puta alienígena ataca o planeta Terra, alguns só para escravizar o planeta e sugar tudo, outros com uma curiosidade mórbida para estudar um tal de metagene que os humanos tinham. No fim, foi mais uma tentativa da DC de criar outra saga foda, mas ao menos, ao contrário de Milênio, até teve umas mudanças reais no universo DC, ainda que bem bostinhas, pra falar a verdade.

A aliança dos cuzões[editar]

Um grupo de aliens cabeçudos amarelos e metidos a cientistas chamados "Dominions" ou "Dominadores" descobre que o planeta Terra está lotado de gente com metagene, e que isso seria uma coisa fantástica de se explorar e até conseguir desenvolverem poderes com essa paradinha genética que seria quase igual a ser um mutante dos X-Men, mas nem sempre desenvolviam esse paranauê. Sendo os Dominadores uns inúteis no quesito força e poder, combinaram um plano fodido com um monte de outros aliens, e assim formam a Aliança Alien. Foram eles: os Khundios, que eram uns bárbaros que só curtiam destruir tudo e todos; os thanagarianos, que a essa altura eram uma ditadura fascista que não tava nem um pouco a fim de fornecer heróis como o Gavião Negro ou a Mulher Gavião; Gil'Dishpans, que tavam a fim de conquistar a Atlântida, já que eles só viviam debaixo d'água mesmo; os daxamitas, que só tavam vindo para sacar a porra toda e estudar, mas maioria deles descobriu que, tal como kryptonianos, eles ficavam fortinhos junto de um sol amarelo (mas também pegaram uma fodendo intoxicação fatal por conta da exposição ao chumbo, portanto um tiro só já mandava eles pro inferno); durlanianos, que queriam dar uma de skulls e se disfarçar da galera; povo da cidadela, uma galera clone tosca de vários seres de Vega; guerreiros de Okaara, que pagavam de khundios, mas eram bem mais molengas; e os psions, uma raça de reptilianos geneticamente modificada pelos Guardiões do Universo e que viraram uma turminha do mal.

Quando rola um cabrum![editar]

A Invasão! (com ! para enfatizar o poder dela) foi impiedosa, em especial na Austrália, que foi devastada e virou a sede principal dos invasores. Entretanto os heróis começaram a se reunir para conseguir derrotar a tropa de escrotos. Alguns foram bem sucedidos, e mandaram uma puta força-tarefa para um canto onde os aliens tavam se escondendo, tudo na Lua, e conseguiram botar os cuzões para correrem.

Mas aí os dominions, como maus perdedores, ativaram uma fodendo bomba genética, que deixou um monte de herói e até vilão a beira da morte. Foi um desespero da porra para conseguirem descolar a cura. Curiosamente, nessa resenha toda, a bomba, que deveria fazer igual ao final de Dinastia M e desligar os poderes dos mutantes - nesse caso, dos metahumanos tudo, acabou sem querer querendo ativando poderes de diversas pessoas, além de ressuscitar o Metamorfo, que tava no limbo das HQs desde o ano anterior com Milênio (só para morrer anos mais tarde na saga "Nova Ordem Mundial" da Liga da Justiça e renascer dividido em dois... foda-se...)

Enfim, após um pau da gota, e com uma ajudinha marota do Desafiador, que se apossa do corpo de um general dos invasores só pra ele cometer suicídio (oloco) e assim a guerra acaba.

Consequências contraditórias e inúteis[editar]

Algumas duraram um bocado, outras deram em porra nenhuma, e outras foram bem doidas...

  • A Liga da Justiça Internacional se divide em América e Europa para poder ter mais revistas para vender monitorar mais o planeta em caso de nova invasão;
  • Superman, que já andava meio pensando merda desde A Saga da Supergirl, enlouqueceu de vez e saiu fora da Terra por um tempo, só voltando depois de apanhar para caralho no espaço;
  • Nasceram duas novas equipes: L.E.G.I.Ã.O., uma equipe espacial de pais dos futuros membros da Legião dos Super-Heróis; e os Blasters, uma equipe bosta que ninguém nem lembra e que acabou rapidinho;
  • A Patrulha do Destino acaba e volta quase que pouco depois, agora nas mãos do Grant Morrison, e quem é fã de quadrinhos já sabe o que isso significa...
  • Foi a deixa para a criação da saga Hawkworld, que depois deu uma confusão desgraçada no Gavião Negro;
  • Vários personagens descobrem serem metahumanos, como o cuzão do Maxwell Lord, que descobre que é um descendente dos jedi e que pode controlar as pessoas, ainda que com isso sua sinusite também seja ativada de tal forma que ele fica com sangramento nasal;
  • Em menor impacto, mas bem valioso pro futuro, em A Destruição de Metrópolis é descoberto que o Lex Luthor deixou escondidinho um monte de mísseis dos alienígenas, que num momento allahu akbar da parte dele ele lança a porra toda e detona a própria cidade dele. Isso que eu chamo de maníaco suicida.

Ver também[editar]

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.