Busta Rhymes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Gostei das roupas dele Cquote2.svg
Agostinho Carrara sobre Busta Rhymes
Cquote1.svg Imitão do caralho Cquote2.svg
Flavor Flav sobre estilo de Busta Rhymes

Busta Rhymes é um maluco que fugiu do hospício um dia desses e encontrou asilo na cena do hip-hop, único lugar onde um doido varrido que canta igual locutor de rádio narrando jogo de futebol e se veste feito o Chacrinha conseguiria ser aceito sem que questionassem sua sanidade mental.

História[editar]

Busta te mostrando uns aneis que valem mais que a sua vida pra te intimidar

É óbvio que Busta Rhymes não é seu nome verdadeiro, o qual ninguém sabe. Esse foi o nome que os médicos lhe deram ao encontrá-lo perambulando nas ruas de Nova York gritando pra lá e pra cá enquanto usava as roupas de uma velha de meia idade. Logo tentaram curá-lo na base da terapia de choque, mas esta não acabou dando resultado e ainda surtiu efeitos colaterais: Busta passou a cuspir uma média de 150 palavras por segundo, comunicando-se de uma maneira que parece ininteligível se você não estiver ouvindo na velocidade 0.5x.

Uma bela noite, enquanto todos dormiam, Busta conseguiu sair de sua cela e penetrou na ala dos pacientes com casos mais leves, onde havia acesso á televisão. Lá, ele assistiu àquele que é o filme dos pesadelos de todo enfermeiro de hospital psiquiátrico: Um Estranho no Ninho. E foi assim que Busta aprendeu a como fugir do hospício: atirando um bebedouro pela janela.

Depois de muito correr, Busta conseguiu voltar pra Nova York, sua terra natal. Lá, ele foi acolhido por uma tribo que morava no meio da cidade, e que lhe deram casa, comida e roupas limpas, que Busta rejeitou porque preferia seus figurinos "exóticos". Por coincidência, havia no meio da tribo alguns rappers, que perceberam como a habilidade do novo membro de falar igual a porteiro de prédio poderia ser útil em uma música, por isso começaram a escrever algumas letras pra ele e inclui-lo nos shows. Busta começou a fazer muito sucesso porque as pessoas nunca tinham visto um maluco que se vestia com aquelas fantasias ridículas que só se usam em festas a fantasia (as roupas eram tão ridículas que as festas a fantasia acabaram só pra que as pessoas não tivesse o desprazer de serem vistas usando aqueles trajes bregas) pulando pra lá e pra cá enquanto cuspia 291392 palavras por segundo. Daí, começaram a assistir os shows só pra ver aquele ser estranho "se apresentando", em uma espécie de circo dos horrores moderno.

Com o sucesso, Busta finalmente tinha dinheiro pra viver por conta própria e subornar os médicos psiquiatras que tentavam o tempo todo lhe internar. Chegou a morar um tempo com um cara tão doidão quanto ele, Ol' Dirty Bastard, mas logo teve que procurar uma casa nova quando Bastard morreu de uma overdose de cheiramento de gatinhos, cocaína, metanfetamina, balas soft e outras substâncias não identificadas. Rhymes resolveu então entrar em carreira solo e lançou vários álbuns de sucesso, se tornando um dos rappers mais famosos do mundo. Agora que estava podre de grana, Busta parou de usar aquelas roupas bregas e, por influência de 50 Cent, aderiu ao estilo cafetão e agora só veste marca famosa. Contudo, isso não impediu que ele continuasse rimando mais rápido que Through the Fire and Flames do Guitar Hero.

Curiosidades[editar]

  • Eminem e Busta quase chegaram a gravar uma música juntos, mas os produtores perceberam que a parceria seria um grande flop pois nenhum ser humano seria capaz de acompanhar a voz dos dois. Plus, a amizade dos dois esfriou depois que Busta comeu Maria Cara, uma ex de Em com quem ele vive brigando muito no Twitter até hoje.
  • Além de músico, Busta já foi figurinista da Lady Gaga.

Galeria de outfits[editar]

Ligações externas[editar]