4 de Julho Esporte Clube

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
4 de Julho Esporte Clube
Escudo do 4 de Julho EC.png
Brasão
Hino Piripipi Gretchen
Nome Oficial de 4 de Julho de Piri²
Origem Bandeira do Piauí Piauí, Piriri
Apelidos Piri²
Torcedores ABCDdistas frustrados
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote urubu desembestado
Torcedor Ilustre
Estádio Privadão
Capacidade eu e você
Sede Pra que você ia querer mandar uma carta pra lá?
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador Prefeitura de Piripiri
Time
Material Esportivo Usodescontinuado
Liga Campeonato Piauiense
Divisão Única divisão possível
Títulos perder de 9x1 pro São Paulo
Ranking Nacional 194º
Uniformes



4 de Julho Esporte Clube é aquele tipo de sub-time nordestino, mais exatamente do Piauí, mais exatamente de Piriri, que só serve para ser eliminado de maneira vergonhosa nas primeiras fases da Copa do Brasil.

História[editar]

Fundação[editar]

O time foi fundado em 4 de Onzembro de 1987, mas como este mês não existe no calendário gregoriano, foi adaptado para "4 de Julho de 1987" no calendário normal (claro, né? Se tivesse sido fundado um dia depois, o nome seria 5 de julho)

Série C de 1997[editar]

Terminou numa honrosa 37º colocação. Nem há registros de para quem perdeu 3 de seus jogos.

Temporada de 2002[editar]

Em 2002, o técnico do "vinte e 4" de Julho, já conta com um time base (lembrando que base + ácidoágua + sal). Os onze jogadores do 4 de Julho foram: Sol, Mercurio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão e Lua. Plutão não fez gol de cabeça pois é um planeta jogador-anão.

Temporada de 2003[editar]

Em 2003 o colorado de Piripiri, ao contrário de anos anteriores, não fez grandes contratações e colocou em campo uma equipe com vários jogadores da própria cidade, entre eles o goleiro Peneira, o lateral Zarôio, o meia Zubenga e o veloz atacante Barrichello.

Temporada de 2004[editar]

Em 2004 o time comandado pelo técnico Maluf, ex-Fortaleza e Picos não foi nem sombra daquele que conseguiu o título da segunda divisão estadual de badminton em novembro do ano anterior. Vários jogadores que ajudaram o Colorado a retornar à primeira divisão voltaram aos seus clubes de origem depois da conquista.

Temporada de 2005[editar]

Sem notícias. Parece que o Colorado de Piripiri ficou cada dia mais vermelho de vergonha, e por fim sumiu.

Temporada de 2008[editar]

Sagrou-se vencedor do grande desafio ao Corinthians. Placares 5 x 1 no Pacaembu e 9 X 2 em Piripiri, ambos favoráveis ao 4 de Julho que se sagrou campeão. Apesar da festa, a torcida revoltada resolveu execrar o goleiro Tonzinho pela vergonha sofrida, sendo que o mesmo foi morto a pauladas por conta dos 3 gols sofridos contra o fraquíssimo Corinthians. Tonzinho mal pode se defender uma vez que era franzino (1,12m de altura) e aleijado (não possuía nenhum dos dois braços).

Copa do Brasil de 2021[editar]

Maior momento da história do 4 de Julho, pela Copa do Brasil de 2021 enfrentando o São Paulo. Pela primeira vez em sua história enfrentando um time grande num jogo pra valer, os jogadores do 4 de Julho pareciam marmotas sofrendo um AVC, comprovando que Série D é o lugar dessa equipe. Note como os três jogadores do time passeiam em campo observando o goleiro da equipe se ajoelhar e implorar para que parem a humilhação.

Mais uma vez o 4 de Julho participando da Copa do Brasil sem saber o porque. Só que dessa vez o clube fez uma campanha decente pra um clube do Piauí. Passou da primeira fase com um gol cagado em cima do Confiança, depois passou chorando em cima do Cuiabá EC na segunda fase sabe deus como, e nas terceira fase pegou um time forte, o São Paulo, até assustou ganhando de 3x2 no jogo de ida. e acabou sendo eliminado tomando de 9x1 no jogo de volta, graças à ineficácia do goleiro, que era uma toupeira e ficava mais grudado no chão sem fazer porra nenhuma do que um cone, que por sinal talvez até fosse mais útil do que aquela bosta.

Uniforme[editar]

Time principal: com camisa.

Reservas: sem camisa.

Títulos[editar]

  • 4 Campeonato Piauiense (1993, 1994, 2011 e 2020) (o que não é grande coisa)
  • 2 Campeonato Piauiense da Segunda Divisão (2003 e 2016) (isso é que não é nada mesmo)
  • Vencer o São Paulo FC na Copa do Brasil (mas levar a virada no jogo de volta): 2021