Corpo Dourado

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Corpo Dourado
Corpo Dourado.jpg
Logotipo da Abertura
Origem Bandeira do Brasil Brasil
Emissora Rede Globo
Autor Antônio Calmon possuído pelo Carlos Lombardi
Tema Praia, sol e espionagem
PROTAGONISTAS
Artistas
  • Fábio Jr.
  • Humberto Martins
  • Cristiana Oliveira
  • Marcos Winter
  • Maria Luísa Mendonça
  • Carlos Vereza
  • Felipe Camargo
  • Giovanna Antonelli
  • Danielle Winits
  • Gerson Brenner até tomar um balaço
  • Ana Rosa
  • Lima Duarte
  • Especiais
  • Ninguém
  • Outros Um monte de ator randômico
    PERSONAGENS
    Vilões
  • Um monte
  • Bonzinhos
  • Fábio Jr. de agente secreto, Selena e Chico Butico
  • Mais Idiota Todos
    Mais Esperto Todos são burros
    NOVELA
    Maior Drama ui ui ui, suspense!
    Mistério(s) muitos
    Moral nenhuma
    Influência Filmes do 007
    Inspiração Filmes do 007, mas eu já disse isso antes



    Corpo Dourado é mais uma daquelas novelas da sete da Globo lotada de homens sem camiseta pagando de machões junto de mulheres com pouca roupa, típica novela do Carlos Lombardi, claro... como? Não é do Carlos Lombardi essa novela? Como assim ela é do Antônio Calmon? Pois é, o criador de Vamp, Cara e Coroa e O Beijo do Vampiro decidiu apelar pro mesmo método do criador de atrocidades como Quatro por Quatro, Uga Uga e Kubanacan e enfiou um enredo bem mequetrefe que foi dirigido por uma pá de diretores (Flávio Colatrello Jr., Marcos Schechtman, Edson Spinello, Fábio Junqueira, Flávio Galvão e João Camargo), o que já mostra a bagunça monstra que foi essa novela, isso sem falar que o Antônio pediu ajuda de um monte de escritores (Ângela Carneiro, Eliane Garcia, Flávia Lins e Silva, Lílian Garcia e Alberto Goldin), mostrando que ele definitivamente não conseguia emular o estilo do seu maior concorrente, o Carlos Lombardi. Ainda assim, incrivelmente essa porra de novela fez sucesso o suficiente pra lançar a revista Playboy da Danielle Winits, ressuscitar a carreira de ator do Fábio Jr. (que tinha virado pó depois de Antônio Alves, Taxista, no Essebesteira), mesmo que essa tenha sido sua última novela; fazer todo mundo virar fã de uma cantora que hoje em dia ninguém nem sabe mais quem é, uma tal de Deborah Blando, além de recuperar a audiência do horário das sete pra Globo, já que sua antecessora, Zazá, sumiu na música da Rita Lee de abertura da novela e também no Ibope, já que ninguém assistia aquela porra, já aqui todo mundo lembra ao menos do peito peludo do Humberto Martins...

    Sinopse[editar]

    A novela se passa numa cidade fictícia chamada Marimbá, que conseguia o feito bizarro de ser cidade litorânea, cheia de praia e sol, e ao mesmo tempo ser cidade de interior com um monte de fazendas e gente criando cavalo no meio da rua... isso me faz lembrar uma tal de Olinda, mas deve ser só impressão minha. Enfim, a personagem principal, Selena (Cristiana Oliveira), é uma mina daquelas de novela das sete: gostosinha, mas metida a mulher-macho, durona pra cacete e arrumadora de confusões... ih, acho que alguém andou chumpinhando a Juma Marruá, interpretada, adivinha só, pela Cristiana Oliveira... Enfim, ela é disputada pelo atrapalhado fazendeiro Jorginho (Gerson Brenner) e pelo empresário Arturzinho (Marcos Winter) (sim, eu copiei da Wikipédia essa frase porque eu ri do termo "atrapalhado"), mas nenhum dos dois consegue comer a mina, já que ela só quer dar pro delegado Chico (Humberto Martins, também, com aquele furinho no queixo né...), que entretanto não curte muito aquela mina com cara de cu e que preferia levar chifres da esposa Amanda (Maria Luísa Mendonça), que, olha só, era casada com o Arturzinho... deve ter sido daí que tiraram o enredo de Toma Lá Dá Cá...

    Só que, para dar a um galã de verdade um papel bem diferentão na novela, criaram o personagem Billy (Fábio Jr.), um fotógrafo inútil, mas que nas horas vagas decide trabalhar de agente secreto bem na linha do filme True Lies, só que piorado demais, e tá investigando umas organizações aí do Antônio Petrin (a.k.a. Heitor Martinez mais velho, porque só faz papel de vilão), tudo com a ajuda de sua ex-mulher e parceira Diana (Bianca Byington)... essa novela tem uns relacionamentos bem bugados... Ah sim, ainda tem a Alicinha (Danielle Winits), que era outra namorada do Arturzinho, mas que acaba indo dar pro fazendeiro Jorginho... mano, esse Arturzinho é um atrator de chifres viu...

    Ainda tem outros plots, mas ninguém se importa, negócio é cantar apenas "somente o soooooooooooooool... você e eeeeeeeeeeeeeeeeeu..."