Homem-Borracha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Superhomiii.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.

Homem-Borracha, exibindo seus incríveis músculos.

Cquote1.svg Você quis dizer: Homem-Elástico Cquote2.svg
Google sobre Homem-Borracha

Cquote1.svg Droga! Por que sempre nos confundem?!! Cquote2.svg
Homem-Elástico sobre o óbvio


Homem-Borracha é um super-herói louco e doentio cujos poderes elásticos seriam fortes o suficiente para torná-lo invencível. Seriam se o cara não fosse um completo incompetente. Criado ainda nos anos 40, por um soldado da segunda guerra, após beber alguns litros de chá de cogumelo, ele se chamava Plasticman no original, já que o plastico tinha acabado de ser inventado e os donos da editora de quadrinhos já estavam querendo puxar o saco das empresas petrolíferas pra ver se ganhavam algo. No Brasil trocaram pra borracha mesmo, já que aqui na época, a moda era a venda de borracha vinda da seringueira, e para seguir a tradição usaram esse nome para puxar saco também.

O personagem pertencia originalmente à uma editorazinha qualquer de quadrinhos mas logo foi comprada pela DC Comics, que na época estava com dinheiro sobrando e decidiu sair por aí comprando qualquer porcaria de pesonagem que aparecesse.

História[editar]

A carreira do Homem Borracha é uma longa que durou décadas, tendo sobrevivido ao período que seguiu-se à Era de Ouro, quando a criançada decidiu que ler sobre um sujeito de colante batendo na máfia tinha perdido a graça e toda a heroizada genérica foi pro saco. Homem-Borracha foi a exceção à regra entretanto e continuou na ativa, talvez porque era um herói de qualidade, talvez porque deu sorte, ou talvez sua borrachisse chegou num nível meta-físico e fez ele quicar de volta do inferno do cancelamento.

Eel O'Brien (Eel é enguia em inglês por um acaso, então toma aí um trocadilho barato feito no EUA a quase um século atrás) nasceu num pequeniníssimo vilarejo dos EUA, numa família muito pobre, e logo viu-se que o garoto era extremamente estranho e parecia sempre estar traumatizado com algo. O motivo? Ora, e com esse nome quem é que não ficaria, certo? Bom, o que importa é que, de tão ruim que era esse nome, Eel acabou sendo várias vezes atacado na rua e sendo vitimado pelos mais variados tipos de agressões. Foram tantas linchações e estupros por onde passava que, finalmente, o pobre garoto enlouqueceu e saiu por aí como um ladrão de rua profissional, roubando quem visse pela frente.

O tempo passou, e certo dia, enquanto passeava por uma loja de perfumes viu um bando de ladrões assaltando o lugar. Como sempre, ele foi lá e os matou brutalmente, pegando o que eles tinham roubado para si e fugindo. Mas a polícia conseguiu chegar a tempo de encontrá-lo, e de cara já lhe meteram tantos tiros que ele passaria a ser chamado de "Eel Peneira" se não fosse o que lhe acontecera a seguir:

Agonizando enquanto se arrastava por entre as várias prateleiras de perfumes do lugar, ele sem querer fez cair um vidro daqueles perfumes bem caros e chiques, bem em cima de seus fermentos. Todo mundo sabe que esses perfumes além de terem cheiro estranho também estão repletos de substâncias tóxicas e radioativas que chegam a distorcer a realidade de tão fortes que são. Assim, quando essas substâncias se fundiram ao sangue de O'Brien, o resultado não poderia ser mais óbvio: morte Super-Poderes é claro!!

Homem-Borracha e seu incrível poder de fazer a cabeça virar mola. Tãaaaaaoo útil!

Assim, inconsciente, O'Brien foi visto por um médico, que ao invés de levá-lo até o hospital ou até a polícia decidiu levá-lo até a casa dele mesmo, não se sabe o motivo. Lá os dois viraram grandes amantes, até que o Eel descobriu que agora tinha o dom de se esticar todo, mais do que qualquer contorcionista. Na verdade ele se esticava tanto que podia virar outras coisas, de um carro à um balão. De água até uma imitação do Popeye. E ao ver seus grandes poderes, ele saiu de lá, fazendo o que qualquer homem decente faria numa situação dessas: proteger os inocentes usá-los para ganhar uma boa grana!!

Se unindo há um velhinho gordo que tinha o incrível poder de virar uma bola (o famoo e icônico Woozy Winks, que como podemos ver pos sua máscula e deliciosa forma corporal, é talvez o ser mais poderoso de todo o Metaverso, talvez o conceito, a ideia mais magnânima já concebida em qualquer realidade), o agora conhecido como Homem-Borracha saiu por aí fazendo merchandising e combatendo malucos fracotes fantasiados. Como ele tinha um nome fácil de lembrar e teve a maravilhosa ideia de usar só um colete e uma sunga, foi fácil pra esse herói alcançar o estrelato. Ele chegou até a fazer parte da Liga da Justiça, mas saiu porque era só um aspira de merda uma de suas prostitutas teve um filho e agora ele tinha que ficar pagando penção pra eles.

Eel teve um filho chamado Latex (coitado) que conseguiu ter os mesmos poderes do pai, mas nunca foi muito usado em histórias (mesmo nos Titãs já tinham atingido a cota de restolhos com Kid Eternidade e similares na época que teve relevância). A existência ou não do guri flutua com a continuidade atual: pois enquanto o próprio borrachudo foi quase retconeado em recomeçar sua origem na Liga da Justiça pos-Flashpoint, ele voltou alguns anos depois como se nada tivesse acontecido, então vai saber se Borrachinha Jr. teve a mesma sorte (provavelmente sim mas com mil reboots por ano, ninguém sabe quanto durará).

Poderes[editar]

Rá! No meio de um rodeio
Rá! Se fode aí nerdão!
Eu sempre soube! Sabia que aquele gol só podia ser obra do homem borracha!

Como Homem-Borracha, Eel podia esticar qualquer parte de seu corpo, além de se transformar em qualquer coisa que fosse, o que explica seu primeiro emprego ter sido num filme pornô. Na verdade, é a volatilidade variedade de habilidades e o potencial absurdo de seus poderes que fazem de Borrachilho um ser fenomenal e muito mais poderoso (e talvez relevante?) que o Elástico: Enquanto a maioria dos heróis elásticos da DC, Marvel e aonde mais procurar, somente esticam seus cinco membros e pescoço, talvez o tronco para parecem vítima de rolo-compressor, o Borrachão literalmente tem um poder ilimitado, ao ponto de ser considerado imortal, inqueimável, inafogável, in-velhecível, e in-venenoderato, em uma clássica aventura da LJA, foi inclusive mandado através do tempo e perdido, submerso em formato compacto por eras, somente para ser retornado são e salvo ao presente e sua forma natural. Como sua sanidade sobreviveria a tal tortura entretanto, pode perguntar? Seria seu cérebro, sua mente.... talvez até sua própria alma algum tipo de entidade provida de qualidades elásticas também? Não, é que ele sempre foi meio louco e burro então ninguém notou a diferença quando ele voltou "insano".

De qualquer forma, o que mais diferenciava esse herói dos outros 8000 que também tinham poder eelástico é que além de se esticar, era justamente esse dom de virar tudo, e entre as várias coisas que se destacavam, dá sempre pra se lembrar das mais clássicas:

  • Uma Desciclopédia de borracha(WTF?)
  • Uma TV de borracha.
  • Um boneco de borracha.
  • Um foguete de borracha.
  • Uma bola de borracha.
  • Um cachorro de borracha.
  • Um Playstayion de borracha
  • Uma caixa de borracha.
  • Uma privada de borracha.
  • Uma vagina de borracha.
  • Um balão de borracha.
  • Um barco de borracha.
  • Um avião de borracha.
  • Uma rede de borracha.
  • Um monte de líquido de borracha.
  • Um carro de borracha.
  • Um clone de borracha do Senhor Fantástico.
  • Uma bola de borracha.
  • Um martelo de borracha.
  • Um cortador-de-grama.
  • Um macaco de borracha.
  • Um polvo de borracha.
  • Um Popeye de borracha.
  • Uma cenoura de borracha.
  • Uma batata de borracha.
  • Um Papai-Noel de borracha.
  • Um barbante de borracha.
  • Um mafagafo de borracha.
  • Um óculos de borracha.
  • Uma borracha de borracha.
  • Um bastão de borracha.
  • Um vibrador de borracha.
  • Um monte de estrume fresquinho de borracha.
Rá! Paz e amor!

E muitas cositas mas. Inclusive, essa lista é canônica, 100%. Duvida? Leia então todas as décadas de história do Homem-Borracha para provar que não.

Outras Mídias[editar]

Você sabia que o Homem-Borracha quase ganhou um desenho mas foi trocado pela Warner na hora de escolherem algo para animar pelo Johnny Test? Não? Que bom, acabou de perder alguns segundos de sua vida e alguns belos neurônios com trívia que é, de fato, totalmente inútil. Mas ei, quem precisa estudar quando podemos passar nossos dias pensando no nosso grande e icônico Eel, e seu poder de esticar: No desenho, o Borrachudo seguia uma animação no estilo de vários cartoons da época do final dos anos 90 (apesar do piloto ser dos anos 00s, aquela nostalgia que chega antes da hora) aonde teria altas aventuras. O que seria a primeira chance ao mainstream do pobre borrachudo se revelou, entretanto, um presente envenenado ora pois, já que não só não rolou, mas cortaram a participação dele no desenho da Liga da Justiça Sem Limites (ele ia aparecer no lugar do Homem Elástico)

Falando em projetos que nunca rolaram, Você Sabia... que ia rolar um filme live-action do Borrachovis atuado por ninguém menos, nada mais nada menos que Keanu Reeves, o icônico ator protagonista de filmes como Matrix, John Wick, e memes cringentos americanos de reddit? Não sabia? Que bom, toma aqui mais uma trívia inútil, quanto menos neurônio, menos preocupação mesmo, que nem um computador velho com a memória cheia demais que nem roda. O filme acabou nunca rolando e indo para frente, apenas o 34827120572057124058124905° projeto de super-herói da DC que nunca foi para frente graças a maravilhosa competência da Warner.

Mas nem tudo foi espinho na vida de Homem-Borracha Silveira, pois ganhou sua chance no mundo das animações com Batman: O Bravo e o Entupido, desenho baseado em séries clássicas de gibizin aonde diferentes heróis faziam team-up toda edição..... o que na Warner traduziu-se num desenho aonde o Bátima era o protagonista e ganhava um ajudante novo todo episódio. Mas ei, agora temos o Borrachudo e clássicos como Baby Face finalmente sendo animados (na verdade Baby Face foi criado para o desenho não tem nos gibis, o que significa ainda mais uma trívia inútil só para você, caro leitor, de coração). Aliás, não foi só o Borracheetos que ganhou uma chance não, nem mesmo só outros heróis igualmente icônicos das eras de Ouro e Prata: seu capanga favorito, Woozy Winks, estava lá também, em seu belo explendor, finalmente mostrando ao Bátema, quem realmente comeu a tia do bátema sabe como escolher assistentes e sidequicks de categoria.

Atualmente[editar]

Atualmente o Homem-Borracha continua sendo a mesma coisa que ele sempre foi: um herói secundário e inútil, sem nada demais. E é assim que ele deve continuar sendo. Como ele não liga muito pras mega-sagas da editora, e os editores não ligam para ele, ele não tem morrido e ressucitado constantemente como os outros personagens e é assim que deve continuar sendo.

Em tempos mais recentes, o Borrachudo se uniu ao herói Senhor Incrível, que como nota-se no nome é um rei da humildade, para formar a equipe "The Terrifics" (Sim, isso mesmo, os Terrif... digo, Os Incríveis é como ficou o nome mesmo, pode copiar desde que não chegue na gringa, então não conta pro tio Mickey). A equipe, liderada por um gênio, com uma moça que fica invisível, um bicho rochoso, e que um dos membros tem poder elástico, viaja por várias aventuras "científicas", ou seja, que nem fantasia, mas com alien ao invés de elfo (nesse caso multiverso ao invés de espaço no geral, mas no fim é tudo a mesma coisa, um lance mucho loco).... Qualquer semelhança com uma certa concorrência é a mais pura realidade, pois foi pra colar mesmo, na cara-dura.

Ver Também[editar]

  • Homem Elástico - criado porque um roteirista não sabia se o Homem-Borracha era da editora e se podia usar
v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!