Gatchaman

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
AAAAA!!! Gatchaman é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Membros do Clube da Luta podem ser citados aqui.

Gasta menos
科学忍者隊ガッチャマン
Gatchaman1.jpg
Acho que já vi isso em algum lugar...
Gênero Super Sentai
Mangá
Autor Tatsuo Yoshida
Divulgação Top Cow
Onde sai Nas bancas
Primeira publicação 1979
N° de volumes 12
Anime
Dirigido por Hisayuki Toriumi
Estúdio Tatsunoko
Onde passa Bandeira do Japão Japão
Bandeira do Brasil Brasil
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Primeira exibição 1972
N° de episódios 105
Filmes 1
OVAs 1

Cquote1.svg Você quis dizer: Jetman Cquote2.svg
Google sobre Gatchaman
Cquote1.png Experimente também: Birdman Cquote2.png
Sugestão do Google para Gatchaman
Cquote1.svg Que legal, desenho animado dos Power Rangers! Cquote2.svg
N00b sobre Gatchaman

Kagaku Ninja Tai Gatchaman é um anime de grande sucesso na década de 70 que depois foi adaptado para vários outros tipos de mídia: quadrinhos, videogame, cinema e o que mais você puder imaginar. É a obra mais conhecida do estúdio Tatsunoko Production, superando até mesmo o chatonildo Speed Racer.

A série foi exibida no Brasil trocentas vezes em tudo quanto é emissora, que sempre mudavam o título para enganar os telespectadores otários de se tratar de outro anime. Só para mencionar alguns, no Cartoon Network era chamado de G-Force, enquanto a Band chamava de Batalha dos Planetas. Teve ainda exibições no Boomerang, na Rede 21, no AXN e na Locomotion, sendo rebatizado de Defensores do Espaço algumas vezes. E mesmo com todas estas tentativas, Gatchaman flopou geral no país tupiniquim e praticamente ninguém lembra da existência de tal porcaria. Reza a lenda que até a Globo chegou a tirar uma casquinha e colocou o anime para tapar buraco na grade de programação, desta vez sob o nome Esquadrão Pássaro.

História[editar]

Gatchaman em um momento de descontração

O enredo é o mais clichê e genérico possível: cinco jovens comuns são transformados em heróis para combater uma ameaça alienígena que invade a Terra com a pretensão de dominar o mundo. Cada jovem usa uma fantasia colorida extravagante e cada um representa uma criatura diferente. Para auxiliar no combate às forças do mal, eles contam com a ajuda dos mais sofisticados aparatos tecnológicos, incluindo robôs gigantes, e trabalham para uma sociedade secreta do bem.

Achou a sinopse do parágrafo acima reconhecível? Normal, mas isto não necessariamente significa que você já tenha assistido ao anime. Gatchaman simplesmente recicla a trama batida utilizada à exaustão em qualquer Super Sentai, com a diferença de que é um desenho animado e não um live-action como os tokusatsu do gênero. Mas antes de sair por aí acusando a Tatsunoko de plágio, saiba que Gatchaman surgiu ANTES de ser criada a franquia Super Sentai! Ou seja, a verdadeira plagiadora é a Toei Company, que continua lucrando atualmente com esta fórmula. Imagina então se Haim Saban e suas cópias ocidentais Power Rangers entrassem para a conta...

Vamos agora aos detalhes que caracterizam Gatchaman, ou pelo menos a versão original japonesa, já que a adaptação americana mudou um monte de coisa para deixar a série menos violenta e mais assistível para o público infantil: o quinteto Ken, Joe, Jun, Jinpei e Ryu são funcionários da Organização Internacional de Ciência, fundada pelo Dr. Kozaburo Nambu para defender a Terra do vilão mutante Galactor, um alien traveco que deseja apropriar-se dos recursos naturais do planeta, tais como água, óleo, açúcar e urânio.

Dr. Nambu é um gênio da ciência, mas está velho demais para lutar. Ele decide então incubir seus empregados desta tarefa, desenvolvendo um treinamento ninja avançado para torná-los peritos em todos os tipos de artes marciais existentes. Além de treiná-los, o cientista também encomenda com o estilista Clodovil Hernandez uma linha fashion de uniformes inspirados cada um em uma ave diferente. Para ninguém dizer que Nambu fica apenas sentado coçando o saco enquanto os Gatchaman se estrepam lutando, ele cria todo o armamento utilizado pelos heróis, incluindo os veículos temáticos combinando com suas roupas.

Personagens[editar]

Pose heroica para a foto
  • Ken the Eagle - O líder da equipe, é um adolescente japonês igual a qualquer outro protagonista de shonen. Quando bebê, ele foi entregue por seu pai para ser criado pelo Dr. Nambu e cresceu acreditando ser órfão, mas na verdade o pai dele se juntou às Forças Aéreas e também trabalha para derrotar Galactor, inclusive lutando ao lado do filho algumas vezes sem que ele saiba. Ken é representado por uma águia. Demonstrava gostar da Jun, mas a sua verdadeira paixão platonica era o Joe. Por isso que eles tretavam para ninguém saber que no fundo, eles se amam.
  • Joe the Condor - Mestiço de pai japonês e mãe italiana, seu nome verdadeiro é George, mas ele foi rebatizado para Joe pelo Dr. Nambu porque seus pais originalmente trabalhavam para Galactor e foram mortos após descobrirem seus verdadeiros planos. Na versão japonesa ele morre no final da série, mas na americana isto foi censurado e modificado para não traumatizar as criancinhas. Porém na sequencia original, ele ressuscita, mas vira um cyborg, mesmo parecendo humano (WTF, véi?).Sua ave representante obviamente é o condor. Vivia tretando com o Ken, mas no fundo, era apaixonado por ele.
  • Jun the Swan - Única garota da equipe e consequentemente a que mais sofre com homenagens hentai já que fica mostrando a calcinha o tempo todo e parece que ela nem troca de calcinha, já que em todo maldito episódio ela só usa calcinha branca (coisa de guria inocente, SQN). Adora andar de moto e foi criada em um orfanato japonês, mas é americana de nascimento. Vive um triângulo amoroso com Ken e Joe, sem conseguir decidir para qual dos dois quer dar, mas este impasse é resolvido com a morte do Condor. Jun representa um cisne. Vive dando mole para o Ken, as vezes pro Joe, mas mal sabe ela que eles na verdade se preferem do que ela. Ela só não deu mole pro Jinpei, porque era seu pseudoirmão e pro Ryu porque ela é gordofóbica!
  • Jinpei the Swallow - O caçula do grupo, nem sequer entrou na puberdade ainda. É considerado irmão de criação de Jun, pois cresceu com ela no mesmo orfanato. Vive azucrinando a pseudoirmã no bar em que a mesma faz bico de garçonete. Na versão americana, ele fala como se fosse um pássaro retardado. A ave que Jinpei representa é a andorinha.
  • Ryu the Owl - Filho de um pescador, é o melhor piloto e o único que não vem de uma família desestruturada, pois mora com o pai e o irmãozinho. Trabalha em um porto de iates e é o gordão da turma, sendo alvo de piadas, principalmente pelo Joe. A ave que o representa é a coruja.

Ver também[editar]

  • Tatsunoko vs. Capcom, jogo de luta com os personagens do anime selecionáveis.
  • Thundercats, a mesma coisa que Gatchaman, mas com felinos ao invés de pássaros.