Al Pease

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
HardyHarHar.jpg Credo, larga de ter azar!

Este artigo traz relatos de uma criatura azarenta que só se estrepa no dia-a-dia.

Por precaução, deixe o artigo quietinho, mas se você se sentir seguro em mexer, vá em frente.

Al Pease chegando na linha de chegada dois meses após a corrida começar.

Al Pease, ou Victor Pease (Darlington, 15 de outubro de 1921 - Sevierville, 4 de maio de 2014) foi um manobrista britânico que pagava de piloto de Fórmula Um correndo pelo Canadá, para tristeza absoluta dos canadenses em ter de contar com esse estrangeiro cretino como representante deles. Ele conseguiu a proeza de, justamente no GP canadense de 1969, ser desclassificado POR ESTAR LENTO DEMAIS!

POR
ESTAR
LENTO
DEMAIS!

Carreira bizarra[editar]

Começou de maneira relativamente promissora, em 1952, competindo em muitas categorias pequeninas do Canadá, como as 12 Horas de Sebring, que o tornou um piloto aparentemente bom. Só que naquela época ninguém se importava com porra de Canadá no mundo do automobilismo, por isso ele demoraria mais de 10 anos para conseguir cavar uma vaguinha na Fórmula Um.

E aí veio a sorte grande, quando a categoria finalmente fez um GP do Canadá, em 1967. Com 45 anos de idade, o velhote já era considerado velho para caralho, e andando num carro de museu da Eagle, ele conseguiu, como um puta azarado, tendo o motor Coventry Climax do seu carro afetado pela chuva, e o cara literalmente foi a pé por uma distância enorme até os boxes e conseguindo pegar uma bateria nova pra trocar a porra da bateria fodida dele. E assim ele conseguiu uma proeza incrível de terminar com QUARENTA E TRÊS VOLTAS atrás do vencedor da prova Jack Brabham e a velocidade média de 69,4 km/h, literalmente uma tartaruga na pista.

Em 1968 ele não conseguiu nada além de desclassificações. Mas em 1969 ele decidiu tentar de todas as formas não fazer feio no Canadá de novo, e aí o maluco deu uma de Pastor Maldonado da década de 1969, primeiramente mandando o Silvio Moser para fora da pista e acertar o muro. Posteriormente foi a vez de Jean-Pierre Beltoise travar completamente o carro ao tentar ultrapassar o barbeiro. Por fim, Jackie Stewart foi jogado para fora da pista também, e aí o dono de sua equipe, Ken Tyrrell implorou para desclassificar o cuzão, e ele acabou de fato assim o sendo, com a justificativa que ele tava lerdo demais, o que não era realmente mentira, já que ele tava na sua 22ª volta, enquanto os líderes da prova como Jacky Ickx já tavam em quase cinquenta voltas...

Com mais esse revés, o Peace foi correr só no Canadá mesmo, onde continuou até o final dos anos 1990, e depois foi trampar numa gráfica na Inglaterra, que dizem as más línguas que foi onde rolou parte do Spygate da McLaren, mas acho que é só papo furado isso. Em 2014 o Al Peace finalmente deu sua última volta, com 92 anos de idade, demorando até mesmo para morrer, já que piloto normalmente morre antes dos 70 anos de velhice ou antes dos 30 de porrada na pista...

Ver também[editar]

v d e h
Pilotos da Fórmula 1