Verdades sobre Chiquititas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Esta página trata sobre os fatos de Chiquititas


Atriz de Chiquititas é que nem participante do Big Brother, seu futuro é sempre aparecer na Playboy.
  • Têm 37 meninas que querem ficar com apenas 1 menino;
  • Vivi, antes de ir para o orfanato, para sustentar ela e a irmã que moravam no condomínio (o aluguel era 500 reais), Vivi era garota de programa, porém o fiscalizador obrigou Vivi e Tati a morarem no orfanato. Para ninguém a reconhecer, lá ela colocava uma peruca rosa com roupas da Hello Kitty e um salto azul. O nome de seu disfarce é Lola. Quando ela era garota de programa, a chamavam de Carol Castro;
  • Quando Cris está sozinha, vive dançando só de lingerie a música Ragatanga, e vive mandando nudes no Snapchat;
  • A zeladora do orfanato é chamada de Bruxa Fedida Tomara Que te dê Dor de Rabiga (sim, rabiga.);
  • A mulher que cuida das gurias é sempre boazinha e está à procura do seu príncipe encantado para dar o golpe do barril;
  • Elas usam a mesma roupa e o mesmo penteado a temporada inteira;
  • No final de cada temporada, sempre tem que acontecer alguma coisa com a casa onde fica o orfanato para se deslocarem de lugar ou para puteiros celeiros pelo mundo;
  • Sempre são expulsas e substituídas por outras gurias, mas o enredo sempre continua o mesmo;
  • Sempre tem um casalzinho que namora e se separa, namora e se separa...
  • A menor das criancinhas é sempre a preferida da professorinha e é adotada por ela no último capítulo e vão viver felizes em Tangamandápio, deixando os órfãos se fodendo em mais outra temporada;
  • Tem sempre uma guria retardada que chora porque os pais a abandonaram;
  • Na versão argentina, todos os atores mirins foram parar em outras obras e novelas e formam bandinhas horrorosas e decadentes como RBD, Teenangels, Erreway, mas sem sair da barra da saia da cafetina Cris Negona, a criadora de toda suruba de Chiquititas, Floribella, Casi Ángeles, Rebelde e outras coisas que privam os pais de verem o Jornal Nacional até as novelas acabarem e chegarem mais outras para alucinar as crianças;
  • Na versão brasileira, o destino de todas essas crianças é de virar desconhecidos ou figurantes do SBT. Alguns podem até chegar fazer sucesso na Globo ou viram mutantes evangélicos da Record;
  • Nos clipes de Chiquititas, as vozes das crianças na verdade são feitas por espíritos malignos alteradas por meio de computadores para parecer que cantam bonito, quando é tudo uma grande mentira;
  • Os pais dos órfãos só aparecem para pedir desculpa ou levá-los com a ilusão de que vão ser uma família feliz de comercial de margarina para depois abandoná-los de novo e eles tentarem carreira na TV e serem subcelebridades. Seja legal, OK?
  • O orfanato é cheio de bolachas recheadas, jarras com chocolates, bolos, cachorros-quentes e batatas fritas, e mesmo assim, crianças preferem mais é comer arroz e feijão com muita verdura. Segundo o SBT, é um movimento pela nutrição das crianças, mas quem dá valor a isso numa novela em que a violência e covardia rola solta?
  • Na versão brasileira da novela, Pata é a funkeira do orfanato, adora MC Gui e também faz apologia às pessoas assistirem as demais porcarias do SBT em seu videoclipe, como: Patrulha Salvadora, Eliana e outras tosqueiras;
  • Os próprios atores sabem que esta novela é uma merda e por isso ficam soltando uns peidos para dar menos audiência no canal;
  • Mosca tem um caso com outro menino no colégio.