Caazapá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Caazapá é a capital do Departamento de Caazapá e uma versão genérica de cidade, apesar das casas e ruas alfaltadas, a ausência de eletricidade, esgoto, trabalho e polícia pode incomodar.

História[editar]

Habitante local.

Fundada em 1607 pelo renomado jogador de futebol Luis de Bolaños, um antigo frei franciscano com macabras tendências pedófilas, escolheu a palavra Caazapá para batizar sua cidade, ela é uma versão pirata e falsificada da expressão tupi-guarani "Ka'aguy jehasapa", que significa "Depois da floresta" e segundo a lenda dos nativos, acreditava-se que "depois da floresta" (fronteira com o Brasil na Ponte da Amizade) o paraíso e Deus podia ser alcançado (dinheiro).

Como qualquer cidade paraguaia, Caazapá teve uma história irrelevante durante os séculos até 1989, com a criação oficial do Paraguai com o vigésimo sétimo estado do Brasil em versão falsificada. Mas após a Guerra do Paraguai, a cidade é deixada às moscas para os próprios paraguaios.

Em 1992 são construídas 32 novas escolas, com o objetivo de esconder drogas e brinquedos falsificados sem gerar suspeitas à Polícia Federal.

Recentemente a cidade começou a atuar como missão jesuíta e catequizar índios. Um ilustre trabalhador foi Fernando Lugo, que aproveitou a estadia para comer e engravidar 5 índias.

Economia[editar]

Com uma economia baseada totalmente na agroindústria, as plantações de tabaco, maconha e coca, e a fabricação de crack são os pilares da economia local.