Bolo veludo vermelho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
McFish.jpg Este é um artigo gastronômico.

E as piadas presentes podem ser mais bizarras que um sanduíche de peixe frito.


Cquote1.svg Não tenho dinheiro para provar isso... Cquote2.svg
Você sobre Bolo veludo vermelho
Cquote1.svg Bolo vermelho!? É o bolo das putas? Cquote2.svg
Seu tio engraçadão sobre Bolo veludo vermelho
Cquote1.svg Não, que eu nunca engoli isso... Mas já engoli coisas piores do que o orgulho! Cquote2.svg
Bruna Surfistinha sobre citação acima
Cquote1.svg Nossa, isso vai ficar tão lindo no meu Instagram! Cquote2.svg
Basic Bitch sobre Bolo veludo vermelho

Bolo veludo vermelho que você vê na Internet...
... e bolo veludo vermelho que você faz em casa!


Bolo veludo vermelho (do inglês "Red Velvet", para você que é burro) é um bolo vermelho-sangue-menstrual, geralmente de camadas, coberto com queijo-creme ou creme de baunilha, que não tem qualquer sabor. Essa parvoíce invenção culinária dos Bastardos Unidos virou modinha da Internet na Década de 2010 porque permite muito tipo de decorações diferentes, o chamado cake design, uma idiotice que é passatempo dos hipsters e indies gordos, e que fornecem fotos maraaaavilhoooosaaaaaaaas para o Instagram.

História[editar]

O bolo veludo vermelho permite muitas decorações com resultados muito apetitosos.

Esse bolo bosta surgiu durante a Grande depressão nos Bastardos Unidos quando as mulheres queriam dar mais cor a seus bolos, para não parecerem tão nojentos pela falta de ingredientes: afinal, quase não havia dinheiro para comprar farinha e ovos... Então, reza a lenda, que começaram a adicionar sua própria menstruação à massa do bolo para lhe dar uma cor avermelhada... e assim nasceu o bolo veludo vermelho!

Outra versão da origem desse bolo, que é a versão mais contada entre sociopatas, conta que foi criado num hotel de Nova Iorque, durante a mesma altura, e que o cozinheiro era um serial killer psicopata que usava o sangue das suas vítimas para colorir seus bolos, tendo-se inspirado em Sweeney Todd.

Mas o Capitalismo, sempre na ânsia de querer enganar os povos desse mundo, apagou a história original desse bolo maléfico e disse que a cor vermelha vem do uso da beterraba....... como se isso não soasse nojento na mesma! Ainda assim, isso virou um dos bolos favoritos dos estadunidenses, que não tardaram em substituir o sangue a beterraba por corantes alimentícios cheios de químicos e provocadores de câncer para aumentar as taxas de Obesidade em terras do Tio Sam, e, sempre com suas pretensões imperialistas, tentaram impingir essa bosta de bolo ao resto do mundo, vendendo isso como um "bolo-maravilha", uma "delícia autêntica", enquanto apostavam na imagem do bolo e retiravam qualquer sabor gostoso (ou qualquer sabor de todo) que essa porra poderia ter tido, já que não passa de um bolo de chocolate pintado de vermelho e com uma meleca branca e nojenta fazendo de cobertura e que querem vender como queijo-creme!

Sabor[editar]

Hmmm.... que bom aspecto....

Isso não sabe a porra nenhuma... não sabe a chocolate, quanto muito tem sabor de corante mesmo, ou se for pela receita original e abusar, vai saber a beterraba. No fundo, ninguém provou essa porra para além de estadunidenses (dos quais os gordos de lá comem sempre no café-da-manhã), dos hipsters e das pattys que querem pagar-pau pra importadas! As pessoas só compram esse bolo para tirar foto para o Instagram, mesmo.

Utilização[editar]

Para além de servir como decoração de mesa ou como motivo de foto para o Instagram, raras são as pessoas que comem isso. Geralmente, é servido no Dia dos Namorados, no Natal ou em casamentos da zelite... mas ninguém come, só tira foto mesmo.

Onde Comprar?[editar]

Você não vai encontrar isso à venda em qualquer mercado vagabundo... só em locais "chiques", da zelite, ou frequentados por indies e hipsters que desejavam ter nascido em Nova Iorque ou em Londres, e que vão para o barzinho modinha-Tumblr queixar-se do quanto odeiam ter nascido no Brasil.

Receita[editar]

Ruivas gostosas também são um dos principais ingredientes no Bolo veludo vermelho.

Massa:

  1. 2 xícaras (chá) de farinha de cocaína
  2. 1 colher (chá) de fermento de crack
  3. 1 colher (chá) de sal de metanfetamina
  4. 2 colheres (sopa) de chocolate em pó (mas pode usar um negão, também)
  5. 50 ml. de sangue (mas pode usar uma ruiva, também)
  6. 1/2 xícaras (chá) de açúcar do fundo
  7. 2 ovos de cobra (se usar de anaconda, 1 ovo chega)
  8. 1 colher (chá) de essência de whisky
  9. 1 xícara (chá) de leite com vinagre
  10. 1 colher (chá) de vinagre
  11. 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

Cobertura:

  1. 450 gramas de queijo creme (de preferência 1 após o fim do prazo de validade)
  2. 1/2 xícaras (chá) de manteiga com bolor
  3. 1 colher (sopa) de essência de whisky
  4. 1 frasco de sal

Preparação:

Bote o negão a transar com a ruiva e bote os dois no liquificador e triture. Junte os restantes ingredientes e envolva tudo até conseguir uma textura homogénea. Leve a assar no forno a temperatura de 666 graus durante 10 meia-hora.

Para a cobertura, bata o queijo-creme com a manteiga até que o bolor de ambas se misture. Depois coloque o resto dos ingredientes e bata tudo. Coloque sobre o bolo, com ele ainda quente.

Afiliados[editar]