Camilla de Lucas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Melhor.gif CUIDADO: ESTE ARTIGO É SOBRE UMA FALSA GOSTOSA!

Camilla de Lucas usa e abusa de Photoshop, maquiagem e propaganda, faz lipo
com frequência, pode ter silicone nas tetas e botox na cara.

Mesmo assim, você ainda acha que ela é gostosa!

Camilla Jesus Santos de Lucas
Camilla-bbb-2.jpg
Pegando um bronze para o verão
Nascimento 13 de outubro de 1994
Terra da Fani
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação influenciadora
Cabelo morena

Camilla de Lucas é uma descendente legítima das girafas africanas e modelo nas horas vagas, o que faz dela uma espécie de versão negona da Ana Hickman. Ex-estudante de contabilidade, largou o curso para fazer porcaria na internet e hoje é aclamada como influenciadora digital.

Carreira[editar]

Olha o tamanho dessas pernas! Haja água para lavar tudo isso...

Favelada do Rio de Janeiro, Camilla de Lucas inspirou-se na conterrânea Bianca Andrade e resolveu criar um blog para falar sobre cabelo, maquiagem e outras futilidades do universo feminino.

Com uma TekPix usada que encontrou no lixão, passou a gravar e postar vídeos no YouTube. Viralizou graças a seus tutoriais ensinando a tirar piolho dos cabelos pixains, rapidamente conquistando a placa de cem mil inscritos em 2017. Com a grana que ganhou através dos trouxas que a assistem, comprou um iPhone e melhorou a qualidade técnica de suas gravações, expandindo sua carreira de camwhore para outras plataformas digitais.

Em 2020 ela aderiu à rede social modinha do momento, o TikTok, publicando vídeos retardados fazendo dancinhas toscas. A pandemia de COVID-19 ajudou a reduzir mais ainda o QI dos brasileiros e o número de seguidores de Camilla nas redes tornou-se incalculável.

A popularidade de Camilla chamou atenção de grandes marcas e ela foi contratada pela mesma agência da Preta Gil, através da qual ganhou várias permutas de produtos inúteis que divulga em seu Instagram.

Fama[editar]

Cquote1.svg Paz e amor, namastê Cquote2.svg

Apesar do suposto sucesso que faz na internet, Camilla de Lucas continuava uma desconhecida do grande público, mas conhecida o bastante para ser chamada pela Globo para participar da vigésima primeira temporada do Big Brother Brasil, a edição que mais abusou do sistema de cotas e reuniu um monte de negros para a emissora fingir que não é racista.

Camilla foi parar no grupo das subcelebridades, o camarote, e atraiu a simpatia dos telespectadores por recusar-se a fazer parte do grupo lacrador formado por Karol Conká, alegando que não era obrigada a militar com ela só por também ser uma mulher preta. Conseguiu chegar na final e foi a vice-campeã, perdendo apenas porque a vitória da paraibana Juliette Freire já estava armada desde o início.

Desde o término do reality show, Camilla foi capa de revistas, indicada a prêmios e virou notícia até no exterior, sendo considerada uma das jovens personalidades mais promissoras e criativas da atualidade. Olha o nível da juventude atual...

Vida particular[editar]

Ela namora um zé-mané aí que ninguém conhece desde 2019, com quem passou a morar junto após o BBB.