Destruição (DC Comics)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Cast away2.jpg Destruição (DC Comics) está desaparecido!
Este artigo fala sobre algo ou alguém que sumiu completamente do mapa! Provavelmente foi sugado por um buraco negro, se mudou para o Acre ou foi só sequestrado, torturado e morto, mesmo.

Cquote1.svg Vagabundo filho da puta!! VAGABUNDO!!! Cquote2.svg
Morpheus sobre Destruição

Destruição, o aspecto da desgraceira mais simpático de todos os mundos.

Destruição, o Pródigo, o Bom Filho que à Casa Nunca Torna, é o garoto fanservice de The Sandman. Apesar de ser um personagem octonário e aparecer menos que o Mico Azul, ganhou um lugar nos Perpétuos porque o grupo precisava de um rostinho bonito masculino que não fosse um doido total, bem no estilo belo, recatado e do lar para atrair as leitoras casuais.

E assim foi feito, sendo ele o personagem que mais aparece em fanarts, yaois, cosplays, cospobres, cosputas e essas merdas de forma inversamente proporcional ao tempo que ele passa na história da série.

História[editar]

Destruição é o quarto mais velho dos Perpétuos (para combinar com sua característica de personagem quaternário) e como filho do meio, tendo três irmãos mais velhos e três mais novos, os pais dele não tavam nem aí pra ele (na verdade eles não davam a mínima pra nenhuma das crianças, mas isso iria estragar a piada) e assim ele teve que se virar para se destacar.

Sendo assim, passou minoxidil na cara, comprou uns livros de pick up artist e virou outra pessoa ou acho que eu deveria dizer outra entidade. Mas por dentro ele continuava sendo um nerdão do caralho, e em seu trabalho de levar a destruição (ah vá é memo?) aos lugares que deveriam ser destruídos, sempre fazia questão de botar seu set warrior tier 9 do World of Warcraft, pois a única coisa mais sagrada que o dever é o RPG.

Assim, enquanto Sonho era o irmão emo gótico depressivo antissocial e Destino o nerd recluso viciado em livros, Destruição foi sendo o irmão descolado, confiante e pegador de geral por séculos... até que foi chegando o século XVII, era do iluminismo e tals, e ele viu que um dia esses humanos enxeridos e esse cachorro idiota iam inventar uma tal de bomba atômica.

Destruição brincando de Bomberman

E o Destruição que já tava era cansado de trabalhar de graça por toda a eternidade e só queria descansar, meu rei, viu que os humanos já davam conta de se destruir sozinhos, sem precisar do coitado. Assim ele reuniu os irmãos pra um churrascão open bar na casa de Destino (ele era folgado assim), onde após uma animada partida de RPG, Destruição pediu pra cagar e largou aquele bando de tresloucado, pra ir pegar cocotas intergaláticas em outras dimensões.

Retorno[editar]

Por ser o garoto fanservice feito pra deixar as leitoras loucas, Destruição assim como o Mico Azul retornou um monte de vezes, a mais notável sendo no volume Vidas Lokas e Breves, onde Morpheus e Delírio montam uma expedição de jegue para achá-lo. Enquanto isso, Destruição aproveitou que os demais não estavam vendo para cair de cabeça de vez no mundo metrossexual, e assim o vemos aprendendo pintura, culinária e design de moda (hmmm boiola).

Mas claro que como ele é o aspecto da destruição e não da criação, obviamente fica tudo ó, uma bosta - o único lugar que iria combinar com ele certinho é aqui na Desciclopédia mesmo.

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.