Cagar nas calças

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Cquote1.svg Você quis dizer: Agora já foi. Cquote2.svg
Google sobre Cagar nas calças

Criaturas capazes de fazer isso e ainda se vangloriar.

Cagar nas calças todo mundo já sabe o que é por um motivo muito simples todo mundo já fez isso ainda que não lembre, mas o subconsciente sabe. Por que, se todo mundo já sabe, criar tal página? Oras, porque criaram o link - mas claro que não apenas porisso e você que veio até sua wiki de maior sabedoria, não ficará sem mais informações sobre isso.

Bebezinhos e Vovozinhos[editar]

Não sendo bebê, em geral quem faz isso é porque está em idade avançada e com tudo já meio gasto, de modo que talvez seja difícil de segurar mesmo(nem quero chegar a tanto, você quem sabe se quer ou não), mas alguns velhinhos como seu avô e sua avó, o fazem de sacanagem mesmo, com a desculpa de serem velhinhos, apenas para rir da cara de quem vai limpar. Parando com a nobre prática apenas quando seus pais e/ou titios os ameaçam por no manicômio da senilidade asilo. Fora esses casos, alguns vovozinhos fazem isso por já estar com o escape meio solto.

Os bebês, oras, fazem por ainda não saberem ir à patentinha muito menos ainda ao patentão por correrem o risco de caírem duas bostinhas pra dentro do sanitário e não apenas uma: a bosta fabricada quem deve cair e não o cocozinho que a fabricou, cair junto. Essas coisas se aprende com o tempo, variando de ter mais ou menos tendência à monguice, alguns fazem na calça, melhor dizendo, nas fraldas, até perto da adolescência, sem ter quaisquer problemas mentais, isso talvez apenas pra sacanearem com a mãe por elas não ter deixado sair por ser muito novo e o cabra pensa: se sou novo pra sair sozinho, então também sou novo pra cagar na privada. Nenhum bebezinho faria esse tipo de chantagem, mas um mais crescidinho é capaz de fazer.

Outros casos[editar]

Também vale o exemplo de cagar na saia.

Um dos casos citados em que, não se é bebezinho, nem vovozinho, além do citado no fim da sessão acima, é se alguém muito infeliz e tanga frouxa, ignorando os sinais de que está mais do que na hora de sentar esse bunbunzinho na privada e descarregar seu organismo de toxinas, etc... deixa para ir no banheiro nas últimas horas e, descobre o(s) banheiro(s) ocupado(s), assim o mongo acaba por fazer algo tão vexatório fora de sua fase, que nunca mais deixará pra fazer isso na ultima hora.

Outro caso são aqueles laxantes malditos que, em geral mulheres com prisão de ventre os tomam, sua avó, sua mãe e sua titia, costumam tomar e ainda recomendam a desgraça, sendo que seria apenas o caso delas comerem coisas mais fibrosas, como um saudável moranguinho, mas além de optarem pelo maldito laxante, ainda exageram e acabam por não ter uma ajuda pra seu popozinho conseguir, mas sim a cachoeira mais infeliz que elas já soltaram e, algumas vezes estando tão líquido que acabam por deixar suas lindas calcinhas, imprestáveis.

Felicidade da bosta ao estar na sua calça, não sairá o vestígio antes que a calça esteja um bagaço de tanto ser lavada.

Outro caso é alguém ficar tão bêbado ou, como é mais adequado de se dizer trêbado, que nem sabe mais o que está fazendo e, acaba por largar seus dejetos na própria calça que pagou tão caro, mas que depois disso pode ser que nem tenha mais lavada que dê jeito pois se usar um produto muito forte e deixar no tal do molho pode estragar a peça.

Como vê pra evitar essa porcaria(e os porquinhos nem costumam usam calças), basta não fazer bobagens, que isso não ocorrerá nunca com você. Uma última bobagem que você faz e depois pode cagar nas calças é mexer comigo e, depois apenas torça pra eu não te achar por aí: É capaz de você dar uma cagada nas calças das mais fenomenais.

Ver também, se quiser[editar]