Batalha de França

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Este artigo é relacionado à história.

Não estranhe a pederastia da Grécia Antiga. Tá bom, só um pouco.

Luteroaaaa.jpg


Cquote1.svg Você quis dizer: Grande Estupro da França? Cquote2.svg
Google sobre Batalha de França


A Batalha da França foi a invasão da França por Hitler e seus soldadinhos de chumbo, que começou dia 10 de maio de 1940, onde os franceses levaram um nabo histórico, e resultou na ocupação da parte norte pelos alimões alemães e a criação da França de Vichy. Todo mundo pensou que seria igual na Primeira Guerra Mundial onde ambos exércitos ficariam estagnados em trincheiras, mas os novos tanques alemães passaram por cima dos franceses que não haviam evoluído nada desde 1919.

Antes da Invasão[editar]

Hitler estava ocupado invadindo, destruindo e estuprando o exército polonês e a Polônia, por isso teve que adiar a invasão na França. A França estava pouco se fodendo para sua defesa, pois achava que a Linha Maginot iria proteger o país, construída após a Primeira Guerra Mundial, por isso pensavam que era impossível os nazistas emos invadirem seu país. Em 1940, a Operação Weserübung começava, acabando com a Dinamarca e a Noruega.

Benelux, Bélgica e Holanda[editar]

Enquanto preparavam a ofensiva na França, os alemães lançaram um ataque na Holanda que caiu em 5 dias, na Bélgica e o Luxemburgo. Os alemães invadiram a França pela floresta de Ardenas, onde os franceses levaram o primeiro pau histórico deles, pois foram pegos de surpresa pelos alemães, por que eles pensavam que era impossível passar pelas Ardenas. Os alemães também conseguiram passar por trás da Linha Maginot, e cercar os franceses e britânicos em Dunquerque.

Invasão[editar]

Após destruir os belgas e os holandeses, foi a hora dos franceses se foderem, quando os alemães invadiram eles por todos os lados, passando pela Linha Maginot e avançando pelas Ardenas. Paris foi conquistada rapidamente dia 14 de junho. Os franceses se renderam com o cu na mão dentro do mesmo trem em que os alemães haviam assinado a rendição na Primeira Guerra Mundial. Enquanto isso, os italianos também haviam declarado guerra e estavam tentando avançar pelas montanhas nos Alpes.