Fat Mike

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bass.jpg Fat Mike jura que é BAIXISTA!

E sabe que a última corda é G e não E!

Sem eles, os outros integrantes ficariam perdidos.

Mike Gordão
Fat-mike.jpg
Nascimento 31 de janeiro de 1967
Massadechurros -
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Baixista (horas vagas), drogado (maioria do tempo)
Vícios Mais fácil citar o que ele não é viciado

Cquote1.svg No son punkeros, son mierda!! Cquote2.svg
Paraguaio do The Casualties sobre Mike e sua banda

Michael Burkett, semiconhecido pela carinhosa alcunha Fat Mike, é um pseudo-músico e transformista estadunidense, do grupo de calypso e latin jazz El Gordo Miguel y Su Banda Sin Efectos. Mike leva a vida usando todos vestidos e calcinhas do mundo, colecionando todos tipos de drogas já inventadas na veia, e nas horas vagas persiste em tocar numa banda de punk rock aos 50 anos de idade e uns 20 depois desse estilo ter ficado pra trás.

Biografia[editar]

Uma das fotos mais apresentáveis de Fat Mike, mostrando o quanto a definição de apresentável mudou... pra pior

Mike Burkett (Miguel Boquete, em tradução livre) nasceu em 1967 (pourra, tudo isso??), em alguma cidade do Amassa o Churras. Provando que o raio da desgraça cai duas vezes no mesmo lugar, no mesmo ano os Bee Gees lançaram uma música deveras ruim em homenagem ao estado. Desconsolado, Mike assumiu a missão de dar o troco dando ao mundo uma banda dez vezes pior, pois ao menos os massachutsenses teriam uma vergonha maior pra lembrar.

Na infância, Mike foi muito zoado por ser feio, gordo e meio aboiolado, o que tornou o guri um barril (hehe) de pólvora de revolta com o mundo. E quando aos 13 anos algum endemoniado o apresentou ao punk, num desses retiros de igreja (aqueles em que todo mundo que vai esquece que escolheu esperar qual a relevância disso pro artigo??), foi o casamento perfeito, Mike havia achado sua vocação. Ainda bem, imagina se tivesse virado serial killer ou terrorista, porque a cara de esquisito ele já tinha com honras ao mérito.

Em 1983 Fat Mike integrava a banda False Alarm, mas ali o sucesso era só um alarme falso mesmo, e aquele grupo não era ruim o suficiente pra ele. Quis então o destino que ele ficasse amigo de um cracudo de cabelo azul na guitarra, outro cracudo careca na bateria e um trompetista mariachi muito louco, que completou a formação porque o que faltava pro som dos caras ficar pior era a adição de trompetes. E o resto é história, nascia assim o NOFX, banda onde Mike manda e desmanda compondo todas as músicas e levando toda a fama e glórias enquanto os outros... têm saúde e isso que importa.

Carreira e Vida[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...assim como Fat Mike em seus álbuns, eu só dei 60% de mim para fazer esse artigo?

Desde então, Fat Mike vem lançando todos álbuns da banda no próprio selo não aquele selo, Fat Wreck Chords. Nisso, virou um dos punks mais ricos dos EUA, o que lhe dá a distinção de criar músicas reclamando do capitalismo numa mansão bem bacana enquanto o punk que vai ao show dele mora em caixa de papelão. No palco, toca um Danelectro feio pra cacete, pois os outros baixistas de punk já tinham comprado todos os Fender Precision Bass do país e ele sempre quis ser o diferentão.

Após 10 anos de uma sólida carreira sendo a banda referência nas piadas de peido, o Blink-182 acabou roubando esse trunfo do NOFX e com isso Fat Mike resolveu apelar politizando o som. Curiosamente desde então, vem-se notando uma queda notável na qualidade dos álbuns.

Fora isso, chuta os próprios fãs nos shows, entrou no mundo do empreendedorismo lançando uma marca de calcinhas para homens (??) que quanto menos se falar disso melhor, e sempre faz questão de anunciar que gosta de Sula & Miranda... como se alguém precisasse dessa imagem mental. Beleza véi, já entendemos.