Contagem Regressiva para a Crise Infinita

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Cquote1.svg Eu sei que ninguém gostava desse puto, mas coitadinho dele... Cquote2.svg
Batman sobre Besouro Azul

Contagem Regressiva para a Crise Infinita foi uma saga que antecedeu a Crise Infinita (O RLY?) da DC Comics, e que basicamente girou em torno no início de o Besouro Azul descobrindo uma teoria da conspiração do Irmão Rubens e acabando por descobrir que ele tava certo de verdade... pena que tarde demais pra qualquer coisa. E daí estoura uma quadra de merdas, além de uma bosta com a Liga da Justiça que advém de uma outra saga anterior, Crise de Identidade. No fim, foi só um embromation da DC Comics com várias histórias genuinamente fodas só para depois mandar uma cópia bostal de Crise nas Infinitas Terras.

Quando o Besouro Azul finalmente foi útil pra uma coisa - ainda que tarde demais[editar]

O Besouro Azul que é o único que a galera realmente lembra que existiu (Ted Kord) descobre que tão fazendo uns desvios financeiros malucos em sua empresa, e fazendo a pesquisa descobre uma tal de OMAC e que ela de alguma forma tinha ligação com as Empresas Wayne. Indo na Batcaverna questionar o Bátimã, acabou levando um "cai fora loser", sendo que ele realmente sabia que porra tava rolando - embora nem suspeitasse o que viria...

Continuando sua investigação, ele acabou tendo boa parte de seus carregamentos roubados, quase morreu algumas vezes, inclusive sendo enfrentado por uns vilões aleatórios que pareciam estar de grupinho e foi atrás também do Mago Shazam do nada, mas nem imaginava que o velhote tava com uma porra enorme pra enfrentar. Após ter sua nave explodida, foi pra base da Liga da Justiça, onde, embora tenha recebido o apoio da Mulher Maravilha, foi botado pra correr pelo Caçador de Marte que estava mais preocupado com um fight que parecia estar rolando em Rann, avisado pelo Adam Strange.

Daí o Besouro acaba descobrindo, quando chega nas ruínas de sua casa, que tinham implantado o Skeets, o robozinho do Gladiador Dourado, para espionar ele. Ao rastrear, acabou caindo na sede do Esquadrão Xeque-Mate, e descobriu que quem tava por trás dessa porra era o Maxwell Lord, que tinha sequestrado o Irmão Olho do Batman e comandado toda uma conspiração fodida para comandar todos os superheróis. Embora tenha conseguido de alguma forma a Oráculo, a mina lá das Aves de Rapina, não deu tempo de dar a localização direito nem porra nenhuma, só deu tempo do Batman travar as informações que o cuzão do Maxwell tinha sequestrado, mas deu que o pobre Besouro foi pro beleléu ainda bem, menos um palhaço na DC!

As porras que começaram a rolar após essa introdução[editar]

Além desses aí, ainda teve Crise de Consciência, uma saga da Liga da Justiça onde enfrentam a versão original da Sociedade Secreta dos Super-Vilões que descobriram que passaram por uma lavagem cerebral graças a um cheat code do Despero, e no fim, embora derrotados (e com a mente lavada DE NOVO!), o Caçador de Marte some misteriosamente atacado por um suposto ser que parecia o Superman, que também detona a porra toda da sede da Liga e... aí o resto cê só vai ver em Crise Infinita mentira, foi o Superboy Primordial, porém foda-se.

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!