Flautista (DC Comics)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Humm... Boiola!
Flautista (DC Comics) é chorão & incompreendido!

Este é um típico artigo Yaoi, que menciona coisas gays que só gays yaoístas curtem. Se você é cabra omi e odeia Yaoi, NÃO LEIA este artigo, pois ele pode levá-lo para o lado rosa da força, mas se carapuça serve, sente, digo, sinta-se à vontade.

Admmalvado.jpg Este artigo é sobre um vilão!

Isso significa que ele rouba, mata e faz outras loucuras sem nenhum motivo. Se vandalizar este artigo, um super-herói irá lhe prender.


O primeiro uniforme do Flautista é o tipo de coisa que te faz querer vomitar.

Cquote1.svg Você quis dizer: Violinista (DC Comics) Cquote2.svg
Google sobre Flautista (DC Comics)
Cquote1.svg Você traiu o movimento da Galeria de Vilões veio Cquote2.svg
Capitão Frio sobre Flautista


O Flautista do qual este artigo fala não é um usuário de flauta qualquer, não estamos falando de uma entidade muito mais decepcionantee impressionante, nada mais era do que mais um dos 94949494 vilonídeos de quinta categoria que enfrentam o Flash em suas várias histórias.

Em vários momentos de sua carreira, entretanto, ele se arrepende de seus crimes e passa a ser somente um dos 93939 personagens de quinta categoria que ajudam o Flash (acredite tem vários desses também). O seu estado de constante mudança entre herói e vilão não é muito claro, pois a cada reboot que a editora sofre, o personagem costuma ser esquecido a escanteio, um Vilão de Shroedinger, digamos.

Origem[editar]

O Flautista de novo, agora com um visual mais decente

Flautista começou como um músico obcecado com sons após passar anos sendo surdo (vilões fantasiados da Era de Prata precisam desse tipo de origem temática para justificar o gimmick que vão usar). A história começa numa favela pobre rica vila aonde uma velha funkeira rica, que ficava o dia inteiro ouvindo músicas de péssima qualidade, deu a luz um menino que devido aos terríveis sons aos quais era exposto acabou ficando surdo. Como sua mãe era uma mulher da vida, ela saia de casa todo dia e deixava ligado o som garantindo que o jovem Hartley Rathaway (porque não bastasse a surdez, tinha que ter um nome estranho e que rimava, e como ele era surdo nem tinha como sabeer da rima!) continuou surdo por muitos anos. Por sorte, a audição eventualmente voltou com as avançadas técnicas científicas e medicinais conhecidas como "conveniência de gibi", e o futuro Flautista fez o que qualquer criança que foi nomeada "Hartley" faria ao perceber que o nome rima e se livrou dos criadores de tal nome.

Tendo já se livrado de sua família, o jovem Hartley Rathaway percebeu que não tinha mais nada pra fazer e então decidiu se mudar para uma cidadzinha dos EUA para se tornar um super-vilão, a modinha daquela época afinal, aonde todo mundo se vestia de colante ou pijamas, arranjava alguma traquitana (no caso uma flauta com pseudo-ciência embutiida) e ou luta contra o crime, ou rouba bancos. Rathaway escolheu a segunda opção e vestindo o uniforme original que mais parecia uma fantasia de festival da Renascença, partiu para começar seus "heists" em Central City.

Como Rathaway (espero que seja assim que e escreve essa merda) não tinha porra de poder nenhum, decidiu usar seus dons de tocar flauta para cometer crimes. Como fica óbvio de se imaginar, sua carreira criminosa foi um completo fracasso, assim como suas tentativas de levar o Flash para jantar.... jantar a humilhação de ver o sucesso de seus crimes! Sim, o Flautista começou pomposo desse jeito, afinal só assim para aguentar se vestir como o Flautista de Hemmling para roubar um banco. Entrou para a Galeria de Vilões do Flash com o resto dos maníacos de Central City, pois só assim teriam relevância suficiente para aparecer mais que uma vez a cada 20 anos.

Poderes[editar]

A flauta do Flautista não é uma flauta qualquer, ela hipnotiza, causa ondas sônicas, paralisa inimigos e tem a tecnica de simular o som de alguém arranhando uma lousa, uma arma quase letal, exceto que ainda é uma flauta. Para manter a referência literária, pode funcionar em ratos também (mas a DC já tem o Caça-Ratos então para evitar ser confundido com um ser ainda mais irrelevante), e o Flautista também conta com apetrechos sônicos que fazem a mesma coisa que sua flauta faz, exceto que não ocupam suas duas mãos para usar em combate, ou seja, só manteve a flauta pelo branding mesmo.

Ficando Bonzinho[editar]

Tendo já fracassado em tudo na vida, o Flautista já estava para cortar seus pulsos e acabar de vez com essa história quando foi capturado com um grupo secreto do governo. Esse dito grtupo estava capturando vários pseudo-vilões ao redor do mundo para então sodomiza-los em rituais sadomasoquistas, mas o Flautista conseguiu escapar e junto dele fugiu também o Trapaceiro que logo virou seu amante.

Os dois namorados se casaram e foram ter sua lua-de-mel em alguma cidade fugiram da polícia e de outros criminosos ao mesmo tempo durante uma memorável história chamada "Countdown", e teriam se dado bem se os caras dos quais fugiram não quisessem vingança, o que não acabou bem já que deu ao Trapaceiro o azar de ser morto em uma história péssima que ninguém leu (não se preocupe, ninguém fica morto para sempr nessas histórias), e forçou o Flautista a comer sua carcaça para sobreviver no deserto, pois decidiram que iam encarnar o Quentin Tarantino, só que num gibi de quinta categoria, e protagonizando um personagem do nível do Flautista. Eventualmente o personagem sobrevive a tudo e muito mais, virando "permanentemente" (entre aspas porque só precisa-se de um dos reboots anuais da DC para desfazer isso) um aliado de Flash e seus amigos (também porque haviam acabado as vagas na Galeria de Vilões, e não iam expulsar alguém para re-convidar o cara que luta com uma flauta).

É claro que isso não mudou o fato dele ser um personagem péssimo ex-super-vilão esquecível que luta usando uma flauta super-sônica e hipnótica, o que faz com que suas aparições se resumam a uma a cada dez anos. Não que alguém se incomode com isso, mas também garantiu que o personagem escapasse de pelo menos metade dos retcons e reboots diários pelos quais a DC passou desde então...

Outras Mídias[editar]

Como todo vilão de poder tosco simplista e fácil de adaptar, o Flautista foi eventualmente adaptado no Arrowverso de baixo-orçamento da CW, lutando com o Flash anoréxico e todos os seus amigos em live-action. Também apareceu como figurante no desenho da Liga, aparecendo no fundo de grupos de vilões, usando seu pijama da Era de Prata, quando precisavam mostrar grupos de inimios restolhos o suficiente para não precisar dar screen-time.

Ver Também[editar]

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!