Melódica

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Escaleta)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Kaori, de Shigatsu wa Kimi no Uso, no final de sua vida domingo, aflita pela incompreensão melódica.

Pianica, melódica, escaleta, clavieta, “tecladinho de sopro” ou ainda “gaitinha de teclas” são todos nomes de um mesmo instrumento musical. Nenhuma dessas muitas denominações, no entanto, tende a ser utilizada, já que a escaleta não é lá muito popular.

Se duas pessoas que sabem o que diabos é uma clavieta se encontrassem - como se isso não já não fosse improvável o bastante - e fossem discutir sobre ela, provavelmente não se entenderiam, pois a chamariam por nomes distintos. Por isso, a população ciente da existência da melódica, em geral, sente-se angustiada por sentimentos de solidão e incompreensão durante o meio das suas vidas dos domingos. E no final dela deles também.

Funcionamento[editar]

Soprou e se inspirou!

Basicamente é um minipiano onde são inseridas drogas alucinógenas que o musicista suga pela boquilha durante sua performance musical.

Será esse um gatinho praticando cheiramento de melódica ou uma melódica praticando cheiramento de gatinho?... Talvez eu tenha tocado demais a pianica hoje...

Diferentemente do teclado, a melodica não necessita estar conectada à tomada para funcionar, já que sua energia provém do Peter Pan e da Sininho. Para mais informações, grite “Eu acredito, eu acredito, eu acredito!” e consulte o tópico “Surgimento”.

É interessante notar, caso o wifi tenha caído e sua única outra opção de diversão seja ajudar seu avô a passar Corega na dentadura, que soprar sem pressionar nenhuma tecla não produz nenhum som, assim como teclar sem soprar. Isso acontece porque a pianica é um instrumento erudito. Dessa forma, para evitar que pessoas com QI abaixo de 51 fossem associadas ao instrumento, desenvolveu-se esse mecanismo de verificação da habilidade de soprar e teclar e segurar simultaneamente.

Afinal, como devo chamar esse bagulho?[editar]

Bem, há opções de sobras, sem dúvidas. O que não há, no entanto, é motivo para você se referir a tal instrumento. Se mesmo assim você for mencioná-lo em algum lugar, sugerimos que chame de:

- Trem: caso você seja oriundo de Minas Gerais ou esteja fingindo que é.

- Pianica ou melodica: caso você procure conteúdo estrangeiro para plagiar se inspirar.

- Clavieta: as pessoas vão confundir com clavinete, vão te ridicularizar por falar errado e te isolar para todo sempre. Uma lágrima solitária escorrerá por sua face e a única amiga que permanecerá na sua vida será a música.

Taxonomia alegórica da melódica mediante bordões discentes[editar]

Se os instrumentos musicais fossem personagens clichês de uma sala de aula, a melódica seria... Sabe aquele criança que não fede nem cheira e que é isolada mas, não, não é lá muito inteligente?

Pois bem, a pianica seria o amigo imaginário dela. Mas aquele amigo imaginário que já foi há muito esquecido, que só fora uma manifestação de desespero passageira, enquanto a criança era traumatizada pela separação caótica de seus pais - mas não traumatizada o bastante para ter se tornado a criança rebelde da sala, note.