Dance Dance Revolution

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Nota: Este artigo fala sobre o jogo de dança. Para outro DDR, ver Alemanha Oriental.
Virtualgame.jpg Dance Dance Revolution é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, a Ellie passa correndo na frente dos zumbis

Revolução Dança Dança
DDR logo.png
Logo do primeiro jogo, não confunda com embalagem de Bubbaloo
Gênero mais comum Rebolation e parkinson nos pés
Desenvolvedor atual Konami
Publicador atual Konami, Nintendo e Disney
Plataforma de origem Arcade
Primeiro lançamento Dance Dance Revolution (jogo) (1998)
Último lançamento Dance Dance Revolution A20 (2019)

Dance Dance Revolution é uma série de jogos de música para arcades. Foi um BOOM no final dos anos 90 e inicio dos anos 2000, que já nessa época era considerada a modinha do novo século. O série até hoje faz grande sucesso com o público jovem lacrador, além de otakus, emos, crakudos e desocupados.

História e Popularidade[editar]

Viva a revolução!

Desenvolvido durante uma comedela nos escritórios da Konami, o desenvolvimento do primeiro DDR foi de grande ajuda para revolucionar o mundo e acender o pop brega nos top trends. O primeiro fliperama foi construído com chumbo reutilizado de hospital e tinha detalhes de bosta por todo o aparelho. No ano seguinte foi lançada uma versão solo para os tristonhos da sociedade.

Perto do ano 2000, o DDR cravou uma batalha com Pump, o que durou até o esquecimento do mesmo com o fim da era emo. Várias versões foram lançadas para consoles durante a sexta e sétima geração, onde sua popularidade cresceu ainda mais. O jogo chegou ao ápice da fama quando se juntou com o Wii para dominar o mundo com sensores de movimento, contudo, terminou derrotado pelo Just Dance e hoje está apenas nos arcades do Japão.

Jogabilidade[editar]

DDR em sua dificuldade mais fácil.

As setas do DDR são sua marca registrada, elas estão literalmente por todos os lugares na tela. Todos os jogos têm um repertório monstro de músicas diferentes para você escolher, mas isso é o de menos: o grosso mesmo é conseguir se adequar com o tapete de plástico, que não é nada mais nada menos que Albert Einstein o controle do jogo

O principal objetivo é acompanhar o ritmo do ragatanga uma música sem escorregar para fora do tapete (ou da plataforma, caso estiver num fliperama) pra não bater a cabeça no chão e morrer de traumatismo ucraniano. O segundo é ter uma coordenação motora minimamente decente para conseguir acertar as setas na hora certa. Assim como qualquer jogo dançante, o DDR utiliza toda a sua energia, física e psicológica, para funcionar direito e não explodir, então é importante usar apenas o seu cérebro ou os pés, se usar os dois ao mesmo tempo, pode acabar soltando faíscas pela bunda.

As dificuldades geralmente são: fácil, para velhinhos e crianças mimadas, médio, para pessoas comuns e crianças com educação decente, e difícil, para atletas, asiáticos e militares. Pode ser que também apareçam as dificuldades beginner e expert, para aleijados e usuários de ecstasy no grau, respectivamente.

Jogador de DDR[editar]

DDR na Venezuela.

Todo jogador de DDR é meio viado, já que a prática da dança e do remelexo é muito tribal, por isso esses gurus da dança sabem o que fazem. O que o cu tem a ver com as calças eu já não sei, mas repare como o jogador de DDR atrás de você ficou empolgado depois que eu disse cu... Enfim, os jogadores podem ser desde fracassados, como otakus e e-girls, até a galera enrustida que sempre arranja uma chance de dizer que detesta o jogo, mas solta a franga depois de um shot de tequila, como os crossfiteiros.

Magikarp no DDR.

Viadagens a parte, existem dois tipos de jogadores, independente de níveis de dificuldade, bíceps ou cor do cabelo: aqueles que jogam como se tivessem alcançado o Instinto Superior ou os que nem sabem o que estão fazendo. Como os asiáticos normalmente são inteligentes por natureza e o jogo começou lá, seu cérebro tá mais acostumado com o jogo que bunda de milionário com bidê, logo, o DDR é dos jogos mais fáceis do mundo para eles. No resto do mundo, a história é totalmente o contrário: é igual tua avó com smartphone ou político do PSDB com pastel de feira, mas mesmo assim, muitos unicórnios gostam de passar vergonha ou simplesmente de chamar a atenção.

Depois de jogar DDR[editar]

Depois de qualquer um jogar esse jogo, a pessoa morre de vergonha pelo resto da vida por parecer um mongoloide ao começar a dançar e é comum ela se trancar em cômodos escuros, dormir por 30 horas, liberar 1 litro de água pelos olhos e vestir preto. Para aqueles que atingem o sucesso e a façanha de conseguir se dar bem no jogo, a vida tá cagando e andando, já que um futuro com mal de Parkinson, epilepsia e o vício em fliperama os aguardará, além de seus cérebros ficarem do tamanho de uma noz.

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Dance Dance Revolution no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
v d e h
Dance Dance Revolution logo.png