Ilham Aliyev

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Ilham Aliyev é um herói, ditador, presidente e rei do Azerbaijão e amigo de Recep Tayyip Erdoğan, sendo ele o único presidente do mundo cujo dever constitucional é comer a vice-presidente do seu país, a grande imperatriz Mehriban Aliyeva com quem teve duas filhas e um filho - Miley Cyrus, Tetamolə e Heydar II.

Juventude[editar]

Ilham Aliyev ainda bebê junto de seus pais.

Ilham Aliyev é o filho do primeiro rei azeri e herói nacional Heydar Aliyev com quem aprendeu que a única saída para manter seu glorioso país existindo era odiar tudo e todos. Ódio da Rússia, ódio da Turquia e ódio extra pela Armênia era o que, conforme Heydar, manteria o Azerbaijão existindo, pois falta de ódio pelos outros (caso dos curdos, por exemplo) faria os países vizinhos acharem que tem direito de conquistar a anexar o Azerbaijão.

Presidência[editar]

Após o falecimento do rei Heydar Aliyev em 2002 o Azerbaijão seguiu o ritual da monarquia de seu país e corou Ilham Aliyev como novo rei através de uma eleição nada fraudada. Essa sucessão foi possível graças a prisões de candidatos da oposição, violência policial contra jornalistas, violência policial contra comícios eleitorais de opositores, coação de eleitores e diversas outras coisas plenamente previstas na Constituição do Azerbaijão que não possui nenhum artigo expressamente proibindo a polícia de acompanhar os eleitores até a seção de votação e conferir em quem aquelas pessoas estão exatamente votando, apenas como forma de assegurar que o voto dessas pessoas não seja fraudado, e por isso Ilham Aliyev foi eleito rei em 2003 e ganhou todas as reeleições usando esses mesmos métodos.

Ilham Aliyev trouxe diversos avanços para o Azerbaijão, um país secundário que se tornou próspero a ponto de ter até corrida de Formula 1. Tudo isso só foi possível graças à perspicácia de Ilham Aliyev em abolir do país os direitos humanos, ouvindo os seus amigos reacionários que isso de "direitos humanos é coisa de defender bandido e que bandido bom é bandido morto". Sendo assim agora no Azerbaijão é permitido tortura, prisões arbitrárias, assédio a jornalistas, espancamentos sumários em protestos pacíficos e coisas similares que qualquer bandido perigoso mereça receber. Mas o motivo pelo qual Aliyev é mais conhecido é pela lei que permite que o presidente possa comer a vice-presidente.

Além das políticas internas muito bem sucedidas, Aliyev também um líder nato quando o assunto são as relações internacionais. Foi ele quem teve a ideia de ignorar completamente a Ásia e na cara dura fingir que é um país europeu como qualquer outro, mesmo que não esteja na Europa. Isso incluiu colocar o Azerbaijão na UEFA e na Eurovisão, tática que foi copiada pelos armênios, aqueles invejosos. Aliás, exatamente por odiar tanto os armênios, Aliyev possui uma certa obsessão pelo Alto Carabaque, mesmo que sejam só um monte de montanha infértil.

Precedido por
Heydar Aliyev
Azerbaijan coa.png
Presidente do Azerbaijão

2003 — até morrer
Sucedido por
-