Bandeira de Sergipe

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Ser Jipe
Bandeira de Sergipe.png

A Bandeira de Sergipe é a bandeira de Sergipe, aquele estado do Brasil que foi inventado pelos baianos. A bandeira é uma cópia da Bandeira do Piauí, que por sua vez é uma cópia da Bandeira do Maranhão, que por sua vez é uma cópia da Bandeira de Goiás, que por sua vez é uma cópia da Bandeira do Amazonas, que por sua vez é uma cópia da Bandeira dos Estados Unidos. Pelo jeito, o poder da falta de criatividade das bandeiras é de mais de oito mil.

Como surgiu[editar]

Tudo começou quando um vendedor de especiarias completamente oficiais criou a bandeira... bem, ele na verdade não criou de verdade a bandeira, mas vamos deixar essa passar, sim? O cara ficava usando a bandeira para identificar suas embarcações com seus produtos e tals, e ele era relativamente famoso entre a galera, sempre levando seus barquinhos em tudo quanto era canto. Por causa disso, o povo começou a pensar que essa era a Bandeira de Sergipe, mas pensaram tanto e tanto que ela acabou sendo oficializada. Espera, a bandeira era usada para identificar as embarcações de comércio... então isso quer dizer que a Bandeira de Sergipe é uma bandeira patrocinada? Emojipensando3D.gif

Significado[editar]

Primeiro, vamos começar com o quadrado azul, que mais parece um roxo. Ele representa uma lama, que por sua vez está sendo atravessada por um jipe, jipe esse que está no nome do próprio estado, Sergipe. Ao redor do quadrado podemos ver quatro estrelas, que nos a entender que o jipe está passando pela lama à noite. Bem que eles poderiam usar preto, mas os sergipanos seriam taxados de emos até o fim de sua existência. Aí, nós temos umas linhas da mesma cor: amarelo e verde, e ao invés de as colocarem umas trocentas vezes, como alguns países fazem, eles só colocaram quatro linhas pelo bem dos fotossensiveis. O amarelo representa o clima quente pra caralho do estado, já o verde representa as (inexistentes) florestas presentes no estado.

Evolução[editar]

Ver também[editar]