Deslistas:Profissões de Alexandre Senna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Deslistas.gif

Este artigo é parte do Deslistas, o sumário livre de conteúdo.

Alexandre Senna, um homem que não foge do pau.

Assim como Paulo Guina, Seu Madruga e o Careca da Brazzers, Alexandre Senna é conhecido por ser um profissional multifuncional. O atual prefeito de Cu Pequeno possui um currículo invejável e bastante extenso, mas nem por isso ele pode ser considerado necessariamente como versátil, muito pelo contrário. Por ir na contramão de seus conterrâneos baianos e não ter medo de trabalhar no cacete, Alexandre Senna sozinho é responsável por 24% do PIB de sua cidade natal. Segue uma lista de todas as profissões já executadas por Alexandre Senna em sua carreira.

Técnico de televisão[editar]

Alexandre Senna com sua maletinha cheia de peças que você queria, indo fazer o conserto na piroca de um cliente.

Após concluir o curso de eletrônica no SEMACHO (Serviço de Mamada em Cacete de Homem), Alexandre Senna passou a fazer bicos como técnico de televisão na melhor e única assistência técnica de Cu Pequeno, atendendo a domicílio os chamados de machos virgens que estão com problemas na televisão, e não conseguem relaxar assistindo os DVDs do Pai de Família.

Após um único dia de trabalho, Alexandre Senna foi afastado pelo INSS por motivos de saúde, pois como o cliente não usou Gel lubrificante Ai Meu Ânus, Senna ficou sem conseguir andar por período indeterminado.

Goleiro[editar]

Alexandre Senna, goleiro e ídolo do Cu Pequeno Futebol Clube, defende um pênalti num clássico regional contra o Esporte Clube Papacu realizado na Arena Delícia.

Por sua capacidade em agarrar bolas com firmeza e destreza, Alexandre Senna foi convidado por James Matarazzo, o craque e capitão do Cu Pequeno F.C., para ser o goleiro da equipe, que estava precisando de um macho virgem para ajeitar a defesa, já que os zagueiros vivem tomando bola nas costas e por isso a defesa do time era a mais vazada do Campeonato Baiano. Por fazer um aquecimento completo no vestiário com seus companheiros antes do início das partidas, Alexandre Senna (que atuou com o apelido de "Romeo Rivera") conseguiu realizar defesas importantes na meta cupequenina, sendo até especialista em pegar pênaltis.

Apesar de fazer algumas defesas importantes, Alexandre Senna foi dispensado ao final do campeonato, pois ele estava deixando de propósito muitas bolas passarem pelo meio de suas pernas.

Militar[editar]

O recruta Alexandre Senna fazendo corpo mole no exército, só pra levar uma comida de rabo não literal do Sargento Matarazzo.

Em determinado momento, o batalhão cupequenino estava com muitas baixas, pois os recrutas acabaram ficando de cadeira de rodas após os confrontos frequentes contra as tropas de Pau Grande. Para suprir essa carência de homens sarado que se encaixem no perfil, o sgt. Matarazzo convocou todos os machos virgens da reserva para integrarem o batalhão. O problema é que Alexandre Senna não gostava muito da ideia de pegar numa metralhadora, ele preferia mesmo era pegar numa pistola de carne, de 25cm. Então quando o sargento pica linha dura não estava observando, Alexandre Senna por muitas vezes fugiu para o meio do mato com seu melhor amigo, pra dar aquela relaxada, e deixar o ânus bem relaxado.

Mesmo os seus serviços sendo necessários, por não ser 100% submisso as ordens do sgt. Matarazzo e preferir sentar nos inimigos ao invés de abatê-los, Alexandre Senna foi enquadrado em recusa de obediência, foi preso pelo Policial Gaúcho e levado ao Presídio Municipal de Cu Pequeno, onde acabou virando go go boy.

Agente da SWAT[editar]

Aprendiz de Maike Baguncinha, Alexandre Senna trabalhou na SWAT, com o nome de John Arrombo.

Alexandre Senna integrou as linhas da SWAT, pois apesar de sua mansidão, o coronel Maike Baguncinha acreditava que o jovem tinha potencial, afinal ele levou muito pau no exército e os instrutores do BOPE colocaram o saco na cara deles muitas vezes, coisas que possivelmente fizeram dele mais cascudo e preparado para o combate. Na organização americana, Alexandre Senna adotou o codinome de John Arrombo, o Boina Arrombada, e sua principal missão foi salvar Indiana Torres, espião que nunca se envolveu com espionagem, que estava sendo mantido em cativeiro por nativos da Lendária Civilização Aquidaoânus.

Apesar de seu treinamento, quando invadiu o território da Lendária Civilização Aquidaoânus, Alexandre Senna foi capturado facilmente pelos sequestradores e arrombado junto com Indiana Torres, falhando em sua missão, e por isso quando voltou ao QG, foi dispensado pelos seus superiores.

Policial rodoviário[editar]

Alexandre Senna como policial rodoviário. Ao encontrar uma carga ilegal de dildos, ele foi pedir um suborno diferenciado ao motorista.

Após passar em concurso público, Alexandre Senna virou policial rodoviário, fiscalizando a BR-24, a deliciosa rodovia que liga Curralinho com Cu Pequeno. Nesta função, ele se especializou em fiscalizar a cacimba de caminhões, verificando se contrabandistas estavam levando lubrificantes, vibradores e buttplugs ilegais para dentro de Cu Pequeno. Todas as cargas verificadas por Alexandre Senna eram ilegais, então para resolver o problema, ele pedia para os motoristas calarem a sua boca com um suborno bem grosso, grande e gostoso.

Por ser um funcionário público cu rompido, quando os esquemas de Alexandre Senna foram descobertos, ele foi afastado do cargo, e a Prefeitura Municipal de Cu Pequeno botou ele no pau, já que ele causou grandes prejuízos para a cidade.

Policial militar[editar]

Alexandre Senna como policial militar, o estresse da profissão foi tão grande, que ele pela primeira e única vez na vida se relacionou com uma mulher sem tromba.

Com experiência na área de segurança, Alexandre Senna também foi policial militar, ficando o dia inteiro correndo atrás de meliantes que representavam perigo para os cupequeninos. O problema é que a farda mexeu com o psicológico de Senna, que abandonou a delícia e se relacionou pela primeira vez com uma mulher, e não digo uma mulher com tromba daquelas que ele sempre gostou, e sim uma mulher de verdade mesmo. Por estar em conflito com si mesmo, Senna logo ficou insatisfeito, e quando chegava em casa após passar o dia inteiro prendendo bandido, ele fazia sua mulher lamber o seu pé, para relembrar os seus velhos tempos com o Alemão.

Bandido[editar]

Alexandre Senna em sua curta carreira como bandido, recrutando o CJ de Família para a Gangue dos Latinos.

Enquanto trabalhava como policial, Alexandre Senna foi sequestrado pela Gangue dos Latinos, que estava tocando a delícia em Cu Pequeno, arrombando sem lubrificante os cupequeninos que passavam por becos escuros. A princípio a ideia era sufocar o policial com um salame, mas quando perceberam a real essência de Alexandre Senna, os meliantes fizeram uma proposta peculiar: Ele iria largar a farda e entrar para a gangue, atuando como virgenzinho (cargo semelhante ao aviãozinho, só que mais macho).

Não podendo negar a proposta, pois além de não querer morrer ele estava infeliz vivendo com uma mulher sem piroca, Alexandre Senna aceitou, e passou a cometer pequenos crimes na cidade que um dia jurou proteger. Agora como um bandido de pequenina, mas garantida periculosidade, cuja especialidade é roubar o som de automóveis, Alexandre Senna também passou a fazer trabalho de campo, recrutando machos ativos com pirocas enveiadas para fazer parte de sua gangue. Mas o único cara que ele conseguiu recrutar foi o CJ de Família, que ele achava que era ativão, mas na verdade era apenas mais um macho virgem...

Segurança de biqueira[editar]

Cquote1.svg Onde que é o arrombamento? Cquote2.svg

Por não ser muito bom em fazer trabalho criminal de campo, Alexandre Senna foi realocado pelos seus superiores, passando a colaborar com a Gangue dos Latinos fazendo a segurança da melhor biqueira/motel de Cu Pequeno, onde os machos virgens VIP podiam chupar lança a vontade sem se preocupar com os hómi ou com qualquer outro incômodo. Apesar de ganhar apenas 300 reais por mês, Alexandre Senna levava o seu trabalho muito a sério, estando até mesmo disposto a fazer uma investigação profunda para descobrir onde que é o arrombamento denunciado pelo Dolph Ziggler, um dos melhores e mais machos clientes da biqueira.

Cuzinheiro[editar]

Alexandre Senna seguindo seu sonho de ser Mestre-Cuca Beludo, preparando seu prato especial, rabada recheada com linguiça, no MasterChef.

Após seu fracasso na carreira criminal, pois é passivo demais para ameaçar os outros, Alexandre Senna decide entrar na linha e seguir os passos de seu mentor espiritual Jailson Mendes. Assim, ele transforma o seu hobby de queimar a rosca em profissão, virando cuzinheiro. Para fazer o marketing de seu negócio, ele participou do MasterChef, onde apresentou para os jurados a sua especialidade, a rabada recheada com linguiça regada com leite de boi, que faz sucesso entre os seus amigos, especialmente aqueles da Roda de Amigos.

Infelizmente essa empreitada de Alexandre Senna não deu certo, pois os jurados do programa não consideraram o seu prato como uma delícia. Talvez se ele regasse o prato com suco de laranja ele conseguiria uma resposta melhor.

Modelo fotográfico[editar]

Alexandre Senna como modelo fotográfico, tentando convencer os avaliadores com seu conjunto de forrozeiro com papete do Senninha.

Alexandre Senna sempre quis ser um modelo, mas como a G Magazine só convida atores gays para posar, ignorando por completo os machos virgens, ele foi procurar por uma oportunidade na revista "Boys do Ano", que estava conduzindo um teste para encontrar novos talentos. Muito ingênuo, Alexandre Senna divulgou o teste nos seus grupos do zap, e levou todos os seus amigos para a seleção, mesmo que isso aumentasse a concorrência, já que a Boys do Ano só queria contratar quatro modelos.

Na recepção da empresa, Alexandre Senna descobriu que se fosse aprovado, iria desfilar junto do Alexandre Senna da Terra 2, que já estava trabalhando como modelo lá. Sabendo que isso era um bom sinal, Senna botou a melhor roupa para provar o seu valor aos avaliadores, desfilando com seu conjunto de forrozeiro. Por ser um macho virgem bem apresentável, Senna passou facilmente pelo teste, não precisando sequer ir pra repescagem.

Coringa Dano[editar]

Alexandre Senna como o Coringa Dano do Universo Oco da Ícaro Studios.

Antes Alexandre Senna achava que a vida era uma tragédia, mas depois ele descobriu que a vida na verdade é uma delícia. Por se considerar uma falha na matrix, pois é um heterossexual que dá o cu quinze vezes por semana em prol da arte, Alexandre Senna libertou a sua loucura, que ao se misturar com a sua delícia, fez dele o Coringa Dano, um vilão cujo único objetivo é dar pro Tio do Batman, UHUUUU!!!

O Coringa Dano ficou muitos dias vandalizando Cu Pequeno, desenhando pirocas nos muros e nas paredes de banheiros públicos, até que seus dias de espalhar o caos foram interrompidos pelo herói Vegeta de Família, que enfiou as bolas do dragão em seu cu e o levou de volta ao Presídio Municipal de Cu Pequeno.

Samurai[editar]

Alexandre Senna como samurai, se preparando para cometer seppuku sentando na espada de carne da gueixa trombuda.

Após um árduo treinamento de jadô (uma mistura de judô com capoeira de gaúcho) no dojô do Mestre Pau de Mel, Alexandre Senna se tornou um grande samurai, que lutou ao lado do samurai negão Yasuke e do lorde Oda Nabonabunda para proteger a cidade de Tobawari contra a invasão do clã Chupagawa. Mas por Alexandre Senna não possuir agressividade, muito pelo contrário, ser conhecido pela sua passividade, Tobawari acabou sendo invadida pelos inimigos armados com dildos, que entraram arrombando tudo e todos. Para manter sua dignidade e não ser morto pelo clã invasor, Alexandre Senna decidiu cometer seppuku, sentando na espada orgânica da comandante das tropas, a Gueixa Bengala.

Professor[editar]

Alexandre Senna como professor de biologia, ensinando para suas alunas travestis a melhor maneira de lubrificar o ânus para a entrada da pica gostosa, grande e gostosa.

Após se formar em pedagogia na Universidade de Manutenção em Caralhos, Hidráulises e Ocos (UNIMACHO), Alexandre Senna se tornou pedagogo, e virou o sucessor do Mestre Linguiça, adotando o nome de Mestre Salsichinha. Por ser um dos melhores educadores de Cu Pequeno, Alexandre Senna quebrou um galho como professor substituto na escolinha de travestis do prof. Matarazzo, após este ser afastado por invalidez por ser arrombado pela Princesa Demacol. Alexandre Senna fez questão de passar sua experiência para suas alunas, ensinando como lubrificar corretamente o oco para evitar as assaduras após a inserção do salame. Senna fez muito sucesso em sala de aula, até por não se limitar na parte teórica, dando o cu na frente das alunas para ensiná-las como a delícia é na prática.

Capoeirista[editar]

Alexandre Senna como capoeirista, como ele consegue ser tão flexível mesmo com as pregas todas arriadas é um mistério.

Cquote1.svg Agora vou te mostrar o meu gingado Cquote2.svg
Alexandre Senna desafiando seu amigo pra uma luta
Um homem que está sempre se aperfeiçoando nas artes marciais, Alexandre Senna também foi capoeirista, treinando diariamente todos os dias ao lado de seu melhor amigo, um cara que ele conheceu em Cu Pequeno e estava ao lado dele há anos. Apesar de lutarem juntos, dançarem juntos, malharem juntos, se masturbarem juntos, enfim, fazerem de tudo juntos, Alexandre Senna achava que seu amigo estava fazendo algo diferenciado, pois estava com muito mais massa muscular. Para acabar essa ideia de Alexandre Senna, o amigo dele ofereceu um treinamento especial, que ao invés de no dojô, seria realizado ali mesmo, no matinho. Por se dedicar demais ao treinamento, o realizando 3 vezes ao dia (incluindo domingos e feriados), Alexandre Senna virou o maromba que é hoje, aguentando muito homem nas costas sem fazer cara feia.