Arturo García Tenorio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Talvez o papel (em sentido figurado, claro, pois não passava de figuração, mesmo sendo o vilão da esquete) mais marcante da carreira de Arturo García Tenorio para nós, exímios símios brasileiros; e todos achavam que era o Quico que interpretava o bêbe jupiteriano gigante... Acontece que o Quico fez também o papel de bebê gigante jupiteriano em um episódio perdido, mas não é este o que conhecemos no Brasil, então vai se foder Roberto Gómez Bolaños, para de criar episódio repetido, caralho!

Arturo García Tenorio é um nome absurdamente desconhecididididididididididididididíssimo (tem que ser catorze didi) mexicano, mas a cada microfiguração que faz, o impacto é igual ao do soco do Ngannou. É o típico ator "papel pequeno, impacto de um meteoro da paixão na sua cara". Por nome ninguém conhece, mas quando forem ditos os papéis que esse cara fez, você - leitor fã de porcarias made in Mexico - vai se surpreender e ficará nostálgico.

Biografia e carreira[editar]

Arturo García Tenorio é um ator relativamente conhecido no México, tipo a fama que tem a Soraya Zaffarani aqui no Brasil, mas aqui mesmo em nosso país, fãs de produções televisivas mexicanas da Televisa, ninguém o conhece.

Bom, a verdade é que todos conhecem ele, todos mesmo, sem exceção, de novinhos a idosos, de pirralhas a senhoras tricotadoras, pois ele esteve na vida de todas as pessoas. Não, ele não é o João de Deus pois esse nem mexicano é, é outro senhor. Abaixo, sabendo as figurações de destaque que este homem fez, todos o conhecerão e darão graças a deus pela existência deste ator.

Papéis Figurações de destaque[editar]

Em Chapolin dir-se-á apenas um nome: Bebê Jupiteriano! Tá bom ou quer mais? OK então, Líder dos Marcianos no Filme do Chapolin (que na verdade nem era filme, foi migué do SBT).

Saindo do universo da comédia, você se lembra da novelinha infantil Carrossel (onde o mundo faz de conta e a terra é quase o céu, talvez não com essas palavras, mas é mais ou menos por aí)? Acontece que nesssa novela Arturo García Tenorio fez seu papel mais marcante - o mecânico (essa é a peça que você queria?) pai daquele gordo entojado e tonto que sofria bullying de todos os demais, até do zelador (o papel deste era interpretado pelo Papaco na versão brasileira, mas isso não vem ao caso no momento). Lembrou agora? Nem eu!