Emmanuel Adebayor

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Predefinição:Futebolista

Emmanuel Adebayor
Emmanuel Adebayor Togo.jpeg
Adebayor depois de tomar anestesia.
Nascimento 26 de Fevereiro, 1984
Nacionalidade Bandeira do Togo Togo
Altura 1.91 m
Peso 82 kg
Posição Centroavante
Destro
Clubes 305


Emmanuel Sheiy Adebayor é um negão togolês que já foi um matador dentro da área, hoje é um filhote de lombriga desempregado.

Carreira[editar]

Segundo a Veja, antes de Adebayor não houve nenhum outro togolês que houvesse ganhado mais do que 16 mil francos CFA jogando bola, o último grande jogador do país tinha sido um animal selvagem que foi extinto. Mas um dia Adebayor se tornaria a pessoa mais importante (até mesmo do que o presidente banguela) do país, e também a única. Tudo se iniciou nas categorias de base do Agaza, jogando contra leopardos pretos e leoas roxas, mas é óbvio que isso não daria muito certo e foi exportado para a grande terra racista da Europa, a França.

No Metz, foi onde começou a assustar com seu talento, além disso os outros tinham medo dele por ser um negão daquela estatura que numa dividida poderia esfarelar um joelho ou acidentalmente capar o adversário, começou a encantar como profissional e Arsène Wenger ficava tão excitado vendo aquele negão jogar que se masturbava com seus gols, e sem nem pensar tirou 3 milhões de libras do rabo bolso e catou Adebayor, e durante três temporadas e meia fez a alegria dos GAYnners. Entretanto todavia, Adebayor foi convencido de fazer parte do plano de prostituição do novo rico Manchester City e saiu do Arsenal, ironicamente num jogo contra o ex-clube em 2009, fez um gol e correu literalmente o campo inteiro só pra comemorar na frente da torcida vermelha que demonstrou todo o respeito atirando bananas, garrafas, navalhas ou o que tivesse no chão no togolês.

Mandando um chupa pro Arsenal.

O Manchester acabou emprestando Adebayor pro Real Madrid e depois pro Tottenham, e nesse último gostou tanto de ver Bale e Sigurdsson jogando que assinou em definitivo com o Tottenham, além de querer formar com os três um trio de balé fundo pra tocar nos pancadões na favela que fica perto do extinto White Hart Lane. Depois de umas três temporadas, foi passar vergonha no Crystal Palace, 1 gol em 15 jogos na temporada 2015-16, sendo que um cone do treinamento que usava a 44 fez 5 gols na temporada.

A carreira de Adebayor morreu no İstanbul Başakşehir, no qual teve um desempenho parecido com o de Paulo Baier, porque depois disso foi servir de peso de papel higiênico cagado no Kayserispor e congelar num time paraguaio, 4 jogos com o Olimpia e até hoje está tentando sacar o FGTS pra pagar as contas.

Seleção Togolesa[editar]

Começou em 2000 e graças as piranhas de puteiro de classe média dadas aos árbitros da CAF, conseguiu jogar com Togo a Copa de 2006, só que no torneio ocorreu o contrário das eliminatórias, como todos os juízes tomaram vodka com limão azedo, não conseguiram perceber os cerca de 12 milhões de pênaltis não marcados na competição, um deles um golpe de defesa pessoal de Patrick Müller em cima dele, mas Amarilla não marcou merda nenhuma (tinha que ser paraguaio), e acabou que Togo não somou um único ponto na competição. Já faz 2 anos que não bota nem o pentelho na seleção, até agora com 87 partidas, 32 gols e o número de títulos é o mesmo que você tem de vaginas penetradas.

Título[editar]

Real Madrid
  • Copa do Rei: 2010-11