Chico Serra

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Pilotos brasileiros unidos jamais serão vencidos. Não pera...

Francisco Adolpho Serra, mais conhecido como Chico Serra (São Paulo, 3 de fevereiro de 1957) é um automobilista brazuca, fracassado piloto de Fórmula 1 e de Champ Car, além de fingir correr bem na Stock Car Brasil e na Fórmula Truck. É pai do também piloto Daniel Serra (que ao contrário do pai nunca tentou brincar de correr na Fórmula Um só pra passar vergonha) e, incrivelmente, primo do José Serra, sim, AQUELE José Serra mesmo que você está imaginando aí se você for brasileiro e especialmente um paulista ou paulistano e lembra bem do quão "bom prefeito e governador" foi o cosplay do Nosferatu que come todo mundo...

Vai ver foi daí que o Chico Serra herdou seu "talento" nulo como corredor, copiando o talento nulo do priminho como político...

Carreira[editar]

Diferente de muitos pilotos de Fórmula 1, Chico começou disputando corridas de rolimã na juventude. Mesmo assim conseguiu em 1979 virar piloto da Fórmula 3 Inglesa, onde conseguiu resultados expressivos para caramba, ao ponto de virar campeão daquele ano. Assim, depois de muito ralar peito, em 1981 foi contratado pela brasileira Fittipaldi Automotive, junto com o Keke Rosberg (que no ano seguinte iria pra Williams e venceria o campeonato, zoando pacas sua antiga escuderia). Após um ano de vários nadas, Chico só ficou "famoso" em 1982, quando do Grande Prêmio do Canadá (o mesmo que mandaria o Riccardo Paletti pra cidade de pés juntos), após a pré-classificação, o Chico acabou desclassificado para correr, sendo supostamente atrapalhado pelo compatriota Raul Boesel que corria pela March. Puto da cara, Chico partiu pra cima do Raul, protagonizando uma das cenas de briga mais feias da história, só perdendo mesmo pra outra que rolou nesse mesmo ano, entre o também brasileiro Nelson Piquet e o Eliseo Salazar. Confira embaixo essa presepada:

Em 1983 ele ainda correria pela Arrows (ou seja, não correu, se arrastou pelas pistas), sumindo um tempo até 1985, quando foi correr na CART, mas também não teve lá muito sucesso. Foi pra Champ Car, onde teve menos sucesso ainda.

Só quando entrou naquela categoria que todo piloto brasileiro desesperado entra, a Stock Car Brasil, finalmente ganhou alguma coisa, mesmo já sendo um senhor de idade a essa altura, virou tricampeão da categoria, em 1999, 2000 e 2001. Dizem que ele só ganhava por pressão de um certo ex-ministro da saúde, mas devem ser só especulações vazias.

Chegou a correr um tempinho de Fórmula Truck, mas viu logo que caminhão não era pra ele e em 2009 voltou pra Stock Car, virando junto com Ingo Hoffmann um dos vovôs da categoria, apesar de faz tempo nenhum dos dois ganha mais porra nenhuma, só tão lá pra desfilar mesmo.

v d e h
Pilotos da Fórmula 1